Aposentadoria do Professor – Regras, Cálculo, Simulação

Aposentadoria de professor: Regras

Se você é professor ou professora está na hora de conhecer tudo sobre as regras da Aposentadoria de Professor. Afinal de contas a aposentadoria é um grande benefício do cidadão brasileiro. Descubra como funciona o processo para a concessão desse direito, as regras e a fórmula de cálculo. Talvez o seu sonho de se aposentar esteja mais próximo do que você imagina.

aposentadoria-professor

As regras para a Aposentadoria de Professor são diferentes, o que acaba gerando muita dúvida entre as pessoas que trabalham nessa profissão. Mas não se preocupe, essas diferenças são positivas, já que o professor se aposenta mais cedo do que outros profissionais, o que é ótimo para você. Confira agora todas as informações necessárias para ficar por dentro desse benefício.

Inclusive, há um aplicativo em que você poderá realizar a simulação de aposentadoria de professor, o qual vamos mostrar para você logo mais.

Como funciona a Aposentadoria de Professor?

Uma das regras para o professor se aposentar é que a contagem de tempo de contribuição é diferenciada. Se você é professor, o tempo de contribuição mínimo é de 30 anos; se você é professora, o tempo de contribuição mínimo é de 25 anos. Esse é um tempo menor do que o previsto para homens e mulheres que atuam em outras atividades (30 para mulheres e 35 para homens).

Vale ressaltar que essa diferença no tempo de serviço vale apenas para professores da educação básica e educação de nível médio. Professores que lecionam para cursos de graduação, de nível superior, devem observar a regra geral. As regras da Aposentadoria de Professor de ensino médio e básico são diferentes para incentivar que mais pessoas trabalhem nessa área.

Cálculo da Aposentadoria de Professor

Outra grande diferença diz respeito ao cálculo da Aposentadoria de Professor. Todo professor tem o direito de se aposentar tanto por idade quanto por tempo de serviço. Quando se aposenta por tempo de serviço o professor recebe um valor proporcional. Ou seja, não recebe o salário completo, mas sim uma parcela, através de um cálculo realizado pelo Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS).

Para se aposentar com um salário melhor é preciso que você espere um pouco mais. Você pode inclusive fazer uma simulação de Aposentadoria de Professor pela internet, para ter uma ideia do valor que irá receber ao se aposentar. Além disso é possível comparecer ao INSS e solicitar um cálculo de todas as suas contribuições, para saber se você já tem direito ao benefício.

A fórmula utilizada para calcular a Aposentadoria de Professor leva em conta os seus 70% maiores salários de contribuição. Ou seja, eles somam todos os seus maiores salários recebidos durante toda a sua vida de trabalho.

O valor é dividido pelo número total de meses. Dessa forma o valor da aposentadoria de professor resultado é algo próximo do seu último salário recebido.

aposentadoria-de-professor-calculo

Aposentadoria de professor público / aposentadoria de professor municipal

Seja aposentadoria de professor público ou municipal, basicamente será quase o mesmo sistema. Claro, você deverá se atentar às regras específicas de cada ente da federação, no caso, Estados e Municípios para que possa saber com exata precisão acerca dos seus direitos.

Informe-se sobre a aposentadoria de professor público junto à área de RH do órgão ao que você se vincula.

Simulador de aposentadoria de professor

Ainda com dúvidas? Sabia que você pode fazer a simulação da aposentadoria de professor, bem como de quaisquer outras aposentadorias pela internet?

É um procedimento simples e fácil, o qual você poderá fazer do conforto do seu lar, a partir de qualquer dispositivo móvel com conexão à internet. Para ter acesso ao simulador de aposentadoria de professor acesse o site Transparência e Controladoria do Governo Federal nesse link: www.cgu.gov.br/simulador.

É um aplicativo desenvolvido pelo governo federal para que você possa simular grátis a aposentadoria de professor. Basta colacionar alguns dos seus dados como nome, RG, CPF, tempo de contribuição, tempo de serviço público e outros dados requeridos.

aposentadoria-professor-regras

Quanto mais fiéis forem as informações que você inserir no simulador de aposentadoria de professor, mais perto da realidade será o resultado. Mas, no mínimo, você poderá ter uma breve ideia do que será o valor da aposentadoria de professor, o que já ajuda a fazer uma projeção do seu futuro e da sua família.

Aposentadoria professor: é seu direito!

Agora que você já sabe como funcionam as regras da Aposentadoria de Professor e também como é feito o cálculo, está na hora de procurar saber se você já tem direito.

Não perca tempo, faça uma contagem dos anos trabalhados para saber se você já atingiu o mínimo exigido pelo governo (25 anos para mulheres e 30 anos para homens). Ou, use o simulador de aposentadoria de professor, conforme a nossa dica e tenha uma melhor ideia do que seria se aposentar.  Aposentar é um direito de todo professor!

Novo Cálculo Aposentadoria Reforma da Previdência

Reforma da Previdência Novo Cálculo Aposentadoria

Um dos assuntos mais comentados do momento é o novo cálculo da aposentadoria na reforma da previdência. Os valores tendem a piorar com a reforma, o que prejudica o trabalhador. Fique por dentro de como essa mudança afetará o seu benefício previdenciário. Descubra como funcionará o novo cálculo aplicado pelo governo.

reforma-da-previdencia-novo-calculo

Se você está se perguntando como funcionará a aposentadoria nos próximos anos, é importante se informar sobre as propostas de reforma que tramitam no país. De acordo com o texto legal, a reforma da previdência tem novo cálculo de aposentadoria. Isso significa que agora você, trabalhador, terá que esperar bem mais para se aposentar.

Essa situação tem causado apreensão, medo e muita revolta por parte dos beneficiários do INSS. Entretanto, segundo alguns especialistas, essa é uma medida que deve ser tomada em algum momento, em vista de um suposto “rombo no INSS”.

Polêmicas à parte, vamos saber mais sobre o novo cálculo da aposentadoria.

O que é o novo cálculo da aposentadoria

O novo cálculo da aposentadoria na reforma da previdência é uma medida do governo para conter os gastos. Ao pagar menos aos trabalhadores, o governo terá condições de continuar oferecendo serviços públicos.

Mas é importante que você saiba que muitos especialistas questionam essa reforma. De acordo com economistas, não há necessidade de tirar do bolso dos trabalhadores. Por isso, fique de olho!

Desde já, salienta-se que a intenção do governo era criar um limite máximo para o benefício que cada pessoa pode receber com base no novo cálculo de aposentadoria. Isso equivaleria a 50% do importe realizado como contribuição por um beneficiário.

Além disso, seria acrescido 1% a cada 12 meses de pagamento ao INSS pelo segurado, se considerado o novo cálculo de aposentadoria do INSS.

Como funciona o novo cálculo da aposentadoria

Quem sonha em aposentar cedo vai se decepcionar com a reforma da previdência. Com a mudança, a aposentadoria integral só será devida ao trabalhador que somar 40 anos de contribuição. O novo cálculo da aposentadoria pela previdência vai prejudicar muitas pessoas. Conheça agora mesmo tudo que prevê a reforma e lute para que seus direitos não sejam cortados.

