Aposentadoria Mista Atividade Rural e Urbana

Aposentadoria Híbrida Atividade Rural e Urbana

Entenda como funciona a Aposentadoria Mista para quem trabalhou ou irá trabalhar com Atividade Rural. As duvidas respeito à Aposentadoria Mista ou Hibrida.

A Aposentadoria Mista veio para somar aos benefícios dos trabalhadores, ainda mais agora com as cobranças das novas regras que a Previdência Social pretende incluir. Para muitas pessoas ainda ficou confuso o termo, pois a mesma trata sobre diversos assuntos e requisitos: a idade das pessoas, a Atividade Rural, a Atividade Urbana, o tempo de contribuição ao INSS, dentre outros.

aposentadoria-mista

Para que fique mais claro para todos, vamos abordar as diferenças da Aposentadoria Mista em relação à aposentadoria normal, a fim de compreender como funcionam ambos os tipos de aposentadorias, sendo a tratada atualmente como beneficio os trabalhadores rurais, e dos que desejem integrar esta atividade depois de exercerem alguma Atividade Urbana.

Aposentadoria Híbrida Como Funciona

A Aposentadoria Mista ou Híbrida serve para beneficiar as pessoas que já trabalharam com a Atividade Rural, mas que depois vieram para a cidade e começaram a trabalhar com carteira assinada, e desta forma começaram também a contribuir com o INSS para poder ter a sua aposentadoria. Como a regra geral é que as pessoas precisem contribuir 30 anos com o INSS independente da atividade: em regime CLT ou como autônomo, estes anos para a aposentadoria seriam somente 15, parte deles somados os anos em que trabalhou na zona rural, e a outra parte trabalhada na cidade.

A idade também para os beneficiários da Aposentadoria Mista é diferente: para os homens, a idade deve ser de 60 anos, e para as mulheres 55, ao contrario da aposentadoria normal, onde os homens precisam ter 65 anos e as mulheres 60, mais os 30 anos de contribuição com o INSS.

Como Funciona a Aposentadoria Mista

Para clarear ainda mais a situação, vamos mostrar um exemplo onde se aplica a Aposentadoria Mista: um trabalhador que esteve 13 anos trabalhando na Atividade Rural vem para a cidade e começa a trabalhar em regime CLT. O mesmo precisará contribuir somente 2 anos com o INSS para obter a sua Aposentadoria Mista, e completar 60 anos de idade.

aposentadoria-hibrida-urbana-rural

No momento em que o mesmo completou seus 60 anos, obteve no total 15 anos somando a Atividade Rural e urbana, o mesmo estará apto para aposentar-se. No entanto é preciso comprovar que o mesmo esteve tantos anos trabalhando na zona rural, e as formas mais comuns de comprovação é mediante o testemunho de pessoas que o conheceram durante esse período.

O mesmo equivale para mulheres, com a diferença de idade, que no caso delas a Aposentadoria Mista pode ser conseguida aos 55 anos. Esta forma de aposentadoria serviu como grande benefício para pessoas que deixaram o campo para virem até a cidade, e também para aquelas que estão deixando a cidade para trabalharem no campo. Os anos de trabalho precisam somar somente 15 anos, e os mesmos poderão estar recebendo o beneficio através do próprio INSS.

Teto Máximo INSS – Valor

Valor do Teto Máximo do INSS

Saiba qual é o valor máximo que o INSS paga para os benefícios de aposentadoria, auxílio doença, afastamento e outros. Para você que recebe altos salários, veja se é compensatório aposentar-se pelo INSS.

Para as muitas pessoas que não esperam a hora de aposentar-se e deixar de trabalhar, não vêm à hora de esse momento chegar. Mas esta realidade e este sonho apenas fazem parte dos trabalhadores que são registrado em regime CLT com valores inferiores a 5 mil reais. Para as pessoas que recebem salários maiores, quanto mais tempo puderem estar trabalhando, é melhor.

inss-teto-maximo

Isso se deve ao Teto Máximo do INSS, pago pelo mesmo no momento em que as pessoas se aposentam. Paras as pessoas que recebam salários que alcancem os 8 a 15 mil reais, o valor as aposentadoria não é algo agradável tendo em vista o valor máximo do pagamento do mesmo pelo INSS. Por isso, muitas pessoas não dão entrada ao beneficio e continuam trabalhando e contribuindo com o mesmo, até o momento em que considerarem convenientes.

Por mais que a cada ano que passa o Teto Máximo do INSS tem aumentado em relação aos anos anteriores, para muitas pessoas esta realidade ainda continua sendo insatisfatória. Muitas delas gostariam de contribuir um pouco mais junto ao INSS para que, no momento da aposentadoria possam receber o mesmo salario que receberiam se estivessem trabalhando, e o que mais entristece estas pessoas é que esse valor do teto máximo no INSS tende a cair com o passar dos anos aposentados.

Qual é o valor do Teto Máximo do INSS?

Valido apenas para pessoas que recebem mais de 937 reais, sendo um valor limite de até 5 mil reais, o valor do Teto Máximo do INSS que foi reajustado a partir do dia 1 de 2017 é de 5.531,31 reais. As pessoas que ganhem um valor maior de salario, fazem a contribuição somente do percentual referente à esse valor, para que na sua aposentadoria possam receber este salario, ou caso precisem do auxilio doença e outros benefícios do INSS.

