Diabetes tem direito a aposentadoria do INSS?

Aposentadoria do INSS para diabéticos

Milhares de pessoas são acometidas por diabetes, mas será que é possível se aposentar por diabetes no INSS?

diabetes-tem-direito-aposentadoria-inss

Diabetes e aposentadoria

A diabetes pode ser uma doença extremamente incômoda e debilitante. Isso porque quando ela alcança graus elevados, pode realmente incapacitar a pessoa para realizar outras atividades.

E é aí que o diabético pode pedir auxílio doença. E se essa incapacidade permanecer por algum tempo? Aí é possível aposentadoria INSS para diabético, como veremos melhor adiante.

Aposentadoria por invalidez de diabético: é possível

A aposentadoria por invalidez de diabético é possível desde que haja incapacidade permanente para laborar. Caso a pessoa ainda esteja trabalhando, o benefício da aposentadoria por invalidez não será dado.

Se o perito constatar que há chances de recuperação, por exemplo, ele dará auxílio doença para diabético, mas não aposentadoria por invalidez.

Quanto tempo para conseguir aposentadoria para diabético?

É bem difícil que o INSS ou juízes deem aposentadoria por invalidez para diabético logo no começo do tratamento. Em verdade, algum tempo é preciso para verificar como a doença se agrava (ou não).

Como pedir auxílio doença INSS diabetes?

Primeiro, a pessoa terá que pedir auxílio doença para diabetes. Depois, caso a doença se torne insustentável poderá passar por nova perícia e pedir aposentadoria para diabético INSS.

De qualquer modo, é preciso provar:

  • Contribuições para o INSS antes de ter diabetes ou ela se agravar
  • Ter pelo menos carência de 12 meses de contribuições.
  • Comprovação da doença por perícia do INSS e da data da incapacidade total para trabalhar

Servidor público pode se aposentar por diabetes?

Servidor público pode se aposentar por diabetes, mas nesse caso esse tipo de aposentadoria não é benéfica, pois ele só vai receber o valor proporcional ao tempo trabalhado.

diabetes-aposentadoria-auxilio-doenca-inss

Como pedir aposentadoria por diabetes?

Para fazer o pedido de aposentadoria por diabetes você pode fazer agendamento de perícia pelo telefone 135 do INSS, pela internet ou diretamente na agência do INSS.

Caso seja concedido auxílio doença, você começará a receber a partir do dia em que for afastado, mas terá que agendar a perícia do INSS em até 30 dias depois.

No caso de quem tem carteira assinada, receberá 15 dias pela empresa e os demais pelo INSS.

INSS e tratamento para diabetes

O INSS não trata a diabetes. Ele apenas concede o benefício para que a pessoa possa ter alguma renda e continuar se tratando. Se precisar de auxílio, procure o SUS.

Tirou todas as suas dúvidas sobre se quem tem diabetes tem direito a aposentadoria do INSS? Caso tenha restado alguma questão que não dissemos, procure auxílio no INSS.

Não deixe de procurar os seus direitos e agende uma data de perícia no INSS. Tente levar o máximo de documentos que puder para que possa comprovar a sua situação e, ainda, não deixe de contribuir para o INSS. Esse é um auxílio indispensável nos momentos de dificuldade e que realmente pode fazer a diferença na sua vida.

Deficiente físico tem direito a aposentadoria do INSS?

Aposentadoria de deficiente físico

A dúvida de muitas pessoas se dá em relação à aposentadoria de deficiente físico. Será que ela é como todas as outras do INSS? Leia mais para tirar suas dúvidas.

deficiente-fisico-tem-direito-aposentadoria-inss

Como funciona a aposentadoria de deficiente físico?

A Lei Complementar 142/2013 diz que as pessoas com deficiência poderão se aposentar, com:

  • 60 anos, se homem.
  • 55 anos, se mulher.

A aposentadoria para pessoa com deficiência pode variar, a depender do grau de deficiência que for diagnosticada pelo perito do INSS.

As deficiências podem ser as mais variadas, como

  • Intelectual
  • Física
  • Auditiva
  • Mental
  • Visual

Quem tem direito à aposentadoria de pessoa com deficiência física?

Qualquer pessoa que tenha deficiência pode pedir aposentadoria para deficiente no INSS. Tudo vai depender da perícia do INSS.

É preciso:

  • Contribuir com a previdência social
  • Ter a deficiência constatada a partir de 4/12/2013 – que é a data da lei.
  • Ter pelo menos 60 ou 55 anos, para homem e mulher, respectivamente

No caso da aposentadoria por tempo de contribuição, é preciso, também:

  • Ter deficiência por no mínimo dois anos da data do agendamento.
  • Ter contribuído com o INSS por pelo menos 180 meses antes do pedido
  • Provar o tempo contribuído.

Tudo vai variar também conforme o grau de deficiência:

  • Leve: pelo menos 28 anos (mulher) ou 33 anos (homem) de contribuição.
  • Moderada 29 anos (homem) ou 24 anos (mulher).
  • Grave: 25 anos (homem) e 20 (mulher).

Cálculo aposentadoria de deficiente

Se há outro tipo de deficiência, é possível calcular o tempo de aposentadoria para deficiente no próprio site do INSS.

O segurado tem direito à aposentadoria por tempo de contribuição, desde que contribua facultativamente.

O que é considerado para aposentadoria de deficiente INSS?

É considerado o tipo de deficiência, quais as barreiras para o trabalho e o que isso influencia para que a pessoa não possa trabalhar.

aposentadoria-deficiente-fisico-por-idade

Qual a diferença entre doença e deficiência para aposentadoria INSS?

A doença é algo temporário. Já a deficiência é quando há incapacidades que tragam prejuízos para que uma pessoa possa se inserir totalmente na sociedade.

Diferença aposentadoria pessoa com deficiência e aposentadoria por invalidez

No caso da aposentadoria por invalidez, a pessoa acaba tendo uma limitação de uma hora para a outra e sequer consegue mais trabalhar para atingir o tempo e a idade requeridas para aposentadoria de deficiente do INSS.

Desse modo, há uma grande diferença entre aposentadoria de deficiente físico e aposentadoria por invalidez. Isso porque o deficiente físico pode ter condições de trabalhar, já quem apresenta invalidez, em regra, sequer consegue continuar trabalhando.

O benefício da aposentadoria de deficiente físico é se aposentar mais cedo.

Contato aposentadoria deficiência INSS

Como se viu, a aposentadoria do INSS para deficiente físico ou com outras limitações é diferente em diversos aspectos da “comum”.

Assim, para pessoas com deficiência que mencionamos acima, para que possam pedir aposentadoria de deficiente físico no INSS, devem entrar em contato pelo telefone 135, pelo site do INSS ou fazer o agendamento para comparecer em agência do INSS.

Novas Regras para Aposentadoria

Novas regras para aposentadoria do INSS

A aposentadoria é um direito de todas as pessoas que trabalham duro para garantir seus direitos. E este ano, os aposentados viram algumas novas regras da aposentadoria na forma como eles irão receber seu benefício. Mas avisamos logo aos trabalhadores comuns, que estas novas regras valem apenas para os servidores civis da União. Ou seja, apenas para os funcionários que entram no serviço público. Nas novas regras, quem é servidor público não ganha mais a aposentadoria integral. Se esta pessoa deseja receber acima do teto previdenciário, ela vai ter de fazer uma contribuição para a previdência, à parte da que já faz para a aposentadoria.

funpresp-novas-regras-aposentadoria

Novas regras para aposentadoria integral INSS

A Lei n° 13.183/2015, que trouxe a Regra do 85/95 Progressiva, também estipulou que até o último dia de dezembro de 2019, imperará a mencionada regra para aposentadoria integral por tempo de contribuição INSS.