Se você decidir requerer a aposentadoria mais cedo, ou seja, antes de somar 40 anos, receberá um valor mais baixo. Nesse sentido, a reforma vai acabar obrigado os trabalhadores a protelar o pedido de aposentadoria. Você terá que trabalhar muito antes de poder receber o valor integral. Isso é o que prevê a mudança no cálculo da aposentadoria pela reforma da previdência.

novo-calculo-aposentadoria-reforma-da-previdencia

Considerando que ainda não há nada que seja realmente sólido quanto ao novo cálculo de aposentadoria da previdência, é bom ficar atento para saber como isso te afeta.

Muitas pessoas entenderam que o novo cálculo da aposentadoria funcionará “para a pior” caso seja aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo Presidente da República. Mas é bom lembrar que a reforma da Previdência Social é totalmente necessária para o bom funcionamento do sistema.

Tem alguma dúvida sobre o novo cálculo da previdência social? Acesse o site do INSS e saiba tudo o que precisa saber a respeito nas novas alterações do cálculo da previdência social.

Novo Limite de Idade para Aposentadoria

Idade para Aposentadoria Novo Limite

Entenda a reforma da previdência e especificamente sobre o novo limite de idade para se aposentar. Entre as principais ideias de alterações da aposentadoria está o novo limite de idade para aposentadoria, mudança essa que está vindo das propostas do governo federal.

novo-limite-de-idade-aposentadoria

As mudanças nos direitos trabalhistas e a flexibilização da CLT estão ligadas com o novo limite de idade para que as pessoas possam se aposentar. Descubra a nova idade para aposentadoria abaixo e tenha dicas de como proceder e do que esperar a respeito das novas regras para aposentadoria do governo federal. Ainda existem muitas pessoas que estão desesperadas porque acham que vão perder seus direitos com a reforma da previdência.

Considerando a instabilidade do governo, é bom realmente ficar esperto com tudo o que sair na mídia a respeito da nova lei da aposentadoria por idade.

Infelizmente o Direito Previdenciário muda de forma assustadoramente rápida em nosso País. Em um dia as pessoas têm direitos vários e no outro isso é alterado ou modificado.

Enfim, por isso saiba tudo sobre o novo limite de idade para a aposentadoria.

Aposentadoria por idade novas regras

Sob a justificativa de um rombo existir na previdência, o governo federal está para reformar totalmente a Previdência, e isso inclui o limite de idade para aposentadoria. A atual previdência permite duas modalidades de aposentadoria:

  • a aposentadoria por tempo de contribuição
  • e a aposentadoria de idade.

A idade mínima da aposentadoria por tempo é:

  • 35 anos de contribuição para homens e
  • 30 anos de contribuição para mulheres,

Só se preencherem esses requisitos, essas pessoas poderão pedir suas aposentadorias por tempo. Alguns profissionais têm menos tempo de contribuição pois trabalham em funções de risco.

Na aposentadoria de idade, a previdência requisita idade superior a 60 anos para mulheres e 65 anos para homens, se ambos fizerem 15 anos de contribuição, podem pedir o auxílio.

A reforma que contém o novo limite de idade para aposentadoria conta que a expectativa de vida da população brasileira está crescendo e a lei está se adaptando a esta.

O foco da reforma da previdência social é a mudança nas aposentadorias por idade, postulando um novo limite de idade para aposentadoria. A mudança do limite de idade para aposentadoria será feito pelo governo Temer e está em pauta no Senado.

Com a reforma, o novo limite de idade mínima de contribuição para conseguir a aposentadoria por idade poderá ser até 25 anos. Até a decisão ser concretizada, o governo pensa em como fazer essa transição para as novas regras, pensando em exigir seis meses de contribuição a mais ao longo de dez anos.

Objetivo reforma aposentadoria

As ideias da reforma, além de trazer um novo limite de idade da previdência, prometem reduzir gastos e estender o direito à aposentadoria para gerações futuras.

O novo limite de idade para aposentadoria é de 65 anos, tanto para homens ou para mulheres. E se for aprovado, não será para todos ainda. A idade será flexibilizada para os contribuintes atuais não serem prejudicados, ou seja, o limite será gradualmente aplicado também na aposentadoria por idade. Não satisfeito, o governo de Temer ainda pretende aumentar o limite da idade para mais 5 anos, totalizando um limite de 70 anos para a aposentadoria. A mudança do limite está dentro do pacote das reformas do atual governo, que vêm mudando o sistema de relações entre empregado e empregador e busca cada vez mais flexibilizar as relações trabalhistas.

Além do novo limite para aposentadoria INSS, as reformas preveem outras mudanças, nos benefícios previdenciários por exemplo. Os benefícios pagos aos idosos e aos deficientes não seriam mais atrelados às políticas de reajuste do salário mínimo e seria alterado apenas pela inflação.

Regra Aposentadoria 85/95 – 90/100

regra-aposentadoria-85-95-90-100-inss

O novo limite para aposentadoria na Previdência Social vem com a justificativa de melhorar o rombo que o Brasil tem em sua previdência, aumentar o limite de idade para aposentar-se é ampliar e permitir que os direitos das gerações futuras sejam desfrutados como devem.

Tem dúvidas sobre os novos limites da reforma da aposentadoria proposta pelo governo federal? Então acesse o site da internet da previdência social e tire todas as dúvidas que restaram a respeito desse tema.

Não se esqueça de ficar atento para as novas regras da aposentadoria do governo, até para que possa fazer o cálculo e pedir aposentadoria proporcional, caso tenha direito e se faltar pouco tempo para você se aposentar.

As regras de transição da aposentadoria do INSS foram julgadas por muitos especialistas como injusta, em vista do tempo que requeriam de trabalho para pessoas que estariam se aposentando nos próximos anos.

Justamente em virtude de não se saber o que o governo federal proporá na reforma da previdência, ainda mais porque as questões políticas estão conturbadas e nem se sabe se o chefe do poder executivo federal permanecerá, é bom se precaver nesse sentido.

Regras de Transição Aposentadoria

Aposentadoria Regras de Transição

Veja quais são os procedimentos para entrar na Aposentadoria pelo INSS e quais são as novas regras para transição de aposentadoria, seja ela proporcional, por tempo de contribuição e por idade.

A partir que se escuta falar de rombo da previdência, uma das alternativas apresentada pelo presidente é mexer na Aposentadoria onde ele apresentou sua proposta e este ainda deve ser votado tanto na Câmera e Senado, a Aposentadoria portanto é de fato um direito adquirido de muitas pessoas, o grande temor e que possa ser algo repentino e agressivo com as pessoas que faltam pouco a chegar ao tão esperado momento de aposentar-se e desfrutar do fruto do seu trabalho.

regras-de-transicao-aposentadoria

Sendo assim a proposta do presidente prevê regra de Transição para um grupo especifico de pessoas, isto por tanto tira a duvida de muitas pessoas, isso é promulgado para prevenir grandes distorções de que as pessoas que estejam a um ou 5 anos de se aposentar precisariam em torno de 10 ou 15 anos, então, o objetivo das Regras de Transição da aposentadoria do INSS é submeter a um processo gradual da antiga previdência para a nova de maneira gradual, sem grandes impactos para a sociedade.