Este valor de teto máximo de aposentadoria é colocado pelo governo para limitar a quantidade de dinheiro pago apenas para algumas pessoas, e podem distribuir melhor os valores da aposentadoria para aqueles que não recebem salários altos. Ao governo não é compensatório pagar altos salários de aposentadoria, no entanto, o valor do teto máximo é reajustado e vem aumentando todos os anos.

valor-teto-maximo-inss

Para as pessoas que recebem estes salários maiores, o valor da contribuição chega a ser cerca de 500 reais, ou seja, não importa se receba 5, 10 ou 15 mil reais de salario, seu valor de contribuição de INSS começa a ser o mesmo a partir do momento em que começa a receber o valor do salario igual ao máximo do teto pago pelo INSS.

No entanto, ainda existem muitas pessoas que se aposentam com esse valor, e acabam deixando suas vidas de milionários, pois este valor vai diminuindo ao passar dos anos e cabe a cada pessoa saber investir o valor de sua aposentadoria em mercados de constante crescimento, para não chegar no momento de receber apenas um salário mínimo.

Doenças que Aposentam por Invalidez

Quais doenças aposentam por Invalidez

Saiba quais são as principais doenças que levam as pessoas a aposentar-se. Doenças que causam a aposentadoria por invalidez.

A aposentadoria por invalidez e um benefício concedido aos trabalhadores que possuem algumas doenças relatadas pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), por consideração existem algumas que tem carências de ate 12 meses que dão direito a auxilio doença e posteriormente a aposentadoria, as doenças que dão direito a aposentadoria por invalidez se apresentam em qualquer idade e por isso o cidadão não requer ter os 60 anos como seria na aposentadoria normalmente, isso faz que os critérios a serem avaliados e essencialmente conhecer quais são essas doenças e como elas se apresentam nos estudos feitos por profissionais.

doencas-que-aposentam-por-invalidez

Lista de Doenças que Aposentam por Invalidez

Algumas dessas doenças que são mais severas tratando-se da aposentadoria podemos mencionar; a alienação mental, e caraterizada pela incapacidade de agir segundo as normas da sociedade, tais como demência, distúrbios mentais, e paranoias são umas delas; a cegueira, condição que afeta a visão, e caraterizada por incapacidade de enxergar causada por degeneração muscular, diabetes, glaucomas e cataratas; cardiopatia grave, e considerada uma doença crônica que afeta o coração deixando inapto de trabalhar ao portador, gerando cansaço, palpitações cardíacas; doenças de Parkinson, conhecida normalmente como mal de Parkinson e uma doença degenerativa ataca o sistema nervoso central de forma crônica ou progressiva, caraterizada pelos tremores de mão e pês; espondiloartrose anquilosante, esta lesão e uma das mais graves que acontece na coluna fazendo em que as vértebras se juntam umas com as outras, dores agudos muitos fortes dificultando a movimentação da coluna, uma vez contatada essa doença o portador tem passe direto a aposentadoria.

A esclerose múltipla e conhecida por ser uma doença crônica ocasionada por motivos ambientais ou genéticos onde ataca a bainha de mielina, que implica no sistema nervoso central; hepatopatia grave, doença que ataca o fígado, possuindo dois tipos de evolução a aguda ou crônica, primaria ou secundaria, ocasionando a incapacidade para o trabalho e risco a vida; paralisia irreversível e incapacitante caracteriza-se por obstrução a capacidade voluntaria de mover um músculo, levando a uma lesão destrutiva ou degenerativa da atividade motora, e dividida e subgrupos tais como paralisia isolada, periférica, monoplegia, hemiplegia, paraplegia, triplegia e tetraplegia.

aposentadoria-por-invalidez-doencas

A síndrome da deficiência imunológica adquirida ou AIDES e uma doença transmitida por relações sexuais desprotegidas, transfusão de sangue ou seringas compartilhadas, ate o momento esta doença não presenta nenhuma cura, mas pode ser controlada com uso de retrovirais, pela qual a muitos que não apresentam sintomas em que possa ser observada a simples vista, mas uma vez contatada a pessoa pode pedir o auxilio doença e posteriormente a aposentadoria.

A contaminação por radiação, onde os trabalhadores são expostos em radiação e são comprovadas por medicinas especializadas pode gerar doenças como a leucemia, ou outros canceres, na qual tendo a comprovação medica e garantido a aposentadoria, e também tem uma das doenças muito conhecida que e a tuberculoses, causada pela bactéria mycobacterium atacando diretamente e comprometendo os pulmões, gerando perda de peso e fraqueza, a tuberculose e considerado um câncer muito comum em pessoas fumantes ou que esteve exposto com produtos químicos que atingem o sistema respiratório.

PIS 2018 Consulta, Extrato, Saldo, Calendário

Consulta Calendário PIS 2018

O Programa de Integração Social – PIS proporciona ao empregado da iniciativa privada a aquisição de benefícios que foram definidos pela Lei Complementar n° 7/1970, contribuindo para com o desenvolvimento das empresas.

Compete à Caixa Econômica Federal pagar o PIS aos trabalhadores que laboraram com carteira assinada e que preenchem alguns requisitos impostos pela lei que regulamenta o pagamento do benefício PIS.

pis

​Qual a diferença entre PIS e PASEP?

Muitas pessoas se perguntam sobre a diferença entre PIS e PASEP.

Primeiramente, o PASEP, de outro lado, é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público criado pela Lei Complementar n° 8/1970. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios contribuíam para esse fundo para beneficiar os empregados do setor público.

O PASEP funciona da mesma forma que o PIS 2018, mas é relacionado aos funcionários públicos. Ou seja, o PIS é dos empregados de empresas privadas e o PASEP dos funcionários públicos. O pagamento do PASEP é feito pela Caixa Econômica Federal.