A partir daí, caso se queira afastar o fator previdenciário, a soma de idade e contribuição deve ser de 86 para mulheres e de 96 para homens.

Segundo a lei, o aumento nessa conta vai ocorrer até o ano de 2026, quando atingirá o máximo de 90 para mulheres e de 100 para homens.

Fique atento aos seus direitos e pense bem sobre a aposentadoria integral INSS, ainda mais em vista das próximas alterações que o Governo Federal pretenderá fazer na chamada Reforma da Previdência Social. Verifique se não é mais vantajoso para você, por exemplo, optar pela aposentadoria proporcional INSS.

Para entender melhor como irá funcionar a nova aposentadoria, os servidores públicos que desejarem receber um valor acima deste na sua aposentadoria integral, deverão fazer um fundo de previdência complementar, pagando um valor extra a partir dos 35 anos de contribuição pré-estabelecidos.  Desta forma, para formar esse fundo complementar, foi criado a Funpresp. A Funpresp terá três segmentos, um legislativo, um executivo e um judiciário. Cada qual para a sua área de serviço público da união.

Como ficam a partir de agora, a aposentadoria? Atualmente o servidor público contribui com 11% de seu salário e o servidor da união com 22%. Os aposentados anteriores a 2003 irão receber o salário integral. Para os ingressos após 2003, o valor é calculado sobre 80% do valor de suas maiores contribuições. Basicamente, a porcentagem de contribuição não muda, mas o valor não poderá passar do teto de R$3900. Para receber acima desse valor, deverá se fazer o fundo complementar. No prazo de 6 meses, todos os órgãos da união deverão criar as entidades responsáveis por gerir o novo fundo complementar. Estes terão um prazo de 8 meses para entrar em funcionamento. Confira maiores detalhes, com as novas regras de acordo com a Reforma da Previdência.

aposentadoria-inss-novas-regras

Novas regras para aposentadoria por tempo de contribuição

As novas regras aposentadoria INSS funcionam assim: o cálculo é feito somando a idade e o tempo de contribuição do cidadão. Estabelecida nova regra para os cálculos de aposentadoria do INSS, agora será levado em consideração a quantidade pontos alcançados de idade mais o tempo de contribuição do segurado.

Além desta soma dos pontos, também se faz preciso cumprir a carência que é de, no mínimo, cento e oitenta meses de contribuição para a concessão do benefício de aposentadoria.

Se atingidos os pontos, o benefício é concedido de forma integral, sem aplicação de fator previdenciário. Essas são as novas regras para se aposentar INSS.

Novas regras para aposentadoria

Até o final do próximo ano, para aposentar-se por tempo que contribuiu, se o segurado for homem, terá de somar 95 pontos, e se for mulher, 85 pontos. Depois disso, a somatória da idade e do tempo de contribuição deverá ser de: 86 se for mulher e 96 se for homem.

Esses números de pontos irão progredindo até que, segundo a Lei, até 2026, quando a soma deverá ser de 90 pontos se for para mulheres e 100 se for para homens.

Nova Lei de aposentadoria

Segundo a nova lei de aposentadoria INSS, então quer dizer que mulheres só vão se aposentar com 85 anos e homens com 95 anos? Não! Não é assim. Esse é o número de PONTOS que deverão alcançar para receberem o benefício integralmente.

Esses pontos são calculados somando a idade e o tempo de contribuição com o INSS. Por exemplo, Maria que tem 53 anos, trabalhou durante 32 anos, a soma dos dois números dará 85, logo, tem direito à aposentadoria.

Concessão de aposentadoria por tempo de contribuição

Mas se aposenta por tempo de contribuição somente quem atingir os 85 ou 95 pontos? Não, no caso das mulheres são necessários 30 anos de contribuição, e 35 para os homens.

A nova regra de cálculo INSS é só uma opção que facilita o afastamento do fator previdenciário, mas mantém a carência de cento e oitenta meses de contribuição para as demais modalidades de aposentadoria. Sendo assim, caso a pessoa queira se aposentar antes de completar os pontos necessários, o valor do benefício sofrerá uma grande redução no valor.

tabela-novas-regras-aposentadoria

Aposentadoria por idade reforma INSS

Hoje em dia, portanto, não existe uma regra que dite com que idade você pode se aposentar portempo de contribuição ao INSS. A nova regra não estingue nenhuma norma do fator previdenciário, apenas sugere uma outra forma de realizar os cálculos parar conceder benefícios, logo, o fator previdenciário continua em vigor!

Novas regras para aposentadoria por idade

E para quem já é aposentado, o que muda? Não muda absolutamente nada para quem é segurado aposentado do INSS. Assim como quem se aposentou há pouco tempo, não pode pedir nenhum tipo de revisão de seu benefício por causa da mudança de regras.

Nova Lei da aposentadoria

A nova lei da aposentadoria foi implementada uma vez que diversos países estão revendo seus modelos de previdência vistos a expectativa de vida e veloz transição demográfica que estão passando.

As pessoas estão recebendo os benefícios da aposentadoria por um tempo maior, vivendo por mais tempo. O que, consequentemente, aumenta os gastos e custos da previdência.

Ao mesmo tempo, inclusive, a taxa de fecundidade brasileira está caindo, o que quer dizer que logo, haverá menos contribuintes para cada idoso que recebe o benefício.

Em verdade, ainda não foi fechado o tema dessa discussão sobre mais novas regras INSS. O Governo montou um fórum com a presença de aposentados, trabalhadores ainda em atividade, empregadores e pensionistas para prosseguir debatendo. Isso é de extrema importância para nossas vidas e para o País.

Sistema de pontos INSS

Porque o sistema de pontos INSS vai aumentando com o passar dos anos? Porque ele foi estudado de maneira que fosse se ajustando com a expectativa de vida e não fosse estático. Inclusive, assim, evita-se um susto ou mudanças bruscas no futuro.

novas-regras-aposentadoria-previdencia-social

Entenda como o Fator previdenciário pode ajudar

Em casos onde o contribuinte se aposenta com mais idade e com mais tempo de contribuição, o fator previdenciário pode jogar o valor do benefício lá para cima, tendo assim, um aumento significativo.

Por outro lado, com o sistema de pontos alcançado, a aposentadoria vai ser concedida com o valor integral. E quanto é esse valor integral?

O cálculo do valor integral é resultado das médias dos maiores salários enquanto contribuinte, contando de julho do ano de 1994 (mil novecentos e noventa e quatro), até o requerimento do benefício. Assim, o valor do benefício será este, sem desconto aplicado pelo fator.

Contam, para o cálculo de tempo, todo o tempo no qual o segurado contribuiu ou trabalhou. E ainda, caso tenha trabalhado com atividades insalubres ou prejudiciais à saúde, poderá requerer o benefício antes, já que é oferecida uma conversão diferente para esse tempo especial. Com essa contagem diferente por esse período, o tempo de contribuição aumenta.

Idade Mínima para Aposentadoria

Qual a idade Mínima para Aposentadoria INSS

Um dos assuntos mais debatidos hoje em dia é a reforma da aposentadoria, como ela vai se aplicar na prática e como ela vai nos afetar.

Mesmo parecendo algo sem importância uma reforma da previdência significa muito mais do que uma simples alteração, ela significa que os trabalhadores (sejam domésticos, servidores ou qualquer outra classe) deverá seguir aquelas regras caso queira se aposentar.

idade-minima-para-aposentadoria

É bom que saiba que calcular a idade mínima para conseguir a aposentadoria passou a ser uma tarefa um pouco complicada e também é agora separada entre homens e mulheres, no caso das mulheres a idade mínima para aposentadoria é de 52 (cinquenta e dois) anos, e referente aos homens à idade mínima para a previdência é de 57 (cinquenta e sete) anos.