A quem se aplica as novas regras de transição de aposentadoria?

A regra de Transição presentada será aplicada a mulheres de 45 anos e os homens a partir de 55 anos, sendo assim os contribuintes nessa faixa etária para adquirir a Aposentadoria por tempo de contribuição assim que tenham completado o requisito da previdência antiga, deveram pagar com 50% proporcional ao tempo que faltara com a nova promulgação da reforma.

Por exemplo, se um homem de 54 anos que haja começado desde os 18 anos a trabalharem, mas teve uns anos que não teve registro somando ele atingiu 27 anos de contribuição, por tanto na antiga previdência faltariam 8 anos para atingir os 35 anos de contribuição, mas nesse caso quando for aprovada a reforma, segundo a regra de Transição devera pagar um pedágio de 50% do tempo faltante, sendo assim a metade de 8 e 4, por tanto para esse homem faltaram 12 anos de contribuição. Se faltava 8 anos na antiga previdência ele se aposentaria com 62 anos, mas com a nova ele se aposentara aos 66 anos, isso sendo a Aposentadoria por tempo de contribuição.

As Regras de Transição por idade segue da seguinte maneira, lembrando que na antiga previdência as mulheres se aposentam as 60 anos e homens a partir dos 65 anos, tendo pelo menos 15 anos de contribuição, sendo assim a regra e a mesma tendo em conta o pedágio de 50 % do tempo de contribuição que falta, sendo assim um homem que tem 62 anos e contribuiu por 12 anos sendo assim faltam 3 anos para poder se aposentar, a metade de 3 e 1,5 somando temos 4,5 anos, neste caso o homem que se aposentaria aos 65 anos na antiga previdência tendo os 15 anos de contribuição mínima, na nova previdência poderá se aposentar aos 66,5 anos, tendo que trabalhar mais 1,5 anos.

Tabela Regras de Transição Aposentadoria

tabela-transicao-aposentadoria

Todos os cálculos são proporcionais ao tempo de contribuição referenciando a idade dos contribuintes, mas ainda não estipularam o nível máximo ate quantos anos faltantes será vigorada a regra da Transição, porque proporcionalmente quando mais anos falta maior será a diferença. Para saber maiores informações, você deve acompanhar as novas regras da Reforma da Previdência Social.

Aposentadoria do Professor Novas Regras

Novas Regras de Aposentadoria do Professor

Entenda como as novas regras da aposentadoria podem prejudicar os professores da rede de ensino pública e privada. Conheça as novas regras para Aposentadoria dos Professores, e como os mesmos estão agindo devido a ela.

Vários professores estão reclamando devido a nova regra para Aposentadoria de Professores, instituída pelo governo. Estas novas regras incluem a mudança no tempo de contribuição e na idade dos trabalhadores que dão aula nos regimes de ensino fundamental e ensino médio. A maioria destas mudanças, principalmente as que envolvem a previdência com a aposentadoria, estão gerando prejuízos não somente aos professores, como também aos demais trabalhadores normais.

aposentadoria-do-professor-inss

Atualmente, os professores que trabalham tanto nos regimes público e privado possuem um regime especial de aposentadoria. Os homens podem aposentar-se com 30 anos de contribuição e 55 anos de idade, e as mulheres com 25 anos de contribuição e com 50 anos de idade. Esta forma especial de aposentadoria destinada aos professores devido ao desgaste que o trabalho de lecionar proporciona às pessoas.

Com as novas regras da aposentadoria, os professores da rede de ensino fundamental e ensino médio, terão que aposentar-se com as mesmas regras que os outros trabalhadores normais. Ou seja, com 30 anos de contribuição e 65 anos de idade para homens, e 30 anos de contribuição com 60 anos de idade para mulheres. Tal regra nova causa bastante prejuízo para os professores, os quais se exaustam devido a profissão.

novas-regras-aposentadoria-professor-inss

O que os professores fazendo com as nova regras da aposentadoria?

Muitos dos professores já se afastaram e pediram atestados anteriormente devido ao estrese que a profissão gera. Principalmente para quem trabalha no ensino fundamental. Com isso, a ideia de muitos e poder deixar a profissão e pensar em alguma opção para manter-se dispostos aos trabalhos de lição, tal como reduzir a carga horaria de trabalho em sala de aula, destinar mais tempo a atividades extracurriculares, a fim de evitar o desgaste muito cedo da profissão.

Esta novas regras da Aposentadoria dos Professores veio em conjunto com o estabelecimento da nova PEC estabelecida pelo governo Temer e que também gerou vários transtornos aos professores. Estes fizeram várias greves afim de evitar que a mesma seja autorizada, mas no início do ano o governo já estabeleceu que a nova PEC para os professores e o sistema da previdência social para que a aposentadoria seja igual ao dos demais trabalhadores.

Saiba mais sobre o assunto acessando: Reforma da Previdência, o que muda?

Muitos dos professores também estão pensando em uma nova estratégia para fugir das novas regras da aposentadoria. Caso os mesmos se aposentem hoje, poderão estar recebendo um salário de aposentadoria bem menor do que receberiam com as regras anteriores. Mas os mesmos poderão estar se desligando da profissão e tentando realizar outras atividades para contribuir com a sua renda. Para muitos esta estratégia não e a mais ideal, pois ainda estarão no prejuízo, mas com o desgaste da profissão de professores os mesmos pelo menos poderão estar descansando mais cedo.

Tabela Aposentadoria do Professor INSS

simulacao-aposentadoria-professor

Simulador Aposentadoria do INSS para Professor

Se deseja fazer uma simulação de sua aposentadoria, acesse o seguinte endereço e preencha todos os dados: www.cgu.gov.br/simulador

Aposentadoria Mista Atividade Rural e Urbana

Aposentadoria Híbrida Atividade Rural e Urbana

Entenda como funciona a Aposentadoria Mista para quem trabalhou ou irá trabalhar com Atividade Rural. As duvidas respeito à Aposentadoria Mista ou Hibrida.

A Aposentadoria Mista veio para somar aos benefícios dos trabalhadores, ainda mais agora com as cobranças das novas regras que a Previdência Social pretende incluir. Para muitas pessoas ainda ficou confuso o termo, pois a mesma trata sobre diversos assuntos e requisitos: a idade das pessoas, a Atividade Rural, a Atividade Urbana, o tempo de contribuição ao INSS, dentre outros.

aposentadoria-mista

Para que fique mais claro para todos, vamos abordar as diferenças da Aposentadoria Mista em relação à aposentadoria normal, a fim de compreender como funcionam ambos os tipos de aposentadorias, sendo a tratada atualmente como beneficio os trabalhadores rurais, e dos que desejem integrar esta atividade depois de exercerem alguma Atividade Urbana.