PIS Abono Salarial 2018

O PIS e o PASEP também são conhecidos como Abono Salarial e são pagos todos os anos pelo Ministério do Trabalho. Contudo, o dinheiro é repassado pela Instituição Financeira Caixa Econômica Federal.

O PIS 2018 Caixa Econômica é mais um benefício do Governo Federal visando aumentar a qualidade de vida do trabalhador, especialmente na época de crise.

Quem tem direito PIS 2018

Na forma da legislação, o PIS 2018 será pago às pessoas que preencherem algumas condições indispensáveis, como: ter trabalho ao menos 5 (cinco) anos com carteira assinada; estar trabalhando há pelo menos 30 dias no ano-base do benefício; ter ganhado remuneração de no máximo 2 salários mínimos mensais; ser cadastrado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS.

PIS 2018 Valor

O valor do PIS 2018 pode ser de 1/12 até 1 salário mínimo, dependendo dos dias trabalhados com carteira assinada pelo beneficiário.

Seguem abaixo exemplos de valores do PIS 2018 em relação

QUANTIDADE DE MESES TRABALHADAS NO EXERCÍCIO REFERENTE AO ANO-BASE VALOR DO PIS 2018
1 R$ 79,00
2 R$ 157,00
3 R$ 235,00
4 R$ 313,00
5 R$ 391,00
6 R$ 469,00
7 R$ 547,00
8 R$ 625,00
9 R$ 703,00
10 R$ 781,00
11 R$ 859,00
12 R$ 937,00

 

pis-calendario

 PIS 2018 Calendário

O calendário para pagamento do PIS é divulgado pela internet e em diversos meios de comunicação.

Fique atento! Caso você perca o prazo perderá o valor do PIS 2018, já que o dinheiro é disponibilizado somente em determinado período. Não há como resgatá-lo depois do prazo máximo.

Segue abaixo o Calendário de pagamento PIS 2018 para que você não perca nenhuma data e possa usufruir do seu benefício garantido por lei.

CALENDÁRIO PIS 2018
PAGAMENTO DO PIS 2018 – CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Data do aniversário do beneficiário: Data em que o dinheiro estará disponível: Poderá sacar até o seguinte dia:
Julho 27/07/2017 29/06/2018
Agosto 17/08/2017 29/06/2018
Setembro 14/09/2017 29/06/2018
Outubro 19/10/2017 29/06/2018
Novembro 17/11/2017 29/06/2018
Dezembro 14/12/2017 29/06/2018
Janeiro/Fevereiro 18/01/2018 29/06/2018
Março/Abril 22/02/2018 29/06/2018
Maio/Junho 15/03/2018 29/06/2018

 

Saldo PIS 2018 Consulta

A consulta do saldo PIS 2018 pode ser feita a hora, o dia e no local que você quiser, bem como do conforto do seu lar.
Muitas vezes os bancos têm atendimentos demorados e por isso muitas pessoas deixam de receber ou de consultar seus benefícios por esse motivo.

Fazendo o cadastro que já mencionamos, é perfeitamente possível consultar o saldo PIS pela internet, usando a senha que você cadastrou.

É importante que você sempre monitore os prazos para não perder dinheiro!
Veja abaixo diversas maneiras para que possa ver o saldo PIS 2018 do seu Abono Salarial 2018. Existe opções de consultas desde pela internet, agências ou pelo telefone da Caixa Econômica Federal.

pis-consulta

Consultar PIS 2018

Há várias formas para consultar o PIS 2018.

1°: Consultar PIS na internet: Faça o cadastro no Portal do Benefícios Sociais Caixa (só funciona com o navegador Internet Explorer): https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/. Depois insira o número do NIS (está na Carteira de Trabalho e Previdência Social, na segunda folha, junto com a fotografia), crie uma senha e pronto! Já poderá fazer consulta online do PIS 2018.

2°: Consultar PIS na agência da Caixa Econômica Federal mais próxima: leve seu número NIS e um documento oficial de identificação em bom estado. Se tiver o cartão cidadão é mais rápido e prático ainda. Nos caixas de atendimento você poderá ver o saldo do PIS 2018.

Consultar PIS por telefone: A Caixa Econômica Federal disponibiliza um canal de atendimento para consulta do PIS, no telefone 0800-726-0101.

A ligação é grátis, ou seja, você não pagará absolutamente nada para consultar seu PIS por telefone.

Não deixe de receber seu benefício. O PIS 2018, também chamado de Abono Salarial, é seu direito! Saiba mais e faça a consulta do saldo acessando www.pis.net.br

Como se aposentar com o teto máximo do INSS

O que é o teto Máximo do INSS e porque ele existe?

Esta resposta é bem simples: o teto máximo nada mais é do à quantia máxima que você irá receber ao se aposentar.

inss-teto-maximo-1

O Brasil é um país em constante crescimento, com isso temos muito aposentados e imagine o quanto custa para o Estado pagar essas pessoas conforme seus salários que eram recebidos. Infelizmente o que temos hoje é o resultado de uma má administração que vem se alastrando por muitos anos, o que obrigou o Governo a mudar as propostas de aposentadoria de todos.

Antes de continuarmos é importante dizer que existe o piso, que é o valor mínimo, e o teto, que é o valor máximo.

Atenção: Os recolhimentos que foram efetuados em Janeiro deste ano eram relativos aos salários de dezembro do ano passado, por isso seguiam a tabela anterior.

O teto máximo na Previdência Social

Atualmente o limite máximo é de R$5,5 mil, mas para receber este valor é um pouco complicado.