Mas é bom que saiba para descobrir a idade mínima da previdência você se encaixa, você poderá calcular o tempo que lhe resta de contribuição, utilizando as regras atuais, e acrescentar uma espécie de “pedágio”, este será de 30%. Caso o resultado for maior de 20 (vinte) anos, você estará fora da transição.

Entretanto, como exemplo, ainda faltarem 8 (oito) anosde contribuição – mesmo com a soma do pedágio -, você deverá então procurar conhecer qual a idade mínima para a aposentadoria prevista para 8 (oito) anos, o que deve ser em 2026. É feito assim, pois essas regras irão começar a ser aplicadas a partir de 2019.

Outro caso exemplo, é que um homem tem 52 (cinquenta e dois) anos e seu tempo de contribuição dá 34 (trinta e quatro), assim que for aplicado as novas regras, este homem é obrigado a contribuir por mais um ano de pedágio, o que pode chegar a três meses e meio.

Levando a regra em conta, seguindo o mesmo exemplo anterior, esse homem vai ter à idade mínima da aposentadoria quando atingir os 57 (cinquenta e sete) anos.

De uma forma mais prática, com a ideia de encerrar a transição, a mulher deverá possuir 15 (quinze) anos de contribuição no mínimo, e o homem tem que possuir 20 anos de contribuição.

Reforma da Previdência Social: Idade Mínima para Aposentadoria

idade-minima-aposentadoria-reforma-da-previdencia

É bom que você saiba que caso reste um mês para a sua aposentadoria, é apenas outro exemplo, com essa nova regra você deverá esperar possuir a idade mínima.

Existe ainda a questão do “ritmo de avanço” da idade mínima para a aposentadoria em relação a homens e mulheres, nada foi ainda muito concreto, mas o que sabemos é que em relação as mulheres a idade mínima terá um ritmo de 1 ano e 4 meses a cada biênio ( dois anos), vai ser assim até chegar aos 65 (sessenta e cinco) anos.

Em relação aos homens, ainda se tratando do ritmo biênio da aposentadoria, nada foi declarado, então apenas sabemos que pode haver um avanço de 10 meses em cada biênio, ou até mesmo um ritmo mais rápido, sendo então de 1 ano a cada 2 anos.

Vale lembrar que essas regras ainda estão em discurso no senado, algumas foram aceitas outras estão sendo estudadas e podem sofrer alguma alteração.

Aposentadoria Planejamento

Aposentadoria: Como Planejar

Já parou para pensar na sua aposentadoria? Muitas pessoas deixam o planejamento para última hora e acabam se assustando com os gastos.

planejamento-aposentadoria

Diante da instabilidade que assola o País, especialmente por conta da chamada futura reforma da previdência social, muitas pessoas acabaram chegando na conclusão de que vai demorar muito tempo para se aposentar pelo INSS.

Além disso, o valor pago de aposentadoria, segundo especialistas, se fosse deixado na poupança, tornaria o beneficiário milionário, ao menos no começo da velhice.

Assim, muitas pessoas passaram a questionar se é bom apostar todas as fichas no INSS. Acontece que muitos trabalhadores não têm opção, pois se celetistas são obrigados a contribuir com a previdência pública.

Já para os liberais ou autônomos, há uma opção em contribuir ou não com o INSS, o que já facilita as opções de escolha ao planejar a aposentadoria. De qualquer forma, mesmo para quem é obrigado a contribuir para a Previdência Pública, sabe que o valor a ser pago pode não ser muito atraente.

Desse modo, é bom já ir pensando em outras formas de complementar a renda no futuro, sem ter que ser um aposentado de trabalha. Aliás, essa é uma realidade de inúmeros brasileiros, pois infelizmente é difícil custear os valores básicos da vida cotidiana só com um salário mínimo, não é mesmo?

Depois de certa ideia, todo mundo quer poder sossegar e aproveitar a vida sem preocupação. Por isso, é importante saber como planejar a aposentadoria. Dessa forma, evita-se riscos no futuro. Aprenda agora como fazer isso agora mesmo!

Por que planejar a aposentadoria?

Uma das melhores formas de evitar problemas financeiros no futuro é fazendo um bom planejamento da aposentadoria. Quem deixa de planejar acaba recebendo um valor bem menor do que o necessário para arcar com todos os gastos do dia a dia. A boa notícia é que agora existem várias formas de fazer um planejamento. Inclusive, algumas ferramentas permitem planejar a aposentadoria pela internet, de forma fácil e rápida.

Planejar aposentadoria pela internet

Vamos ver algumas vantagens de planejar a aposentadoria online. A primeira delas é que você ficará sabendo, de imediato, qual será o valor da sua aposentadoria no futuro. Se achar que o valor será pequeno para os seus gatos, está na hora de tomar medidas para aumentar a sua aposentadoria, como por exemplo investir na previdência privada, como forma de complementar o seu benefício.

aposentadoria-planejamento

Outra grande vantagem é que você poderá saber quando sua aposentadoria será possível, com base na sua idade e quantos anos você já tem de contribuição. Os benefícios de planejar a aposentadoria não param por aí. Já pensou em poder saber se os seus rendimentos serão suficientes para arcar com os gastos da sua família? Faça um planejamento da aposentadoria de todos os membros do grupo familiar e fique por dentro de tudo isso.

Vantagens de planejar a aposentadoria

Agora, a pergunta que não quer calar: vale a pena planejar a aposentadoria? O que a maioria dos especialistas financeiros indicam é que todas as pessoas tirem pelo menos um pouco de tempo para fazer o planejamento. Não custa nada parar um pouco para avaliar qual será a sua renda no futuro, quando você começará a receber e qual será o valor do benefício.

E se você quer saber como programar a aposentadoria pela internet, saiba que existem várias ferramentas simples de usar, que fazem todos os cálculos de forma automática e te revelam em questão de poucos minutos todos os dados sobre a sua aposentadoria. Dessa forma, não tem desculpa, qualquer pessoa pode fazer o planejamento e evitar surpresas no futuro.

Agora que você já sabe como fazer o planejamento da aposentadoria, está na hora de ficar de olho na sua situação.

Além disso, é bom ver os planos de aposentadoria privada que sejam realmente confiáveis. Assim, uma dica é que você opte por instituições bancárias sólidas e que estejam a bastante tempo no mercado, para não ter dores de cabeça quando precisar da aposentadoria.

Essas instituições também cobram taxas diferentes e dão benefícios distintos para quem quer planejar a aposentadoria no futuro. Faça a comparação entre todas as que lhe parecerem confiáveis e não adie as suas intenções para o futuro!

Lembre-se de que o valor da aposentadoria é utilizado em um momento muito importante da vida, que é quando não estamos mais com todas as energias necessárias para trabalhar. Quanto melhor for a aposentadoria, melhor será a qualidade de vida. Daí a importância de fazer um bom planejamento.

Está pronto para planejar a aposentadoria? Não perca mais tempo, pois tempo é crucial para quem deseja terminar a vida com segurança, conforto e comodidade. Faça um teste, planeja a sua aposentadoria e veja os resultados positivos na sua vida.

Aposentadoria Por Tempo de Contribuição do Professor

Aposentadoria do Professor Por Tempo de Contribuição

Todos os professores brasileiros do ensino fundamental e superior têm direito à aposentadoria, seja por idade, invalidez ou por tempo de contribuição. No caso da Aposentadoria por Tempo de Contribuição do Professor, existem alguns critérios que você precisa conhecer.

aposentadoria-do-professor

Nem todos os professores aposentam com o salário integral, tendo em vista que em alguns casos incide o fator previdenciário, uma conta da previdência social que reduz o valor do benefício com base no número de anos adiantados pelo servidor. O valor da Aposentadoria por Tempo de Contribuição do Professor depende, nesse sentido, de quanto tempo o servidor passou em serviço e da sua idade.