Aposentadoria Híbrida Como Funciona

A Aposentadoria Mista ou Híbrida serve para beneficiar as pessoas que já trabalharam com a Atividade Rural, mas que depois vieram para a cidade e começaram a trabalhar com carteira assinada, e desta forma começaram também a contribuir com o INSS para poder ter a sua aposentadoria. Como a regra geral é que as pessoas precisem contribuir 30 anos com o INSS independente da atividade: em regime CLT ou como autônomo, estes anos para a aposentadoria seriam somente 15, parte deles somados os anos em que trabalhou na zona rural, e a outra parte trabalhada na cidade.

A idade também para os beneficiários da Aposentadoria Mista é diferente: para os homens, a idade deve ser de 60 anos, e para as mulheres 55, ao contrario da aposentadoria normal, onde os homens precisam ter 65 anos e as mulheres 60, mais os 30 anos de contribuição com o INSS.

Como Funciona a Aposentadoria Mista

Para clarear ainda mais a situação, vamos mostrar um exemplo onde se aplica a Aposentadoria Mista: um trabalhador que esteve 13 anos trabalhando na Atividade Rural vem para a cidade e começa a trabalhar em regime CLT. O mesmo precisará contribuir somente 2 anos com o INSS para obter a sua Aposentadoria Mista, e completar 60 anos de idade.

aposentadoria-hibrida-urbana-rural

No momento em que o mesmo completou seus 60 anos, obteve no total 15 anos somando a Atividade Rural e urbana, o mesmo estará apto para aposentar-se. No entanto é preciso comprovar que o mesmo esteve tantos anos trabalhando na zona rural, e as formas mais comuns de comprovação é mediante o testemunho de pessoas que o conheceram durante esse período.

O mesmo equivale para mulheres, com a diferença de idade, que no caso delas a Aposentadoria Mista pode ser conseguida aos 55 anos. Esta forma de aposentadoria serviu como grande benefício para pessoas que deixaram o campo para virem até a cidade, e também para aquelas que estão deixando a cidade para trabalharem no campo. Os anos de trabalho precisam somar somente 15 anos, e os mesmos poderão estar recebendo o beneficio através do próprio INSS.

Teto Máximo INSS – Valor

Valor do Teto Máximo do INSS

Saiba qual é o valor máximo que o INSS paga para os benefícios de aposentadoria, auxílio doença, afastamento e outros. Para você que recebe altos salários, veja se é compensatório aposentar-se pelo INSS.

Para as muitas pessoas que não esperam a hora de aposentar-se e deixar de trabalhar, não vêm à hora de esse momento chegar. Mas esta realidade e este sonho apenas fazem parte dos trabalhadores que são registrado em regime CLT com valores inferiores a 5 mil reais. Para as pessoas que recebem salários maiores, quanto mais tempo puderem estar trabalhando, é melhor.

inss-teto-maximo

Isso se deve ao Teto Máximo do INSS, pago pelo mesmo no momento em que as pessoas se aposentam. Paras as pessoas que recebam salários que alcancem os 8 a 15 mil reais, o valor as aposentadoria não é algo agradável tendo em vista o valor máximo do pagamento do mesmo pelo INSS. Por isso, muitas pessoas não dão entrada ao beneficio e continuam trabalhando e contribuindo com o mesmo, até o momento em que considerarem convenientes.

Por mais que a cada ano que passa o Teto Máximo do INSS tem aumentado em relação aos anos anteriores, para muitas pessoas esta realidade ainda continua sendo insatisfatória. Muitas delas gostariam de contribuir um pouco mais junto ao INSS para que, no momento da aposentadoria possam receber o mesmo salario que receberiam se estivessem trabalhando, e o que mais entristece estas pessoas é que esse valor do teto máximo no INSS tende a cair com o passar dos anos aposentados.

Qual é o valor do Teto Máximo do INSS?

Valido apenas para pessoas que recebem mais de 937 reais, sendo um valor limite de até 5 mil reais, o valor do Teto Máximo do INSS que foi reajustado a partir do dia 1 de 2017 é de 5.531,31 reais. As pessoas que ganhem um valor maior de salario, fazem a contribuição somente do percentual referente à esse valor, para que na sua aposentadoria possam receber este salario, ou caso precisem do auxilio doença e outros benefícios do INSS.

Este valor de teto máximo de aposentadoria é colocado pelo governo para limitar a quantidade de dinheiro pago apenas para algumas pessoas, e podem distribuir melhor os valores da aposentadoria para aqueles que não recebem salários altos. Ao governo não é compensatório pagar altos salários de aposentadoria, no entanto, o valor do teto máximo é reajustado e vem aumentando todos os anos.

valor-teto-maximo-inss

Para as pessoas que recebem estes salários maiores, o valor da contribuição chega a ser cerca de 500 reais, ou seja, não importa se receba 5, 10 ou 15 mil reais de salario, seu valor de contribuição de INSS começa a ser o mesmo a partir do momento em que começa a receber o valor do salario igual ao máximo do teto pago pelo INSS.

No entanto, ainda existem muitas pessoas que se aposentam com esse valor, e acabam deixando suas vidas de milionários, pois este valor vai diminuindo ao passar dos anos e cabe a cada pessoa saber investir o valor de sua aposentadoria em mercados de constante crescimento, para não chegar no momento de receber apenas um salário mínimo.

Doenças que Aposentam por Invalidez

Quais doenças aposentam por Invalidez

Saiba quais são as principais doenças que levam as pessoas a aposentar-se. Doenças que causam a aposentadoria por invalidez.

A aposentadoria por invalidez e um benefício concedido aos trabalhadores que possuem algumas doenças relatadas pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), por consideração existem algumas que tem carências de ate 12 meses que dão direito a auxilio doença e posteriormente a aposentadoria, as doenças que dão direito a aposentadoria por invalidez se apresentam em qualquer idade e por isso o cidadão não requer ter os 60 anos como seria na aposentadoria normalmente, isso faz que os critérios a serem avaliados e essencialmente conhecer quais são essas doenças e como elas se apresentam nos estudos feitos por profissionais.

doencas-que-aposentam-por-invalidez

Lista de Doenças que Aposentam por Invalidez

Algumas dessas doenças que são mais severas tratando-se da aposentadoria podemos mencionar; a alienação mental, e caraterizada pela incapacidade de agir segundo as normas da sociedade, tais como demência, distúrbios mentais, e paranoias são umas delas; a cegueira, condição que afeta a visão, e caraterizada por incapacidade de enxergar causada por degeneração muscular, diabetes, glaucomas e cataratas; cardiopatia grave, e considerada uma doença crônica que afeta o coração deixando inapto de trabalhar ao portador, gerando cansaço, palpitações cardíacas; doenças de Parkinson, conhecida normalmente como mal de Parkinson e uma doença degenerativa ataca o sistema nervoso central de forma crônica ou progressiva, caraterizada pelos tremores de mão e pês; espondiloartrose anquilosante, esta lesão e uma das mais graves que acontece na coluna fazendo em que as vértebras se juntam umas com as outras, dores agudos muitos fortes dificultando a movimentação da coluna, uma vez contatada essa doença o portador tem passe direto a aposentadoria.