A forma mais simples é contribuir com 11% (onze) do teto para o INSS no mínimo em  80% de toda sua carteira de trabalho. Com esse reajuste esses 11% representa algo em torno de R$ 560 mensais. Lembrando que esses valores todo ano são atualizados e você deverá consultar o valor do ano vigente.

De forma simples, os trabalhadores que só passaram a receber altos salários após um momento determinado, seja por causa de uma graduação ou uma promoção, não vão poder receber o valor máximo de sua aposentadoria porque não conseguiram contribuir com esses 80%. Recentemente também temos a inclusão os trabalhadores domésticos, avulsos (ou dos autônomos) junto dos trabalhadores daqueles que possuem uma carteira assinada.

teto-maximo-inss

Vale apenas contribuir para a aposentadoria no INSS?

Quem diz que não vale a pena, está equivocado, vale a pena sim. Entretanto vai exigir de você uma disciplina financeira praticamente impossível dada às condições atuais no Brasil, uma vez que ninguém sabe ao certo se seu emprego estará lá no mês que vem.    

Afinal, vamos ser francos, o estado atual do Brasil não está nada fácil e convidativo, desemprego, falta de estrutura e educação estão no topo da lista de problemas seguidos de vários outros de igual dor de cabeça. Muitos especialistas hoje afirmam que é melhor buscar outras formas de completar a renda quando se aposentar como o tesouro direto ou a previdência privada.

Caso você opte por uma previdência privada, lembre-se de ficar atento a:

  • Planos de previdência privada que lhe são oferecidos;
  • Saber até que idade pretende trabalhar;
  • Ficar de olho em a onde seu dinheiro está sendo aplicado.

Outra dica para uma aposentadoria feliz é contribuir o máximo possível, mesmo se você não puder dar o valor máximo, mas que consiga ter uma quantia e mantê-la por bastante tempo.

Tabela Teto Máximo INSS

inss_tabela

Lembrando que essa tabela é atualizada ano a ano, portanto você deve confirmar as alíquotas.

Cálculo de Aposentadoria INSS – Simular

Simular Cálculo de Aposentadoria INSS

Com as mudanças da reforma da previdência está confuso (a) se tem direito já a aposentadoria?  O Governo Federal através da Previdência Social disponibiliza no site desta última a possibilidade do trabalhador fazer a simulação da aposentadoria, quanto tempo falto para se aposentar e o valor do seu benefício, a seguir confira como fazer uma simulação de aposentadoria do INSS.

simular-aposentadoria-inss

Para saber os cálculos do valor do benefício e se tem direito a aposentadoria através do site da previdência social é necessário ter em mãos a carteira de trabalho, carnês e demais comprovantes e pagamentos do INSS.

No site da Previdência há dois campos diferentes sobre a aposentadoria: o trabalhador escolhe entre calcular o tempo de contribuição e calcular o benefício. Além destas informações outras o site informa: simulação do valor do benefício (é necessário informar todas as contribuições após julho de 1994 em diante); é informada também a validade da simulação e que a mesma não possui efeito legal e nem garante o benefício. É apenas uma simulação.

Como Fazer Simulação de Aposentadoria do INSS?

O passo a passo da simulação é o seguinte: no site da previdência social você visualizará a seção “Benefícios da Previdência Social” e nesta seção você poderá selecionar entre auxílios, pensões e aposentadorias. Selecionando esta última haverá um simulador de aposentadoria do INSS que como informado tem a opção de fazer a simulação do tempo de contribuição e a simulação do valor do benefício.  Essas opções são mais apropriadas para trabalhadores da iniciativa privada.

Quanto à reforma da previdência social há algumas mudanças substanciais quanto à aposentadoria e como será daqui pra frentes entre as gerações que estão começando no mercado de trabalho. A reforma da previdência estabelece uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria tanto para homens e mulheres e a proposta da reforma ainda está para ser aprovada e, se isso ocorrer vai atingir não somente trabalhadores da iniciativa privada como também dos setores públicos. Além da idade mínima para se aposentar o tempo de contribuição será de 49 anos se quiser receber o benefício de forma integral (que corresponde a 100% do benefício de direito de cada trabalhador.

calculo-aposentadoria-inss-simular

Estas mudanças na reforma da previdência ocorreram frente à crise da previdência social que não está conseguindo atender os aposentados. As mudanças no INSS e a forma de prestação continuada da previdência vai representar uma economia de cerca de R$ 60 bilhões.

Com a reforma algumas mudanças são significativas: a soma da idade e tempo de contribuição devem somar 65 anos para homens e mais de 50 anos para mulheres com a idade de mais de 45 anos; os trabalhadores rurais passarão a contribuir ao INSS e se aposentar a partir dos 65 anos e com 25 anos de contribuição (hoje estes trabalhadores se aposentam com 55 anos mulheres e 60 anos homens e precisam comprovar 15 anos no mínimo de trabalho no campo); o tempo de contribuição passa a ser de 25 anos; os servidores públicos que antes da reforma tinha um regime próprio da Previdência Social, com a reforma não terá mais e se igualará ao servidor da iniciativa provada; quem não entra neste quadro de mudanças são os militares quem continuará recebendo por enquanto os benefícios e regime próprio de aposentadoria.

Em caso de dúvidas a Previdência Social disponibiliza Central de atendimento da Previdência Social pelo telefone do INSS número 135 (horário de atendimento de segunda a sábado das 7h às 22h horário de Brasília).