Se você deseja se aposentar nessa modalidade, é importante estar ciente de quem tem direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição do Professor. Todos os professores homens podem se aposentar quando completam o mínimo de 30 anos de contribuição, ao passo que as mulheres podem se aposentar quando o tempo de contribuição chegar a 25 anos. Além desses critérios, existe outro: estar a cinco anos no mesmo cargo efetivo.

Dessa forma, quem decidir pode se aposentar depois desse tempo de contribuição, independentemente da idade. Agora, para quem deseja ter uma aposentadoria melhor, o ideal é aguardar um pouco mais, para não sofrer tanto os efeitos do fator previdenciário que é aplicado pela previdência social na hora de calcular o benefício. É muito fácil receber a Aposentadoria por Tempo de Contribuição do Professor quando já se preenche todos os requisitos.

Como requerer aposentadoria por tempo de contribuição do professor?

Para requerer a Aposentadoria por Tempo de Contribuição do Professor, o interessado deve procurar uma das agências da Previdência Social mais próxima de onde trabalhe. Através de uma solicitação, o INSS tem prazo para analisar o pedido e avaliar se o profissional já cumpriu o tempo mínimo previsto. Mais rápido o professor procurar o órgão previdenciário, mais rápida será a análise do processo.

Após a análise, o Instituto Nacional da Seguridade Social envia uma carta ao domicílio do solicitante, informando o deferimento ou indeferimento do pedido de Aposentadoria por Tempo de Contribuição do Professor. Caso o pedido seja deferido, o professor pode escolher ou não sacar o benefício, que fica disponível por trinta dias em conta bancária. Nesse intervalo, poderá desistir e continuar trabalhando, se assim desejar.

Professor se aposenta por tempo de contribuição, o que é uma grande vantagem para quem atua nessa área e já não vê a hora de aproveitar as vantagens do benefício previdenciário. Se você trabalha como professor na rede pública de ensino, sabe muito bem como pode ser desgastante passar vários anos lecionando em salas de aulas, com condições de trabalho muitas vezes precárias.

aposentadoria-por-tempo-de-contribuicao

Aposentadoria de professor estadual

Embora siga as regras gerais de aposentadoria do governo federal, a aposentadoria de professor estadual segue as regras de cada um dos Estados relacionadas aos servidores públicos.

É bom que isso fique esclarecido, pois as regras nos mais diversos entes da federação (União, Estados e Municípios) podem se diferenciar em relação aos detalhes. Desse modo, os servidores públicos podem se submeter a normas diferentes, até mesmo em relação ao tipo de carreira e função.

Assim, a maioria dessas normas não se aplica para todos os servidores públicos, de forma indistinta.

Aposentadoria de professor municipal

O mesmo do professor estadual acontece com o professor municipal. Em vista da autonomia dos municípios, cada um deles pode tecer regras a respeito da aposentadoria de professor municipal.

Assim, se este é o seu caso, você deve contatar a Secretaria de Previdência do seu município e ter mais informações a respeito da aposentadoria de professor municipal.

Além disso, há outras questões que irão influenciar na aposentadoria de professor público, como data de aprovação do concurso, colocação, progressões, promoções dentre outros. Isso também vai interferir na remuneração do servidor público, bem como no valor recebido a título de aposentadoria.

Outra questões, como cessões, afastamentos, disposições funcionais (como são chamados os afastamentos de servidores em alguns Estados e Municípios) serão determinantes para somar o tempo, ainda mais se houver interrupção do estágio probatório do servidor, ou seja, se isso acontecer nos 3 primeiros anos de exercício efetivo do professor público.

Agora que você já sabe tudo sobre como funciona a Aposentadoria por Tempo de Contribuição do Professor, está na hora de fazer o pedido junto ao INSS.

Não perca mais tempo, pois a aposentadoria é um direito de todos os professores que já atingiram o tempo mínimo de 25 anos, se mulher, 30 anos, se homem. Não deixe de aproveitar essa possibilidade. A aposentadoria é uma garantia do professor.

Aposentadoria de Policial e Militares

Aposentadoria especial de Policiais

A aposentadoria de policial e militares também está inserida dentro dos benefícios previdenciários. Entretanto, o benefício de aposentadoria de policial e militares não é pago pelo INSS.

aposentadoria-de-policial-e-militares

Policiais, sejam eles civis ou militares, e até mesmo aqueles pertencentes às forças armadas são equiparados a servidores públicos.

Embora as regras gerais para aposentadoria sejam de competência da União Federal, incumbe aos Estados delimitarem os pormenores, por meio de lei ou outros atos normativos a respeito da aposentadoria de policial e militares.

O que é aposentadoria especial?

A aposentadoria especial é um beneficio concedido aos trabalhadores que exercem profissões de risco, como é o caso dos policiais e militares.

Atualmente, a Súmula Vinculante nº 33 do Supremo Tribunal Federal trata da matéria, possibilitando a aposentadoria especial.

Aposentadoria dos servidores públicos

A regra geral para a aposentadoria é ter 60 anos para mulheres e 65 para homens, com ao menos 15 anos contribuídos.

Também há a aposentadoria por tempo de serviço, com 30 anos de contribuições para mulheres ou 35 para homens.

Para os servidores públicos, porém, a aposentadoria especial permite que homens se aposentem com 60 anos e 35 contribuídos e mulheres com 55 anos e 30 de contribuição.

Em determinadas hipóteses, a aposentadoria pode se dar com 25 anos de contribuição, apenas.

aposentadoria-especial-policial-militares

Aposentadoria Militares

A aposentadoria dos militares é, sem dúvidas, uma das mais atrativas. Eles podem se aposentar com 30 anos de serviço, independentemente do gênero.

Uma preocupação constante dessa classe de profissionais é a reforma da previdência, que certamente vai impactar para a aposentadoria dos servidores públicos também. Na nova regra, se entrar em vigor, os militares só conseguirão se aposentar com 65 anos de idade e ao menos 25 de contribuição.

Mas atenção, pois para o corpo das forças armadas essas regras não se aplicam.

Aposentadoria Policiais Militares

Para policiais militares, as regras farão com que se aposentem com o mesmo tempo de idade e de contribuição já mencionado.

Acontece que as atividades de policiais geralmente demandam esforço físico. Logo, a preocupação da carreira é onde inserir os policiais com mais idade.

Essas regras deverão ser delineadas pelos entes da federação, por meio de lei.

Como a reforma da previdência ainda não entrou em vigor, assim que soubermos efetivamente o que vai acontecer, certamente atualizaremos o artigo para você.

A princípio, como a aposentadoria especial tem embasamento constitucional, a não ser que um projeto de emenda constitucional seja apresentado pelo Congresso Nacional, ela deve continuar existindo.

Por enquanto, permanecem as normas atuais, ao menos até que novas leis entrem em vigor, o que será noticiado pela mídia em geral, como rádio, televisão, internet, jornais e outros meios de comunicação.

Fique atento para as novas regras da aposentadoria e não deixe de procurar os seus direitos caso se sinta lesado. Se precisar, procure o auxílio de um profissional especialista em Direito Previdenciário para tirar todas as suas dúvidas e te deixar a par do que pode acontecer no seu caso.

Calculadora de Aposentadoria

INSS Calculador de Aposentadoria

Se você está sem saber quando é que vai poder se aposentar, está na hora de conhecer essa poderosa ferramenta. Trata-se da Calculadora de Aposentadoria, um sistema prático e online que permite saber exatamente em que ano você irá se aposentar.

calculadora-de-aposentadoria

Até em vista da instabilidade social quanto às novas reformas previdenciárias, é quase que evidente que muitas pessoas vão querer fazer o cálculo da aposentadoria desde já, até para que possam avaliar as novas alterações e, se for o caso, pensar até mesmo em se aposentar mais cedo, a depender do resultado da “conta”.