A esclerose múltipla e conhecida por ser uma doença crônica ocasionada por motivos ambientais ou genéticos onde ataca a bainha de mielina, que implica no sistema nervoso central; hepatopatia grave, doença que ataca o fígado, possuindo dois tipos de evolução a aguda ou crônica, primaria ou secundaria, ocasionando a incapacidade para o trabalho e risco a vida; paralisia irreversível e incapacitante caracteriza-se por obstrução a capacidade voluntaria de mover um músculo, levando a uma lesão destrutiva ou degenerativa da atividade motora, e dividida e subgrupos tais como paralisia isolada, periférica, monoplegia, hemiplegia, paraplegia, triplegia e tetraplegia.

aposentadoria-por-invalidez-doencas

A síndrome da deficiência imunológica adquirida ou AIDES e uma doença transmitida por relações sexuais desprotegidas, transfusão de sangue ou seringas compartilhadas, ate o momento esta doença não presenta nenhuma cura, mas pode ser controlada com uso de retrovirais, pela qual a muitos que não apresentam sintomas em que possa ser observada a simples vista, mas uma vez contatada a pessoa pode pedir o auxilio doença e posteriormente a aposentadoria.

A contaminação por radiação, onde os trabalhadores são expostos em radiação e são comprovadas por medicinas especializadas pode gerar doenças como a leucemia, ou outros canceres, na qual tendo a comprovação medica e garantido a aposentadoria, e também tem uma das doenças muito conhecida que e a tuberculoses, causada pela bactéria mycobacterium atacando diretamente e comprometendo os pulmões, gerando perda de peso e fraqueza, a tuberculose e considerado um câncer muito comum em pessoas fumantes ou que esteve exposto com produtos químicos que atingem o sistema respiratório.

PIS 2018 Consulta, Extrato, Saldo, Calendário

Consulta Calendário PIS 2018

O Programa de Integração Social – PIS proporciona ao empregado da iniciativa privada a aquisição de benefícios que foram definidos pela Lei Complementar n° 7/1970, contribuindo para com o desenvolvimento das empresas.

Compete à Caixa Econômica Federal pagar o PIS aos trabalhadores que laboraram com carteira assinada e que preenchem alguns requisitos impostos pela lei que regulamenta o pagamento do benefício PIS.

pis

​Qual a diferença entre PIS e PASEP?

Muitas pessoas se perguntam sobre a diferença entre PIS e PASEP.

Primeiramente, o PASEP, de outro lado, é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público criado pela Lei Complementar n° 8/1970. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios contribuíam para esse fundo para beneficiar os empregados do setor público.

O PASEP funciona da mesma forma que o PIS 2018, mas é relacionado aos funcionários públicos. Ou seja, o PIS é dos empregados de empresas privadas e o PASEP dos funcionários públicos. O pagamento do PASEP é feito pela Caixa Econômica Federal.

PIS Abono Salarial 2018

O PIS e o PASEP também são conhecidos como Abono Salarial e são pagos todos os anos pelo Ministério do Trabalho. Contudo, o dinheiro é repassado pela Instituição Financeira Caixa Econômica Federal.

O PIS 2018 Caixa Econômica é mais um benefício do Governo Federal visando aumentar a qualidade de vida do trabalhador, especialmente na época de crise.

Quem tem direito PIS 2018

Na forma da legislação, o PIS 2018 será pago às pessoas que preencherem algumas condições indispensáveis, como: ter trabalho ao menos 5 (cinco) anos com carteira assinada; estar trabalhando há pelo menos 30 dias no ano-base do benefício; ter ganhado remuneração de no máximo 2 salários mínimos mensais; ser cadastrado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS.

PIS 2018 Valor

O valor do PIS 2018 pode ser de 1/12 até 1 salário mínimo, dependendo dos dias trabalhados com carteira assinada pelo beneficiário.

Seguem abaixo exemplos de valores do PIS 2018 em relação

QUANTIDADE DE MESES TRABALHADAS NO EXERCÍCIO REFERENTE AO ANO-BASE VALOR DO PIS 2018
1 R$ 79,00
2 R$ 157,00
3 R$ 235,00
4 R$ 313,00
5 R$ 391,00
6 R$ 469,00
7 R$ 547,00
8 R$ 625,00
9 R$ 703,00
10 R$ 781,00
11 R$ 859,00
12 R$ 937,00

 

pis-calendario

 PIS 2018 Calendário

O calendário para pagamento do PIS é divulgado pela internet e em diversos meios de comunicação.

Fique atento! Caso você perca o prazo perderá o valor do PIS 2018, já que o dinheiro é disponibilizado somente em determinado período. Não há como resgatá-lo depois do prazo máximo.

Segue abaixo o Calendário de pagamento PIS 2018 para que você não perca nenhuma data e possa usufruir do seu benefício garantido por lei.

CALENDÁRIO PIS 2018
PAGAMENTO DO PIS 2018 – CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Data do aniversário do beneficiário: Data em que o dinheiro estará disponível: Poderá sacar até o seguinte dia:
Julho 27/07/2017 29/06/2018
Agosto 17/08/2017 29/06/2018
Setembro 14/09/2017 29/06/2018
Outubro 19/10/2017 29/06/2018
Novembro 17/11/2017 29/06/2018
Dezembro 14/12/2017 29/06/2018
Janeiro/Fevereiro 18/01/2018 29/06/2018
Março/Abril 22/02/2018 29/06/2018
Maio/Junho 15/03/2018 29/06/2018

 

Saldo PIS 2018 Consulta

A consulta do saldo PIS 2018 pode ser feita a hora, o dia e no local que você quiser, bem como do conforto do seu lar.
Muitas vezes os bancos têm atendimentos demorados e por isso muitas pessoas deixam de receber ou de consultar seus benefícios por esse motivo.

Fazendo o cadastro que já mencionamos, é perfeitamente possível consultar o saldo PIS pela internet, usando a senha que você cadastrou.

É importante que você sempre monitore os prazos para não perder dinheiro!
Veja abaixo diversas maneiras para que possa ver o saldo PIS 2018 do seu Abono Salarial 2018. Existe opções de consultas desde pela internet, agências ou pelo telefone da Caixa Econômica Federal.

pis-consulta

Consultar PIS 2018

Há várias formas para consultar o PIS 2018.

1°: Consultar PIS na internet: Faça o cadastro no Portal do Benefícios Sociais Caixa (só funciona com o navegador Internet Explorer): https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/. Depois insira o número do NIS (está na Carteira de Trabalho e Previdência Social, na segunda folha, junto com a fotografia), crie uma senha e pronto! Já poderá fazer consulta online do PIS 2018.