Aposentadoria do Trabalhador Rural INSS

Trabalhador Rural – Como aposentar no INSS

Podemos ver a grande luta dos trabalhadores rurais para ter sua aposentadoria do INSS liberada, pois é preciso iniciar um processo, para constatar todas as normas pedidas pela previdência social. Têm direito ao benefício os trabalhadores urbanos do sexo masculino a partir dos 65 anos e do sexo feminino a partir dos 60 anos de idade. Os trabalhadores rurais podem pedir aposentadoria por idade com cinco anos a menos: a partir dos 60 anos, homens, e a partir dos 55 anos, mulheres.

trabalhador-rural-aposentadoria

Para ocorrer o esperado pelo trabalhador rural, é preciso comprovar todas as necessidades da previdência Social, pois é indispensável à testemunha presente, o trabalhador rural deve comprovar o efetivo exercício de atividade rural, ainda que de forma descontínua, no período imediatamente anterior ao requerimento do benefício, por tempo igual ao número de meses de contribuição correspondente à carência do benefício pretendido, computado o período  a que se referem os incisos III a VIII do § 9o do art. 11 desta Lei.

Requisitos aposentadoria rural

Para se aposentar, além da idade, é necessário que o trabalhador rural comprove que trabalhou durante no mínimo 180 meses (15 anos). Para comprovação da atividade rural em regime de economia familiar é necessária uma prova documental. Você pode usar documentos como o CTPS, o contrato de arrendamento, parceria ou comodato rural, declaração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, algo que comprove seu cadastramento no INCRA, além de notas fiscais de entrega de mercadoria agrícola já que são admitidos como prova de atividade rural.

Documentação aposentadoria rural

É necessário ter em mãos o CPF, carteira de trabalho além dos carnês de contribuição ao INSS, documentos que provem a condição de segurado especial como dito anteriormente.

Para dar inicio ao processo de aposentadoria, agende um horário no site do INSS.

  • Após entrar no site, selecione o serviço desejado, no seu caso procure por “Aposentadoria por idade rural (atendimento presencial – agendamento)”.
  • Após selecionar esta opção, a página irá se atualizar e te dará algumas informações importantes e que você deve seguir até o dia do atendimento presencial.
  • Após ler os dados, preencha o campo de texto com a imagem referente ao balão de caracteres, prossiga em “Ok”.
  • Agora é necessário informar alguns de seus dados pessoais, tais como o CPF, a data de nascimento, além do seu nome completo.
  • No cadastro de agendamento ainda é pedido uma forma de contato, você deve deixar o número de telefone móvel ou fixo ou também o seu endereço eletrônico (e-mail).
  • Agora, você precisará enviar a documentação pedida no final dos termos em que você leu.
  • Neste passo, você selecionará a unidade mais próxima do serviço de você.
  • Agora você terá de confirmar seu requerimento e após isso você terá em mãos o comprovante do requerimento, é importante imprimi-lo.

Feito isso, você estará com data, hora e local do agendamento para dar-se inicio a sua aposentadoria.

trabalhador-rural-previdencia-social

Os documentos elencados nesse rol de início de prova material são o RG, CPF, Certidão de Casamento, Certidão de Óbito, Carteira de Trabalho, Atestado Médico, Título Eleitoral, Certidão de Reservista, Certidão de Nascimento dos filhos, Lembrança da Comunhão, Histórico Escolar, Certidão de Conclusão de Curso Primário, Contrato de Arrendamento Rural, Certidão do INCRA, Escritura Pública, Ficha de Sócio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Notas de Produtor Rural, Guias de Recolhimento do ITR e CCIR, entre outros.

Se você se encaixa nas normas de aposentadoria Rural, passe a se informar em uma das agencia mais próxima de você da Previdência Social, e assim você poderá ter acompanhamento diário pelo site da previdência Social, de como resolver suas duvidas sobre sua aposentadoria.

Simulação Aposentadoria – Calcular

Calcular Aposentadoria do INSS – Fazer Simulação Online

Veja quanto tempo falta e qual o valor que irá receber quando chegar à sua sagrada aposentadoria pela internet! Ansioso para saber quando poderá se aposentar?

Muitas pessoas ainda não querem ouvir falar de aposentadoria, mas a grande maioria dos brasileiros esperam poder chegar até lá e receber o tão valioso direito pelo qual começam a pagar logo desde cedo. A partir dos 16 anos, todos os brasileiros contratados em regime CLT, e aqueles que trabalham de forma autônoma, obrigatoriamente precisam pagar o INSS, o qual será destinado à Previdência Social e poderá receber após os 30 anos de contribuição.

simulacao-aposentadoria-inss

Quem está chegando próximo à este período, já contribuiu com quase todos os anos, está ansioso para saber quanto tempo falta para aposentar-se. Não somente com relação ao tempo, como também em relação ao valor da aposentadoria que irá receber quando este momento chegar. Este valor irá variar dependendo de quanto o colaborador contribuiu ao longo de todos estes anos, e se o mesmo chegou a contribuir todos os meses.

Para solucionar a ansiedade de muitos, existem inúmeras ferramentas na internet na qual o colaborador pode fazer a Simulação de Aposentadoria. Porém a mais confiável é o da própria Previdência Social. Por mais que as informações que nela estão disponíveis não possuem punho legal, as pessoas podem ter uma ótima base de quanto falta fazendo o calculo da aposentadoria, e qual o valor exato que irão receber pelo INSS ao completar os 30 anos de contribuição.

Simular aposentadoria INSS

Para as pessoas que estejam interessadas em fazer um cálculo do valor que você ira receber pela sua aposentadoria, agora você pode realizar uma simulação que vai permitir você saber as informações relativas a aposentadoria, segundo os seus anos de trabalho efetivo.