Além disso, a calculadora de aposentadoria fornece várias outras informações acerca do seu benefício. Estar preparado para o futuro é fundamental. Conheça a calculadora de aposentadoria e faça uma estimativa de quando irá se aposentar.

E não precisa ficar receoso. A calculadora de aposentadoria é muito fácil de usar. De qualquer forma, para lhe ajudar a calcular a s aposentadoria, vamos lhe explicar com mais detalhes como funciona a calculadora de aposentadoria e como encontrá-la facilmente.

Como usar calculadora de aposentadoria?

Para usar a Calculadora de Aposentadoria é muito simples. Essa ferramenta foi desenvolvida pensando em você que quer se preparar para o futuro.

Fazer um planejamento financeiro é fundamental para não ser surpreendido lá na frente. Saiba exatamente quantos anos faltam para que você possa requer o benefício previdenciário da aposentadoria.

calculadora-da-previdencia-social

Além disso, descubra quantos anos você precisa trabalhar para ter direito ao valor integral do benefício e tudo isso graças à calculadora de aposentadoria.

Os únicos dados solicitados pela calculadora de aposentadoria dizem respeito a sua idade e quantos anos você já contribuiu para a previdência social.

É importante que você informe esses dados de forma correta, para que a calculadora possa te indicar a data exata a partir da qual será possível pleitear o benefício de aposentadoria.

Calculadora de aposentadoria online

O modelo atual da previdência social prevê um cálculo da soma entre a idade e o tempo de serviço. Por se tratar de uma conta matemática, muitas pessoas acabam ficando confusas.

Se esse é o seu caso, acessar a Calculadora de Aposentadoria online pode te ajudar bastante. Em questão de instantes a ferramenta faz as contas, de modo que você pode ficar sabendo tudo sobre quanto tempo precisa continuar contribuindo para a previdência.

Usar a Calculadora de Aposentadoria pela internet é uma das formas mais simples de se organizar. Muita gente fica sem saber como fazer o cálculo da previdência, tendo em vista que a fórmula usada está sempre mudando.

Antes não era preciso fazer uma soma, agora já é necessário somar a idade com o tempo de contribuição, o que pode te deixar muito confuso na hora de fazer as contas. Não tenha dor de cabeça! Use a calculadora de aposentadoria e tenha um pouco mais de precisão nos cálculos.

Como funciona a calculadora de aposentadoria?

Descubra agora como funciona a Calculadora de Aposentadoria. Ao inserir a sua idade e quantos anos você já contribuiu para a previdência social, a calculadora indica em que ano você poderá solicitar o benefício. Dessa forma você poderá se programar financeiramente e não perderá a data certa para requerer o benefício junto a previdência social.

Calculadora de aposentadoria é segura?

Se você está se perguntando se a calculadora de aposentadoria é segura, saiba que a resposta a essa pergunta é: depende. Como se sabe, a internet é maravilhosa, mas nem sempre.

Como muitas pessoas e materiais circulam pela internet, não há como saber com precisão quem elaborou o material e como a calculadora de aposentadoria foi formulada.

A princípio, você nem precisa fazer download da calculadora de aposentadoria no seu computador, criando o risco de levar algum vírus para a sua máquina. Basta procurar por uma calculadora de aposentadoria em um site que aparentemente seja confiável. Nesse caso, a calculadora de aposentadoria online poderá ser contributiva para sua ciência.

aposentadoria-calculadora

Frise-se também que nenhum dado pessoal como documento e cartão é solicitado para acessar a Calculadora de Aposentadoria. Por isso você não precisa se preocupar com absolutamente nada quanto à segurança da calculadora de aposentadoria.

Como encontrar calculadora de aposentadoria?

Agora que você já sabe tudo sobre a Calculadora de Aposentadoria online, está na hora de acessar e fazer as contas.

Prepare-se para o futuro, não deixe isso para depois. Quem se organiza para a aposentadoria tem mais chance de ter um futuro mais prazeroso, livre de preocupações. Saiba exatamente quantos anos você terá que contribuir para ter direito ao benefício integral da previdência.

A Calculadora de Aposentadoria funciona de verdade e vai te fornecer informações verídicas acerca do seu benefício. Ela é atualizada constantemente para garantir que a conta corresponda às normas previstas pelo Instituto Nacional da Seguridade Social. Conheça agora mesmo essa poderosa ferramenta!

Aumento Aposentadoria 2019

Aumento dos Aposentados 2019

Depender somente de aposentadoria infelizmente não é muito fácil no Brasil. No entanto, o reajuste da aposentadoria é uma medida obrigatória para recomposição do valor da inflação e deve ocorrer todos os anos, juntamente com o salário mínimo.

aumento-aposentadoria

A fim de se explicar de forma sucinta sobre o que é inflação, poder-se-ia defini-la como sendo o aumento constante dos preços de um lado, mas de outro a manutenção ou diminuição da renda das pessoas. Ou seja, enquanto os preços sobem, a renda fica “parada” ou, pior, diminui.

Isso afeta a economia e a vida de milhares de brasileiros. Quanto mais perto a inflação está do índice zero, melhor é para a economia. Acontece que quando a inflação aumenta isso repercute no valor do salário mínimo 2019 e, claro, no aumento da aposentadoria dos próximos anos.

O Governo Federal já informou acerca do aumento da aposentadoria em 2019. Quer saber quanto vai ser o reajuste INSS 2019? Acompanhe o artigo e saiba tudo sobre aumento aposentadoria INSS 2019.

Quanto vai ser o aumento dos aposentados acima do mínimo 2019?

Segundo informações concedidas pelo Governo Federal, não Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias 2019, que é onde o Estado acaba definindo quais serão os gastos do próximo exercício financeiro, ou seja, do próximo ano, o aumento da aposentadoria 2019 ficou estimado em 4,48% (quatro vírgula quarenta e oito por cento) para o salário mínimo de 2019.

Mas o que exatamente isso significa para o reajuste da aposentadoria 2019? Vamos te explicar ponto a ponto levando em conta a projeção do salário mínimo 2019.

Isso é muito importante, já que o salário mínimo “tem tudo a ver” com a aposentadoria.

inss-reajuste-aposentados

Teto INSS 2019

O teto mínimo do valor do INSS é de um salário mínimo. Essa é uma disposição da Lei da Previdência Social, que veda que os benefícios sejam menores do que um salário mínimo.

Com o aumento do salário mínimo 2019, o valor do INSS para aposentados e pensionistas aumentará R$ 42,00 (quarenta e dois reais). Assim, o aumento da aposentadoria 2019 passará de R$ 937 (novecentos e trinta e sete reais) para R$ 979 (novecentos e setenta e nove reais).

O teto máximo do INSS 2019, por sua vez, passará de R$ 5.531,21 (cinco mil quinhentos e trinta e um reais e vinte e um centavos) para R$ 5.779,11 (cinco mil setecentos e setenta e nove reais e onze centavos), o que dá uma diferença, em média, de quase R$ 200 (duzentos reais).

Na verdade, se formos considerar a inflação, esse aumento da aposentadoria de pouco menos de R$ 50,00 é insuficiente para a reposição das perdas patrimoniais acarretadas por juros altos e outros fatores que diminuíram os créditos e o poder de compra dos brasileiros.