2°: Consultar PIS na agência da Caixa Econômica Federal mais próxima: leve seu número NIS e um documento oficial de identificação em bom estado. Se tiver o cartão cidadão é mais rápido e prático ainda. Nos caixas de atendimento você poderá ver o saldo do PIS 2018.

Consultar PIS por telefone: A Caixa Econômica Federal disponibiliza um canal de atendimento para consulta do PIS, no telefone 0800-726-0101.

A ligação é grátis, ou seja, você não pagará absolutamente nada para consultar seu PIS por telefone.

Não deixe de receber seu benefício. O PIS 2018, também chamado de Abono Salarial, é seu direito! Saiba mais e faça a consulta do saldo acessando www.pis.net.br

Como se aposentar com o teto máximo do INSS

O que é o teto Máximo do INSS e porque ele existe?

Esta resposta é bem simples: o teto máximo nada mais é do à quantia máxima que você irá receber ao se aposentar.

inss-teto-maximo-1

O Brasil é um país em constante crescimento, com isso temos muito aposentados e imagine o quanto custa para o Estado pagar essas pessoas conforme seus salários que eram recebidos. Infelizmente o que temos hoje é o resultado de uma má administração que vem se alastrando por muitos anos, o que obrigou o Governo a mudar as propostas de aposentadoria de todos.

Antes de continuarmos é importante dizer que existe o piso, que é o valor mínimo, e o teto, que é o valor máximo.

Atenção: Os recolhimentos que foram efetuados em Janeiro deste ano eram relativos aos salários de dezembro do ano passado, por isso seguiam a tabela anterior.

O teto máximo na Previdência Social

Atualmente o limite máximo é de R$5,5 mil, mas para receber este valor é um pouco complicado.

A forma mais simples é contribuir com 11% (onze) do teto para o INSS no mínimo em  80% de toda sua carteira de trabalho. Com esse reajuste esses 11% representa algo em torno de R$ 560 mensais. Lembrando que esses valores todo ano são atualizados e você deverá consultar o valor do ano vigente.

De forma simples, os trabalhadores que só passaram a receber altos salários após um momento determinado, seja por causa de uma graduação ou uma promoção, não vão poder receber o valor máximo de sua aposentadoria porque não conseguiram contribuir com esses 80%. Recentemente também temos a inclusão os trabalhadores domésticos, avulsos (ou dos autônomos) junto dos trabalhadores daqueles que possuem uma carteira assinada.

teto-maximo-inss

Vale apenas contribuir para a aposentadoria no INSS?

Quem diz que não vale a pena, está equivocado, vale a pena sim. Entretanto vai exigir de você uma disciplina financeira praticamente impossível dada às condições atuais no Brasil, uma vez que ninguém sabe ao certo se seu emprego estará lá no mês que vem.    

Afinal, vamos ser francos, o estado atual do Brasil não está nada fácil e convidativo, desemprego, falta de estrutura e educação estão no topo da lista de problemas seguidos de vários outros de igual dor de cabeça. Muitos especialistas hoje afirmam que é melhor buscar outras formas de completar a renda quando se aposentar como o tesouro direto ou a previdência privada.

Caso você opte por uma previdência privada, lembre-se de ficar atento a:

  • Planos de previdência privada que lhe são oferecidos;
  • Saber até que idade pretende trabalhar;
  • Ficar de olho em a onde seu dinheiro está sendo aplicado.

Outra dica para uma aposentadoria feliz é contribuir o máximo possível, mesmo se você não puder dar o valor máximo, mas que consiga ter uma quantia e mantê-la por bastante tempo.

Tabela Teto Máximo INSS

inss_tabela

Lembrando que essa tabela é atualizada ano a ano, portanto você deve confirmar as alíquotas.

Cálculo de Aposentadoria INSS – Simular

Simular Cálculo de Aposentadoria INSS

Com as mudanças da reforma da previdência está confuso (a) se tem direito já a aposentadoria?  O Governo Federal através da Previdência Social disponibiliza no site desta última a possibilidade do trabalhador fazer a simulação da aposentadoria, quanto tempo falto para se aposentar e o valor do seu benefício, a seguir confira como fazer uma simulação de aposentadoria do INSS.

simular-aposentadoria-inss

Para saber os cálculos do valor do benefício e se tem direito a aposentadoria através do site da previdência social é necessário ter em mãos a carteira de trabalho, carnês e demais comprovantes e pagamentos do INSS.

No site da Previdência há dois campos diferentes sobre a aposentadoria: o trabalhador escolhe entre calcular o tempo de contribuição e calcular o benefício. Além destas informações outras o site informa: simulação do valor do benefício (é necessário informar todas as contribuições após julho de 1994 em diante); é informada também a validade da simulação e que a mesma não possui efeito legal e nem garante o benefício. É apenas uma simulação.

Como Fazer Simulação de Aposentadoria do INSS?

O passo a passo da simulação é o seguinte: no site da previdência social você visualizará a seção “Benefícios da Previdência Social” e nesta seção você poderá selecionar entre auxílios, pensões e aposentadorias. Selecionando esta última haverá um simulador de aposentadoria do INSS que como informado tem a opção de fazer a simulação do tempo de contribuição e a simulação do valor do benefício.  Essas opções são mais apropriadas para trabalhadores da iniciativa privada.

Quanto à reforma da previdência social há algumas mudanças substanciais quanto à aposentadoria e como será daqui pra frentes entre as gerações que estão começando no mercado de trabalho. A reforma da previdência estabelece uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria tanto para homens e mulheres e a proposta da reforma ainda está para ser aprovada e, se isso ocorrer vai atingir não somente trabalhadores da iniciativa privada como também dos setores públicos. Além da idade mínima para se aposentar o tempo de contribuição será de 49 anos se quiser receber o benefício de forma integral (que corresponde a 100% do benefício de direito de cada trabalhador.

calculo-aposentadoria-inss-simular

Estas mudanças na reforma da previdência ocorreram frente à crise da previdência social que não está conseguindo atender os aposentados. As mudanças no INSS e a forma de prestação continuada da previdência vai representar uma economia de cerca de R$ 60 bilhões.

Com a reforma algumas mudanças são significativas: a soma da idade e tempo de contribuição devem somar 65 anos para homens e mais de 50 anos para mulheres com a idade de mais de 45 anos; os trabalhadores rurais passarão a contribuir ao INSS e se aposentar a partir dos 65 anos e com 25 anos de contribuição (hoje estes trabalhadores se aposentam com 55 anos mulheres e 60 anos homens e precisam comprovar 15 anos no mínimo de trabalho no campo); o tempo de contribuição passa a ser de 25 anos; os servidores públicos que antes da reforma tinha um regime próprio da Previdência Social, com a reforma não terá mais e se igualará ao servidor da iniciativa provada; quem não entra neste quadro de mudanças são os militares quem continuará recebendo por enquanto os benefícios e regime próprio de aposentadoria.

Em caso de dúvidas a Previdência Social disponibiliza Central de atendimento da Previdência Social pelo telefone do INSS número 135 (horário de atendimento de segunda a sábado das 7h às 22h horário de Brasília).