Para simular o calculo de sua aposentadoria no INSS você tem que se dirigir ao site do Ministério da Previdência Social no endereço www.previdencia.gov.br.

inss-simulador-aposentadoria

Entrando no site da previdência você vai logo visualizar a seção de “Benefícios da Previdência Social”. Ali vai poder selecionar entre Aposentadorias, Auxílios e Pensões. Uma vez que você chegar na página do simulador de aposentadoria do INSS, o site tem disponibilizado duas opções para você conferir. A primeira vai permitir você fazer o cálculo com uma simulação da contagem do tempo de contribuição. A segunda opção vai permitir você fazer uma simulação do valor do beneficio de acordo com a Lei numero 9.876 de 29/11/99.

Tome em consideração que essas opções são especificamente para trabalhadores da iniciativa privada.

O que você possivelmente está se perguntando e como vai fazer uma pessoa que não trabalha nem nunca trabalhou na área privada, para calcular sua aposentadoria. Bem, isso não e um problema sem solução. Já no ano 2008, o CGU ou Controladoria-Geral da União tem lançado um sistema que funciona de forma similar ao do Ministério da Previdência Social, porém é dirigido especialmente aos benefícios que o servidor público vai perceber uma vez que acabe sua carreira como trabalhador, seja profissional ou não.

Simulador de Aposentadoria INSS online

O sistema também permite fazer uma simulação da aposentadoria, calculando quanto tempo falta para o trabalhador ter direito ao beneficio da aposentadoria, ou indicar diretamente se o servidor público já tem esse direito atualmente. Os cálculos são aparentemente confiáveis, baseados em informações varias sobre a pessoa, como a sua idade, tempo de contribuição e tempo no cargo. Então já sabe, se você é servidor público, pode acessar a esse sistema de simulação de sua aposentadoria, atual ou futura, acessando o site www.cgu.gov.br/simulador.

Como fazer a Simulação de Aposentadoria pela internet passo a passo

Para que as pessoas possam calcular o tempo de contribuição na sua conta do INSS, é preciso primeiramente acessar a página na internet: http://sibe.INSS.gov.br/PortalSibeInternet/pages/compdir/principalsimuladormanual.xhtml#sibeserá preciso fornecer algumas informações principais para o seu acesso, tais como o numero do seu PIS. Esta é a primeira informação exigida pelo site no momento de fazer o calculo da aposentadoria. Em muitos casos, muitas pessoas possuem mais de um numero de PIS, o qual pode gerar problemas futuros, pois parte da contribuição do INSS pode ter sido depositada em contas diferentes.

previdencia-social-simulacao-aposentadoria

Caso esta situação aconteça com você, é preciso entrar em contato imediatamente com a equipe da Previdência Social, para que os mesmos possam fazer a unificação do PIS, o que seria basicamente juntar todas as contas de PIS que possui separadas, para poder fazer corretamente a Simulação de Aposentadoria no site e receber o seu beneficio ao completar os 30 anos de contribuição.

Já para saber o valor da aposentadoria, é preciso acessar o link https://sipa.INSS.gov.br/SipaINSS/pages/conrmi/conrmiInicio.xhtml e nessa parte novamente serão exigidas várias informações pessoais, e principalmente sobre os recebimentos obtidos em seu tempo de carteira assinada. Por isso, antes de consultar o site, é recomendável ter todas estas informações em mãos, tais como holerites e a carteira de trabalho.

Desta maneira fica fácil para todos fazer a Simulação de Aposentadoria! Caso ainda tenha dúvidas referente ao assunto, entre em contato pelo telefone 135, que os agentes da Previdência Social poderão fazer o calculo para você.

Aposentados do INSS

INSS Aposentados

Se você tem direito à aposentadoria do INSS, mas está preocupado que essas mudanças possam interferir para você, saiba que tudo vai depender do que for aprovado pelo Poder Legislativo e, depois, pelo Presidente da República.

Infelizmente, o atual panorama do Brasil é o seguinte: muitos jovens, adultos e idosos e poucas crianças e adolescentes. Mas por que isso é relevante para a aposentadoria, benefícios e pensões concedidos pelo Governo?

aposentados-do-inss1-300x242

A aposentadoria no INSS é um direito conquistado pelo trabalhador devido aos seus anos de trabalho em que contribuiu com a previdência. Quando se aposenta, a pessoa tem direito a receber determinado valor por parte do governo, dependendo do motivo da aposentadoria e do tempo de carteira assinada que a pessoa tem, ou seja, quantos anos contribuiu.

Aposentadoria da Previdência Social

Já está liberada a lista da revisão de teto que irá dar reajustes de valores de até 117 mil beneficiados, então se você é pensionista ou aposentado do INSS, não deixe de conferir para saber se você é um dos contemplados.

Desde agosto está liberado o aumento de 239 reais. Mas os beneficiários devem consultar toda a documentação para ter certeza de que está tudo certo ou de que não estão sendo prejudicados.

A aposentadoria no Brasil ainda é algo precário, porém funciona e todos os inválidos, idosos ou pessoas com doenças degenerativas ou psiquiátricas tem esse direito garantido por lei. Mas ainda assim o valor de aposentadoria é baixo no Brasil a não ser que você contribuiu com parcelas extras para complementar a sua aposentaria ou ganhava um salário muito alto.

Com o tempo a aposentadoria tende a desaparecer, pois ela é sustentada pelos impostos pagos com o trabalho dos jovens. Mas os idosos estão aumentando muito, o que quebraria a economia caso fosse mantido o atual modelo de aposentadoria que está passando por reformas afim de evitar o pior. Então deve-se aumentar os impostos para suprir o desfalque de jovens que devem pagar mais e mais para se aposentar no futuro pelo INSS.