Salário mínimo Aposentadoria 2019

Você sabe como funciona o reajuste do salário mínimo 2019, que repercute no valor do INSS 2019? É basicamente da seguinte forma. O Governo Federal faz cálculos considerando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC relativo ao ano de 2017. Também leva em consideração o Produto Interno Bruto do ano anterior.

Infelizmente, como é sabido, nos últimos anos os setores da economia não tiveram desempenho satisfatório por conta das crises econômica e política que assolaram (e ainda assolam) o País, tendo índices negativos.

Desse modo, esse ainda não é o aumento real da aposentadoria 2019, que deve ser acima da inflação. É tão somente uma pequena correção do aumento da aposentadoria 2019.

Aposentadoria até 2020

Para quem tem curiosidade em saber sobre qual seria o valor da aposentadoria em 2019 e 2020, saiba que no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias há a previsão de que em 2019 o salário mínimo suba para pouco mais de R$ 1000 (mil reais) e em 2020, passe dos R$ 1.100 (mil e cem reais). O valor do salário mínimo influencia drasticamente no aumento da aposentadoria ou não.

aumento-aposentados

Isso porque há uma estimativa de crescimento da economia em vista de suposta estabilização do governo, no entanto, como a própria palavra diz, trata-se de uma projeção do salário mínimo para os próximos anos, quadro este que pode ser alterado futuramente.

Revisão da aposentadoria INSS

Se você acredita não estar recebendo aumento da aposentadoria 2019 suficiente, deve entrar em contato com a Previdência Social para solicitar a revisão da aposentadoria.

Basta preencher o formulário concedido pelo INSS e leva-lo a qualquer agência do INSS mais próxima da sua casa. A revisão da aposentadoria é um pedido chamado de “administrativo”, ou seja, não precisa pagar advogado para fazê-lo.

Muitas pessoas nem sequer sabem que têm direito à revisão da aposentadoria do INSS e acabam deixando esse fato de lado. Porém, recomenda-se que se fique atento aos seus direitos. Caso tenha alguma dúvida sobre como fazer a revisão para aumento da aposentadoria 2019, entre em contato com os canais de comunicação do INSS.

Como Planejar Aposentadoria

Aposentadoria Planejamento

Sabia que é possível planejar a sua aposentadoria com antecedência para receber mais dinheiro no futuro?

Isso porque todo mundo sabe: é complicado viver só de aposentadoria do INSS, caso seja o seu caso. É bem difícil ganhar mais do que um salário mínimo e, quando muito, pouco mais do que isso.

como-planejar-aposentadoria

Infelizmente o trabalhador labuta quase toda a vida, mas chega ao ponto de precisar continuar trabalhando com carteira assinada ou como aposentado autônomo para conseguir pagar todas as despesas nessa fase, que deveria ser uma das mais especiais da vida.

Em alguns passos simples, seguindo dicas poderosas, você descobrirá tudo sobre como planejar aposentadoria. Garanta uma renda boa no seu futuro, para ter um final de vida com mais conforto e sem preocupações.

Dicas para planejar a aposentadoria

Uma das dicas para planejar a aposentadoria é começar agora! Isso mesmo, não espere os anos se passarem para começar a pensar no seu futuro.

O tempo passa muito rápido e quando menos nos damos conta, já estamos nos aposentando. Se você se planejar, poderá ter uma renda bem mais alta na aposentadoria.

Existem, inclusive, várias ferramentas para te auxiliar no planejamento. Dessa forma você pode planejar a aposentadoria pela internet, com o auxílio de programas e aplicativos pensados para te ajudar nesse momento tão importante.

Afinal de contas, é o seu futuro que está em jogo. Faça uma simulação de quanto você vai receber na aposentadoria, com quantos anos vai se aposentar e muito mais.

planejar-aposentadoria

Vale a pena planejar a aposentadoria?

Vale a pena planejar a aposentadoria, pois assim você estará consciente de tudo sobre o seu futuro financeiro. Muita gente deixa de fazer o planejamento e depois se assusta com o baixo valor da aposentadoria.

Dependendo do seu planejamento, você pode até mesmo começar a investir na previdência privada, como forma de garantir uma renda ainda maior quando se aposentar.

Só fique atento em escolher plano de previdência privada de instituições verdadeiramente confiáveis, ou seja, que não venham a falir ou a ter problemas de uma hora para a outra.

Assim, para garantir que o seu planejamento da aposentadoria realmente te dará frutos quando você precisar (e não dores de cabeça e falta de recursos), analise todas as propostas, verifique o tempo em que a instituição pretendida está atuando nesse mercado.

Muitos bancos grandes, que, a princípio, não terão esse problema, oferecem planos de previdência privada para planejar a aposentadoria com muito mais segurança.

Às vezes os valores podem parecer mais caros, mas, acredite, é muito melhor garantir do que remediar a falta de confiabilidade de empresas novas ou que não estejam tão sólidas.

Se preferir, faça o plano de aposentadoria com base na compra de títulos do tesouro nacional, que são baratos e confiáveis ou simplesmente deixe o dinheiro na poupança.

O rendimento não é dos melhores, mas a poupança é quase inviolável e você terá muito mais segurança de que seu dinheiro vai render pouco, mas vai render alguma coisa.

Caso tenha capital para arriscar, pense em investir na bolsa de valores, desde que entenda sobre o funcionamento desta.

Como fazer o planejamento da aposentadoria?

Quem contribui apenas com a alíquota base da previdência normalmente aposenta com um salário mínimo. E você sabe como esse é um valor muito baixo. Para conseguir uma aposentadoria melhor é fundamental que você se prepare.

plano-de-aposentadoria

Para fazer o planejamento da aposentadoria é muito fácil. Basta que você tire algum tempo do seu dia para realizar contas simples.

Você só vai conseguir benefícios melhores se planejar a aposentadoria com antecedência. Pense no seu futuro e de sua família. Tenha o conforto que você sempre sonhou, numa fase da vida que você já não estará tão disposto para o trabalho. Todos os brasileiros sonham com a aposentadoria, pois é um dos melhores benefícios pagos ao trabalhador.

Agora que você já sabe como planejar a aposentadoria online, está na hora de conhecer tudo sobre o seu futuro financeiro. Uma ótima ideia é começar a investir dinheiro na previdência privada, ao contrário de só contar com o INSS. Dessa forma a sua aposentadoria será com um valor bem mais alto do que o normal. Comece a programar a sua aposentadoria o quanto antes, de forma que tenha mais tempo para investir.

Segredos para planejar a aposentadoria

O segredo para planejar a aposentadoria está em fazer isso de forma séria, pensando em todos os fatores. Leve em consideração a sua idade, quantos anos faltam para que você se aposente e o número de pessoas que dependem de você financeiramente. Dessa forma você poderá se planejar melhor e não vai passar aperto quando estiver recebendo a aposentadoria.

Viu só como é importante planejar a aposentadoria? Faça já todos os cálculos para saber se o valor do seu benefício no futuro será suficiente para o seu sustento. Não passe aperto.

Como Funciona Regra 85/95 90/100

Regras 85/95 95/100 Aposentadoria INSS

A Previdência Social vem passando por várias mudanças nos últimos anos. Uma delas é a regra 85/95, que funciona com base em um sistema de pontuação. Você contribuinte da previdência social precisa ficar por dentro de como funciona essa nova regra. Trata-se de uma mudança que vai influenciar muito na hora da aposentadoria.

regra-85-95-inss

Aposentadoria 85/95: como funciona?

Agora quanto melhor for a sua pontuação, melhor será a sua aposentadoria pela Previdência Social. Entenda como funciona a regra 85/95 e saiba exatamente como será o seu benefício e quando você poderá solicitar.

Trata-se de uma grande mudança na forma de contagem do tempo de contribuição. Os números se referem a somatória da idade com o tempo de contribuição.