Aposentadoria do Trabalhador Rural INSS

Trabalhador Rural – Como aposentar no INSS

Podemos ver a grande luta dos trabalhadores rurais para ter sua aposentadoria do INSS liberada, pois é preciso iniciar um processo, para constatar todas as normas pedidas pela previdência social. Têm direito ao benefício os trabalhadores urbanos do sexo masculino a partir dos 65 anos e do sexo feminino a partir dos 60 anos de idade. Os trabalhadores rurais podem pedir aposentadoria por idade com cinco anos a menos: a partir dos 60 anos, homens, e a partir dos 55 anos, mulheres.

trabalhador-rural-aposentadoria

Para ocorrer o esperado pelo trabalhador rural, é preciso comprovar todas as necessidades da previdência Social, pois é indispensável à testemunha presente, o trabalhador rural deve comprovar o efetivo exercício de atividade rural, ainda que de forma descontínua, no período imediatamente anterior ao requerimento do benefício, por tempo igual ao número de meses de contribuição correspondente à carência do benefício pretendido, computado o período  a que se referem os incisos III a VIII do § 9o do art. 11 desta Lei.

Requisitos aposentadoria rural

Para se aposentar, além da idade, é necessário que o trabalhador rural comprove que trabalhou durante no mínimo 180 meses (15 anos). Para comprovação da atividade rural em regime de economia familiar é necessária uma prova documental. Você pode usar documentos como o CTPS, o contrato de arrendamento, parceria ou comodato rural, declaração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, algo que comprove seu cadastramento no INCRA, além de notas fiscais de entrega de mercadoria agrícola já que são admitidos como prova de atividade rural.

Documentação aposentadoria rural

É necessário ter em mãos o CPF, carteira de trabalho além dos carnês de contribuição ao INSS, documentos que provem a condição de segurado especial como dito anteriormente.

Para dar inicio ao processo de aposentadoria, agende um horário no site do INSS.

  • Após entrar no site, selecione o serviço desejado, no seu caso procure por “Aposentadoria por idade rural (atendimento presencial – agendamento)”.
  • Após selecionar esta opção, a página irá se atualizar e te dará algumas informações importantes e que você deve seguir até o dia do atendimento presencial.
  • Após ler os dados, preencha o campo de texto com a imagem referente ao balão de caracteres, prossiga em “Ok”.
  • Agora é necessário informar alguns de seus dados pessoais, tais como o CPF, a data de nascimento, além do seu nome completo.
  • No cadastro de agendamento ainda é pedido uma forma de contato, você deve deixar o número de telefone móvel ou fixo ou também o seu endereço eletrônico (e-mail).
  • Agora, você precisará enviar a documentação pedida no final dos termos em que você leu.
  • Neste passo, você selecionará a unidade mais próxima do serviço de você.
  • Agora você terá de confirmar seu requerimento e após isso você terá em mãos o comprovante do requerimento, é importante imprimi-lo.

Feito isso, você estará com data, hora e local do agendamento para dar-se inicio a sua aposentadoria.

trabalhador-rural-previdencia-social

Os documentos elencados nesse rol de início de prova material são o RG, CPF, Certidão de Casamento, Certidão de Óbito, Carteira de Trabalho, Atestado Médico, Título Eleitoral, Certidão de Reservista, Certidão de Nascimento dos filhos, Lembrança da Comunhão, Histórico Escolar, Certidão de Conclusão de Curso Primário, Contrato de Arrendamento Rural, Certidão do INCRA, Escritura Pública, Ficha de Sócio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Notas de Produtor Rural, Guias de Recolhimento do ITR e CCIR, entre outros.

Se você se encaixa nas normas de aposentadoria Rural, passe a se informar em uma das agencia mais próxima de você da Previdência Social, e assim você poderá ter acompanhamento diário pelo site da previdência Social, de como resolver suas duvidas sobre sua aposentadoria.

Simulação Aposentadoria – Calcular

Calcular Aposentadoria do INSS – Fazer Simulação Online

Veja quanto tempo falta e qual o valor que irá receber quando chegar à sua sagrada aposentadoria pela internet! Ansioso para saber quando poderá se aposentar?

Muitas pessoas ainda não querem ouvir falar de aposentadoria, mas a grande maioria dos brasileiros esperam poder chegar até lá e receber o tão valioso direito pelo qual começam a pagar logo desde cedo. A partir dos 16 anos, todos os brasileiros contratados em regime CLT, e aqueles que trabalham de forma autônoma, obrigatoriamente precisam pagar o INSS, o qual será destinado à Previdência Social e poderá receber após os 30 anos de contribuição.

simulacao-aposentadoria-inss

Quem está chegando próximo à este período, já contribuiu com quase todos os anos, está ansioso para saber quanto tempo falta para aposentar-se. Não somente com relação ao tempo, como também em relação ao valor da aposentadoria que irá receber quando este momento chegar. Este valor irá variar dependendo de quanto o colaborador contribuiu ao longo de todos estes anos, e se o mesmo chegou a contribuir todos os meses.

Para solucionar a ansiedade de muitos, existem inúmeras ferramentas na internet na qual o colaborador pode fazer a Simulação de Aposentadoria. Porém a mais confiável é o da própria Previdência Social. Por mais que as informações que nela estão disponíveis não possuem punho legal, as pessoas podem ter uma ótima base de quanto falta fazendo o calculo da aposentadoria, e qual o valor exato que irão receber pelo INSS ao completar os 30 anos de contribuição.

Simular aposentadoria INSS

Para as pessoas que estejam interessadas em fazer um cálculo do valor que você ira receber pela sua aposentadoria, agora você pode realizar uma simulação que vai permitir você saber as informações relativas a aposentadoria, segundo os seus anos de trabalho efetivo.

Para simular o calculo de sua aposentadoria no INSS você tem que se dirigir ao site do Ministério da Previdência Social no endereço www.previdencia.gov.br.

inss-simulador-aposentadoria

Entrando no site da previdência você vai logo visualizar a seção de “Benefícios da Previdência Social”. Ali vai poder selecionar entre Aposentadorias, Auxílios e Pensões. Uma vez que você chegar na página do simulador de aposentadoria do INSS, o site tem disponibilizado duas opções para você conferir. A primeira vai permitir você fazer o cálculo com uma simulação da contagem do tempo de contribuição. A segunda opção vai permitir você fazer uma simulação do valor do beneficio de acordo com a Lei numero 9.876 de 29/11/99.

Tome em consideração que essas opções são especificamente para trabalhadores da iniciativa privada.

O que você possivelmente está se perguntando e como vai fazer uma pessoa que não trabalha nem nunca trabalhou na área privada, para calcular sua aposentadoria. Bem, isso não e um problema sem solução. Já no ano 2008, o CGU ou Controladoria-Geral da União tem lançado um sistema que funciona de forma similar ao do Ministério da Previdência Social, porém é dirigido especialmente aos benefícios que o servidor público vai perceber uma vez que acabe sua carreira como trabalhador, seja profissional ou não.