Se você deseja acompanhar as últimas noticias sobre os aposentados do INSS e ficar pode dentro das novas leis, tabelas de pagamento e muito mais é só acompanhar o site.

Reforma na Previdência

A Previdência Social funciona com base em um princípio chamado de “Princípio da Solidariedade”. O que isso quer dizer? Quer dizer que aquelas pessoas que estão trabalhando pagam, com suas contribuições mensais, a aposentadoria de quem já está aposentado.

reforma-da-previdencia-aposentados

Tecnicamente, o dinheiro entra na conta da Previdência Social e já sai, com o pagamento das aposentadorias. A ideia desde a criação da Previdência Social era de que esse dinheiro tivesse algum rendimento. Entretanto, na situação atual, nem sequer há tempo de fazer isso.

Porém, esse desequilíbrio entre o número de pessoas que trabalham com as já aposentadas está fazendo com que o Governo Federal tenha que retirar dinheiro de outros lugares para pagar as aposentadorias do INSS.

Só que são milhares de brasileiros que recebem benefícios, pensões e aposentadorias, o que equivale a milhares de reais todo o mês. Se o crescimento populacional continuar assim, vai chegar um momento em que a Previdência Social e nem sequer o Governo vai conseguir pagar as aposentadorias INSS, pois seriam muitas pessoas aposentadas para poucas pessoas contribuindo, ou seja, fazendo o dinheiro da Previdência Social “circular”.

Muitas pessoas se dividem sobre esse assunto, pois acreditam que o Governo poderia economizar em outros lugares, sem alterar as regras, que já são um pouco duras, para que uma pessoa consiga se aposentar pelo INSS.

Aliás, conseguir empregos formais, ou seja, com carteira assinada e que dão direito a todos esses benefícios do INSS não é muito fácil, especialmente diante da crise que assola o Brasil nesse momento, o que leva muitas pessoas a fazerem os chamados “bicos”, que são trabalhos informais que geralmente não trazem quase nenhum benefício trabalhista, muito menos aposentadoria integral, aposentadoria parcial, auxílio-doença, seguro desemprego e muitos outros.

Assim, muitas pessoas deixamde pagar o INSS.

Desse modo, considerando também a expectativa de vida das pessoas, que aumentou nos últimos anos, o Governo considera que as pessoas podem trabalhar mais e, por isso, uma reforma é necessária para estabilizar as contas públicas.

Agora que você já entendeu os motivos do Governo, não deixe de pedir a aposentadoria do INSS caso preencha os requisitos e queira solicitar.

Aposentadoria Proporcional – Regras

Regras da Aposentadoria Proporcional

Muitas pessoas tem dúvidas sobre as exigências para a concessão de aposentadoria por tempo de contribuição, após as várias mudanças definidas através da reforma da Previdência Social para o setor privado. Somente deverá ter direito quem já atuava no mercado de trabalho no dia 16 de dezembro de 1998.

inss-aposentadoria-proporcional

A única exigência da aposentadoria integral é o tempo de contribuição que vai de 35 anos para o homem e 30 para a mulher. Apesar desta regra, uma idade mínima é necessária para acontecer a aposentadoria por tempo de contribuição proporcional. Além disto apenas deverá ter direito a proporcional quem estava no mercado de trabalho atuando em corpos docentes durante este período. Com isto a idade mínima para a aposentadoria proporcional é de 53 anos para homens e de 48 anos para as mulheres. O tempo de contribuição é a partir de 30 anos para homem e de pelo menos 25 anos para as mulheres, pois existe um acréscimo de pedágio. Este tempo é mais de 40% sobre o período que faltava, para que a pessoa pudesse completar 30 anos no caso do homem e 25 no caso da mulher.

Aposentadoria proporcional existe?

O fim da aposentadoria proporcional ocorreu em 16 de dezembro de 1998. Logo, por se tratar de um direito adquirido, as pessoas que trabalhavam e contribuíam com o INSS já nessa época, ainda tem direito a se aposentar por suas regras.

Como pedir aposentadoria proporcional INSS

Para solicitar a aposentadoria proporcional você devera solicitá-la por meio de agendamento prévio pela Central 135. Isso e possível de fazer pela internet, no Portal da Previdência Social, e também por meio das Agencias da Previdência Social, mediante o cumprimento das exigências legais.

Tempo para aposentadoria proporcional INSS

Deve-se observar para que se possa conseguir a aposentadoria proporcional INSS, é necessário “pagar um pedágio” correspondente a 40% do tempo que faltava para completar o tempo da aposentadoria que era exigido até 1998 (que era de 30 anos para homens e 25 anos para mulheres).

aposentadoria-proporcional-regras

Como funcionava este cálculo de Aposentadoria Proporcional

Se um homem contava com 20 anos de contribuição em 16 de dezembro de 98, seriam necessários mais 10 anos para completar os 30 anos. Esses dez anos, com o acréscimo de 40% passaram para 14 anos, contando a partir do período de 15 de dezembro de 98. Já a mulher que tivesse 20 anos de contribuição nesta época precisaria de mais cinco anos para completar os 25 anos. Completando assim 60 anos com o pedágio passaram a ser 7 anos.

E constatando assim que o requerente que solicitou a aposentadoria por tempo de contribuição com renda integral preenche todos os requisitos apenas para a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição, contando com uma renda proporcional. o servidor do INSS deverá de forma formal solicitar ao segurado para que este, caso quiser optar expressamente e ainda por escrito pelo benefício proporcional, e não havendo algum tipo de manifestação pela opção dentro do prazo estabelecido.