Se você está se perguntando se a regra 85/95 é melhor do que o modelo anterior, é preciso fazer uma comparação. Antes, para se aposentar você tinha que completar determinada idade.

formula-85-95-inss-aposentadoria

Quando a idade era completada, o INSS aplicava o fator previdenciário, uma espécie de conta que deixava o seu benefício mais baixo do que o seu salário normal. E isso era péssimo para trabalhadores como você.

Fator 85 95: últimas notícias

Com a mudança, agora é possível que você trabalhador aposente sem a incidência do fator previdenciário. Ou seja, você pode se aposentar recebendo um salário integral, o que é um sonho para a maioria dos contribuintes.

Mas para isso é preciso atingir uma pontuação mínima. A regra 85/95 pontos foi pensada para permitir que você trabalhador possa se aposentar recebendo mais.

Se você for homem, deve somar 95 pontos. Se for mulher, deve somar 85 pontos. Essa pontuação não é com base na idade, mas sim na idade somada com o tempo de contribuição.

Uma mulher que tenha 50 anos de idade e 35 de contribuição poderá se aposentar sem sofrer os efeitos do fator previdenciário. Essa pontuação vai subir ao longo dos anos. Em 2027 a regra 95/100 é que estará valendo. Na verdade, a regra 90/100 é a regra 85/85 progressiva.

Essa mudança vai te beneficiar muito se você começou a trabalhar muito cedo, pois terá mais tempo de contribuição. Isso somado com a sua idade permitirá que você se aposente com um bom salário ainda novo. Agora, se você começar a contribuir depois de velho, essa mudança não lhe será favorável. Tenha em mente que se aposentar pela regra 85/95 não é obrigatório.

regra-85-95-progressiva

Fator previdenciário ou 85 95?

Você contribuinte ainda poderá optar pela não incidência da regra 85/95 na aposentadoria. Nesse caso será aplicado normalmente o fator previdenciário, que reduz o salário com base nos anos que faltam para que você atinja a somatória prevista na lei. Muito se critica essa nova mudança, pois ela pode acabar beneficiando apenas as pessoas que começam a contribuir muito cedo para a previdência social.

Tabela 85/95 atualizada

Abaixo segue a tabela 85/95 atualizada, da forma como foi sancionada pelo Governo Federal. Note que a regra 85/95 é progressiva, chegando na regra 90/100.

Mulher Homem
Até 30 de dezembro de 2019 85 95
De 31 de dez/18 a 30 de dez/20 86 96
De 31 de dez/20 a 30 de dez/22 87 97
De 31 de dez/22 a 30 de dez/24 88 98
De 31 de dez/24 a 30 de dez/26 89 99
De 31 de dez/2026 em diante 90 100

Regra 85/95: aposentadoria com 85 e 95 anos?

Como você pode ver, não tem nada a ver a regra 85/95 com o fato de se aposentar com 85 ou 95 anos de idade.

Infelizmente muitas pessoas, antes de realizarem uma breve pesquisa sobre o assunto, acabam se confundido sobre as questões previdenciárias. A culpa é também da legislação previdenciária, que é densa e difícil e muitas vezes só consegue ser aplicada perfeitamente por um advogado especializado em Direito Previdenciário.

fator-previdenciario-90-100

Simulador cálculo regra 85 95: aposentadoria

Abaixo vamos te mostrar uma simulação daaposentadoria com a regra 85/95. A tabela, que foi extraída do Departamento de Assessoria Parlamentar, faz uma simulação da regra 85/95 com base em trabalhadores homens e mulheres que ganhem um salário médio de R$ 1000 por mês.

A tabela faz um comparativo entre a regra 85 95 e o fator previdenciário. Assim, você poderá avaliar o que é melhor para você, na sua opinião.

A aposentadoria 85 95 foi aprovada no ano de 2015 e já está em vigor. Por isso fique atento!

Agora que você já sabe como funciona a regra 85/95 e 90/100, está mais preparado para se programar para a aposentadoria. Faça a conta somando a sua idade com o tempo que você já contribuiu para a previdência para saber quantos anos ainda precisa trabalhar para conseguir se aposentar com um salário melhor. A regra de aposentadoria 85/95 é uma realidade e você deve se preparar.

Aposentadoria do Professor – Regras, Cálculo, Simulação

Aposentadoria de professor: Regras

Se você é professor ou professora está na hora de conhecer tudo sobre as regras da Aposentadoria de Professor. Afinal de contas a aposentadoria é um grande benefício do cidadão brasileiro. Descubra como funciona o processo para a concessão desse direito, as regras e a fórmula de cálculo. Talvez o seu sonho de se aposentar esteja mais próximo do que você imagina.

aposentadoria-professor

As regras para a Aposentadoria de Professor são diferentes, o que acaba gerando muita dúvida entre as pessoas que trabalham nessa profissão. Mas não se preocupe, essas diferenças são positivas, já que o professor se aposenta mais cedo do que outros profissionais, o que é ótimo para você. Confira agora todas as informações necessárias para ficar por dentro desse benefício.

Inclusive, há um aplicativo em que você poderá realizar a simulação de aposentadoria de professor, o qual vamos mostrar para você logo mais.

Como funciona a Aposentadoria de Professor?

Uma das regras para o professor se aposentar é que a contagem de tempo de contribuição é diferenciada. Se você é professor, o tempo de contribuição mínimo é de 30 anos; se você é professora, o tempo de contribuição mínimo é de 25 anos. Esse é um tempo menor do que o previsto para homens e mulheres que atuam em outras atividades (30 para mulheres e 35 para homens).

Vale ressaltar que essa diferença no tempo de serviço vale apenas para professores da educação básica e educação de nível médio. Professores que lecionam para cursos de graduação, de nível superior, devem observar a regra geral. As regras da Aposentadoria de Professor de ensino médio e básico são diferentes para incentivar que mais pessoas trabalhem nessa área.

Cálculo da Aposentadoria de Professor

Outra grande diferença diz respeito ao cálculo da Aposentadoria de Professor. Todo professor tem o direito de se aposentar tanto por idade quanto por tempo de serviço. Quando se aposenta por tempo de serviço o professor recebe um valor proporcional. Ou seja, não recebe o salário completo, mas sim uma parcela, através de um cálculo realizado pelo Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS).

Para se aposentar com um salário melhor é preciso que você espere um pouco mais. Você pode inclusive fazer uma simulação de Aposentadoria de Professor pela internet, para ter uma ideia do valor que irá receber ao se aposentar. Além disso é possível comparecer ao INSS e solicitar um cálculo de todas as suas contribuições, para saber se você já tem direito ao benefício.

A fórmula utilizada para calcular a Aposentadoria de Professor leva em conta os seus 70% maiores salários de contribuição. Ou seja, eles somam todos os seus maiores salários recebidos durante toda a sua vida de trabalho.

O valor é dividido pelo número total de meses. Dessa forma o valor da aposentadoria de professor resultado é algo próximo do seu último salário recebido.

aposentadoria-de-professor-calculo

Aposentadoria de professor público / aposentadoria de professor municipal

Seja aposentadoria de professor público ou municipal, basicamente será quase o mesmo sistema. Claro, você deverá se atentar às regras específicas de cada ente da federação, no caso, Estados e Municípios para que possa saber com exata precisão acerca dos seus direitos.

Informe-se sobre a aposentadoria de professor público junto à área de RH do órgão ao que você se vincula.

Simulador de aposentadoria de professor

Ainda com dúvidas? Sabia que você pode fazer a simulação da aposentadoria de professor, bem como de quaisquer outras aposentadorias pela internet?

É um procedimento simples e fácil, o qual você poderá fazer do conforto do seu lar, a partir de qualquer dispositivo móvel com conexão à internet. Para ter acesso ao simulador de aposentadoria de professor acesse o site Transparência e Controladoria do Governo Federal nesse link: www.cgu.gov.br/simulador.