Simulador de Aposentadoria INSS online

O sistema também permite fazer uma simulação da aposentadoria, calculando quanto tempo falta para o trabalhador ter direito ao beneficio da aposentadoria, ou indicar diretamente se o servidor público já tem esse direito atualmente. Os cálculos são aparentemente confiáveis, baseados em informações varias sobre a pessoa, como a sua idade, tempo de contribuição e tempo no cargo. Então já sabe, se você é servidor público, pode acessar a esse sistema de simulação de sua aposentadoria, atual ou futura, acessando o site www.cgu.gov.br/simulador.

Como fazer a Simulação de Aposentadoria pela internet passo a passo

Para que as pessoas possam calcular o tempo de contribuição na sua conta do INSS, é preciso primeiramente acessar a página na internet: http://sibe.INSS.gov.br/PortalSibeInternet/pages/compdir/principalsimuladormanual.xhtml#sibeserá preciso fornecer algumas informações principais para o seu acesso, tais como o numero do seu PIS. Esta é a primeira informação exigida pelo site no momento de fazer o calculo da aposentadoria. Em muitos casos, muitas pessoas possuem mais de um numero de PIS, o qual pode gerar problemas futuros, pois parte da contribuição do INSS pode ter sido depositada em contas diferentes.

previdencia-social-simulacao-aposentadoria

Caso esta situação aconteça com você, é preciso entrar em contato imediatamente com a equipe da Previdência Social, para que os mesmos possam fazer a unificação do PIS, o que seria basicamente juntar todas as contas de PIS que possui separadas, para poder fazer corretamente a Simulação de Aposentadoria no site e receber o seu beneficio ao completar os 30 anos de contribuição.

Já para saber o valor da aposentadoria, é preciso acessar o link https://sipa.INSS.gov.br/SipaINSS/pages/conrmi/conrmiInicio.xhtml e nessa parte novamente serão exigidas várias informações pessoais, e principalmente sobre os recebimentos obtidos em seu tempo de carteira assinada. Por isso, antes de consultar o site, é recomendável ter todas estas informações em mãos, tais como holerites e a carteira de trabalho.

Desta maneira fica fácil para todos fazer a Simulação de Aposentadoria! Caso ainda tenha dúvidas referente ao assunto, entre em contato pelo telefone 135, que os agentes da Previdência Social poderão fazer o calculo para você.

Aposentados do INSS

INSS Aposentados

Se você tem direito à aposentadoria do INSS, mas está preocupado que essas mudanças possam interferir para você, saiba que tudo vai depender do que for aprovado pelo Poder Legislativo e, depois, pelo Presidente da República.

Infelizmente, o atual panorama do Brasil é o seguinte: muitos jovens, adultos e idosos e poucas crianças e adolescentes. Mas por que isso é relevante para a aposentadoria, benefícios e pensões concedidos pelo Governo?

aposentados-do-inss1-300x242

A aposentadoria no INSS é um direito conquistado pelo trabalhador devido aos seus anos de trabalho em que contribuiu com a previdência. Quando se aposenta, a pessoa tem direito a receber determinado valor por parte do governo, dependendo do motivo da aposentadoria e do tempo de carteira assinada que a pessoa tem, ou seja, quantos anos contribuiu.

Aposentadoria da Previdência Social

Já está liberada a lista da revisão de teto que irá dar reajustes de valores de até 117 mil beneficiados, então se você é pensionista ou aposentado do INSS, não deixe de conferir para saber se você é um dos contemplados.

Desde agosto está liberado o aumento de 239 reais. Mas os beneficiários devem consultar toda a documentação para ter certeza de que está tudo certo ou de que não estão sendo prejudicados.

A aposentadoria no Brasil ainda é algo precário, porém funciona e todos os inválidos, idosos ou pessoas com doenças degenerativas ou psiquiátricas tem esse direito garantido por lei. Mas ainda assim o valor de aposentadoria é baixo no Brasil a não ser que você contribuiu com parcelas extras para complementar a sua aposentaria ou ganhava um salário muito alto.

Com o tempo a aposentadoria tende a desaparecer, pois ela é sustentada pelos impostos pagos com o trabalho dos jovens. Mas os idosos estão aumentando muito, o que quebraria a economia caso fosse mantido o atual modelo de aposentadoria que está passando por reformas afim de evitar o pior. Então deve-se aumentar os impostos para suprir o desfalque de jovens que devem pagar mais e mais para se aposentar no futuro pelo INSS.

Se você deseja acompanhar as últimas noticias sobre os aposentados do INSS e ficar pode dentro das novas leis, tabelas de pagamento e muito mais é só acompanhar o site.

Reforma na Previdência

A Previdência Social funciona com base em um princípio chamado de “Princípio da Solidariedade”. O que isso quer dizer? Quer dizer que aquelas pessoas que estão trabalhando pagam, com suas contribuições mensais, a aposentadoria de quem já está aposentado.

reforma-da-previdencia-aposentados

Tecnicamente, o dinheiro entra na conta da Previdência Social e já sai, com o pagamento das aposentadorias. A ideia desde a criação da Previdência Social era de que esse dinheiro tivesse algum rendimento. Entretanto, na situação atual, nem sequer há tempo de fazer isso.

Porém, esse desequilíbrio entre o número de pessoas que trabalham com as já aposentadas está fazendo com que o Governo Federal tenha que retirar dinheiro de outros lugares para pagar as aposentadorias do INSS.

Só que são milhares de brasileiros que recebem benefícios, pensões e aposentadorias, o que equivale a milhares de reais todo o mês. Se o crescimento populacional continuar assim, vai chegar um momento em que a Previdência Social e nem sequer o Governo vai conseguir pagar as aposentadorias INSS, pois seriam muitas pessoas aposentadas para poucas pessoas contribuindo, ou seja, fazendo o dinheiro da Previdência Social “circular”.

Muitas pessoas se dividem sobre esse assunto, pois acreditam que o Governo poderia economizar em outros lugares, sem alterar as regras, que já são um pouco duras, para que uma pessoa consiga se aposentar pelo INSS.

Aliás, conseguir empregos formais, ou seja, com carteira assinada e que dão direito a todos esses benefícios do INSS não é muito fácil, especialmente diante da crise que assola o Brasil nesse momento, o que leva muitas pessoas a fazerem os chamados “bicos”, que são trabalhos informais que geralmente não trazem quase nenhum benefício trabalhista, muito menos aposentadoria integral, aposentadoria parcial, auxílio-doença, seguro desemprego e muitos outros.

Assim, muitas pessoas deixamde pagar o INSS.

Desse modo, considerando também a expectativa de vida das pessoas, que aumentou nos últimos anos, o Governo considera que as pessoas podem trabalhar mais e, por isso, uma reforma é necessária para estabilizar as contas públicas.

Agora que você já entendeu os motivos do Governo, não deixe de pedir a aposentadoria do INSS caso preencha os requisitos e queira solicitar.