É um aplicativo desenvolvido pelo governo federal para que você possa simular grátis a aposentadoria de professor. Basta colacionar alguns dos seus dados como nome, RG, CPF, tempo de contribuição, tempo de serviço público e outros dados requeridos.

aposentadoria-professor-regras

Quanto mais fiéis forem as informações que você inserir no simulador de aposentadoria de professor, mais perto da realidade será o resultado. Mas, no mínimo, você poderá ter uma breve ideia do que será o valor da aposentadoria de professor, o que já ajuda a fazer uma projeção do seu futuro e da sua família.

Aposentadoria professor: é seu direito!

Agora que você já sabe como funcionam as regras da Aposentadoria de Professor e também como é feito o cálculo, está na hora de procurar saber se você já tem direito.

Não perca tempo, faça uma contagem dos anos trabalhados para saber se você já atingiu o mínimo exigido pelo governo (25 anos para mulheres e 30 anos para homens). Ou, use o simulador de aposentadoria de professor, conforme a nossa dica e tenha uma melhor ideia do que seria se aposentar.  Aposentar é um direito de todo professor!

Novo Cálculo Aposentadoria Reforma da Previdência

Reforma da Previdência Novo Cálculo Aposentadoria

Um dos assuntos mais comentados do momento é o novo cálculo da aposentadoria na reforma da previdência. Os valores tendem a piorar com a reforma, o que prejudica o trabalhador. Fique por dentro de como essa mudança afetará o seu benefício previdenciário. Descubra como funcionará o novo cálculo aplicado pelo governo.

reforma-da-previdencia-novo-calculo

Se você está se perguntando como funcionará a aposentadoria nos próximos anos, é importante se informar sobre as propostas de reforma que tramitam no país. De acordo com o texto legal, a reforma da previdência tem novo cálculo de aposentadoria. Isso significa que agora você, trabalhador, terá que esperar bem mais para se aposentar.

Essa situação tem causado apreensão, medo e muita revolta por parte dos beneficiários do INSS. Entretanto, segundo alguns especialistas, essa é uma medida que deve ser tomada em algum momento, em vista de um suposto “rombo no INSS”.

Polêmicas à parte, vamos saber mais sobre o novo cálculo da aposentadoria.

O que é o novo cálculo da aposentadoria

O novo cálculo da aposentadoria na reforma da previdência é uma medida do governo para conter os gastos. Ao pagar menos aos trabalhadores, o governo terá condições de continuar oferecendo serviços públicos.

Mas é importante que você saiba que muitos especialistas questionam essa reforma. De acordo com economistas, não há necessidade de tirar do bolso dos trabalhadores. Por isso, fique de olho!

Desde já, salienta-se que a intenção do governo era criar um limite máximo para o benefício que cada pessoa pode receber com base no novo cálculo de aposentadoria. Isso equivaleria a 50% do importe realizado como contribuição por um beneficiário.

Além disso, seria acrescido 1% a cada 12 meses de pagamento ao INSS pelo segurado, se considerado o novo cálculo de aposentadoria do INSS.

Como funciona o novo cálculo da aposentadoria

Quem sonha em aposentar cedo vai se decepcionar com a reforma da previdência. Com a mudança, a aposentadoria integral só será devida ao trabalhador que somar 40 anos de contribuição. O novo cálculo da aposentadoria pela previdência vai prejudicar muitas pessoas. Conheça agora mesmo tudo que prevê a reforma e lute para que seus direitos não sejam cortados.

Se você decidir requerer a aposentadoria mais cedo, ou seja, antes de somar 40 anos, receberá um valor mais baixo. Nesse sentido, a reforma vai acabar obrigado os trabalhadores a protelar o pedido de aposentadoria. Você terá que trabalhar muito antes de poder receber o valor integral. Isso é o que prevê a mudança no cálculo da aposentadoria pela reforma da previdência.

novo-calculo-aposentadoria-reforma-da-previdencia

Considerando que ainda não há nada que seja realmente sólido quanto ao novo cálculo de aposentadoria da previdência, é bom ficar atento para saber como isso te afeta.

Muitas pessoas entenderam que o novo cálculo da aposentadoria funcionará “para a pior” caso seja aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo Presidente da República. Mas é bom lembrar que a reforma da Previdência Social é totalmente necessária para o bom funcionamento do sistema.

Tem alguma dúvida sobre o novo cálculo da previdência social? Acesse o site do INSS e saiba tudo o que precisa saber a respeito nas novas alterações do cálculo da previdência social.

Concurso PREVI 2019 Edital, Vagas, Inscrições

PREVI Concurso Público 2019

Se você está cansado da instabilidade do serviço privado, talvez o concurso público seja uma enorme solução para você. Ser servidor público tem muitas vantagens, desde a estabilidade, boa remuneração, garantias, diversos benefícios (como empréstimos mais baratos), possibilidade de se afastar do trabalho para estudar, por exemplo, enfim, são muitas as vantagens de passar em um concurso público.

concurso-publico-previ-edital-vagas-inscricoes

E se você está procurando um excelente concurso público, que tal ser empregado público da PREVI? Se você já ouviu falar, mas não sabe o que é ou, ainda, se nunca ouviu falar, vamos sanar as suas dúvidas nesse artigo.

O que é PREVI?

A PREVI – Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil pode ser considerada o maior fundo de pensão de toda a latino América que serve aos empregados públicos do Banco do Brasil e, claro, aos seus próprios funcionários.

E por que a PREVI é tão boa? A PREVI se preocupa com a sociedade e com o meio ambiente. É um dos principais vetores para mudanças sociais para melhor no País. Isso beneficia tanto os funcionários que dela dependem, como toda a população brasileira, em determinado grau.

A PREVI é bem antiga, tendo sido criada em 1904, ou seja, veio antes mesmo do nosso sistema de Previdência Pública brasileiro. Não é todo mundo que pode se beneficiar da PREVI. Ela é uma organização que só é acessível pelas pessoas que já mencionamos.

Os funcionários da PREVI e do Banco do Brasil realizam as contribuições e todo o dinheiro é investido da melhor forma possível, a fim de gerar muitos rendimentos, os quais serão partilhados entre os beneficiários.

Como você viu, são muitos os benefícios da PREVI. Já pensou em fazer parte da PREVI como funcionário? Isso é possível, caso você passe em concurso PREVI.

concurso-previ

Concurso Público PREVI 2019

Ainda não há informações sobre o concurso PREVI 2019, no entanto, podemos te adiantar que os concursos PREVI são bons e valem a pena. A PREVI geralmente oferece vagas de ensino médio e superior, desde para atendente como para advogado, contador, economista, dentre outras várias funções.

A PREVI paga auxílio deslocamento, auxílio creche, vale refeição, dentre outros benefícios aos seus funcionários, com uma remuneração que chama a atenção.

No concurso PREVI 2019 certamente isso não será diferente e a PREVI continuará mantendo os benefícios que são de praxe oferecer.

PREVI Edital 2019

Nos editais PREVI, você saberá exatamente o que estudar para que possa se preparar muito bem para o concurso PREVI. Se quiser passar na frente dos demais candidatos, estude o edital PREVI dos concursos anteriores para saber como funciona o concurso. A depender do cargo que você almeja, as matérias do concurso PREVI não mudam muito.

Dito isso, não perca tempo e comece a estudar hoje mesmo para o próximo Edital PREVI 2019! Quem sabe essa não é a oportunidade que você estava esperando para mudar de vida e ter muito mais tranquilidade financeira e profissional? Aposte em fazer as inscrições do concurso PREVI 2019 e não se arrependa.