Dataprev – Simulação de Aposentadoria

Simulação de Aposentadoria INSS Dataprev

Com o avanço da tecnologia e a inclusão digital com a internet, já é possível fazer uma Simulação de Aposentadoria através do site da Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social). Veja, a seguir, mais informações e como fazer o cálculo de Simulação de Aposentadoria do INSS.

dataprev-aposentadoria

A DATAPREV é sediada em Brasília, no Distrito Federal, mas detêm diversas filiais em vários lugares em todo o Brasil. Ademais, a DATAPREV tem a competência de evitar e dificultar a ocorrência de fraudes no recebimento de benefícios.

Além disso, incumbe ao DATAPREV pagar os benefícios de todos os segurados do INSS, bem como a liberação do Seguro Desemprego. Ou seja, o DATAPREV tem diversas responsabilidades e é muito importante para o Governo Federal. Afinal de contas, não é nada fácil repassar benefícios a diversas pessoas, geralmente ao mesmo tempo, sem uma ajudinha da modernidade, não é mesmo?

Infelizmente, mesmo com todo um cuidado realizado pela DATAPREV e pelo Governo Federal muitas pessoas acabam recebendo valores da Previdência Social de forma indevida, o que não é raro ver em jornais, revistas, televisão e na internet.

Porém, o cerco do DATAPREV a essas pessoas acaba se tornando cada vez maior por conta da modernização desse sistema pelo Governo Federal.

A aposentadoria é o resultado da contribuição que todos os trabalhadores fizeram à Previdência Social e INSS. O aposentado recebe mensalmente um valor em dinheiro que é de no mínimo o valor do salário mínimo em vigor, podendo ser mais, dependendo do tipo de contribuição e trabalho da pessoa. Tudo relativo à aposentadoria e outros benefícios do INSS é organizado pela Dataprev.

Com a internet e, assim, os serviços online realizados a partir do site da Dataprev, a rapidez e agilidade com que são resolvidos assuntos ligados ao INSS, como consultas e tira-dúvidas são notáveis e tem deixado beneficiários e contribuintes satisfeitos. Um exemplo disso é a Simulação de Aposentadoria, que pode ser feita no conforto de seu lar.  A simulação de aposentadoria calcula o tempo que falta para o contribuinte se aposentar, além de informar dados sobre tempo de serviço e contribuição, entre outras informações úteis.

Simulação de Aposentadoria: como fazer no simulador Online do site da Dataprev

Para fazer a sua Simulação de Aposentadoria Dataprev, o contribuinte deverá acessar a página oficial do site da Dataprev, no endereço: www010.dataprev.gov.br/cws/contexto/conrmi/index.html, onde você estará na página de Simulação do Cálculo da Renda Mensal. Agora você deverá informar os dados para preencher os campos de acordo com o que for pedido. Após preencher todo o formulário corretamente e de acordo com suas características e necessidades, é só clicar no botão “Calcular” logo no final do formulário. Pronto, o sistema do Dataprev irá informar os dados de sua simulação como valores de renda mensal, entre outros.

Saiba mais sobre Aposentadoria e outros assuntos ligados ao INSS através do site da Previdência Social, no endereço:  www.previdencia.gov.br/conteudoDinamico.php?id=15.

Aposentadoria Integral INSS

INSS Aposentadoria Integral – Informações

É bom saber que no Brasil existem 3 tipos de Regime para aposentadoria:

  • Regime Geral de Previdência Social: onde estão inseridos os trabalhadores de empresas privadas, por exemplo, bem como aqueles que contribuem ou obrigatoriamente ou porque querem ao INSS, como servidores públicos, militares etc.;
  • Regime Próprio de Previdência: normalmente organizado por Estados e Municípios para seus servidores efetivos, ou seja, que passaram em concurso;
  • Previdência Complementar: em regra, realizada por Instituições Financeiras, para quem quer garantir desde já o complemento da aposentadoria.

O Instituto Nacional de Seguro Social – INSS é uma autarquia federal que visa administrar benefícios, auxílios e pensões conferidas aos cidadãos, incluindo a aposentadoria integral do INSS.

inss-aposentadoria-integral

Tipos de Aposentadoria INSS

Para quem deseja se aposentar, deve saber que existem alguns tipos de aposentadoria INSS, como:

  • Aposentadoria INSS por idade: homens com 65 anos e mulheres com 60 anos, mais 15 anos de contribuição.
  • Aposentadoria INSS por idade trabalhadores rurais: homens com 60 anos e mulheres com 55 anos, mais 10 anos de contribuição.
  • Aposentadoria INSS por tempo de contribuição: 35 anos de contribuição para homens e 30 para mulheres.
  • Aposentadoria INSS por tempo de contribuição para professores: 30 anos para homens e 25 para mulheres.
  • Aposentadoria INSS por invalidez: quando perícia constata incapacidade para o trabalho.
  • Aposentadoria especial INSS: para trabalhadores que têm contato com agentes químicos ou nocivos à saúde.

Aposentadoria integral o que é?

Feitas essas considerações, você deve estar se perguntando: “mas o que é aposentadoria integral?”.

Há a chamada aposentadoria integral INSS e a aposentadoria proporcional. A diferença entre elas é basicamente o tempo de serviço para que ocorra a aposentação.

  • Na aposentadoria integral INSS é preciso trabalhar ao menos 30 anos quando mulher e 35 quando homem. Com isso, o beneficiário INSS receberá 100% do valor da aposentadoria, que deverá ser compatível com suas contribuições, respeitando-se um valor-teto máximo da Previdência Social.
  • Na aposentadoria proporcional INSS o tempo mínimo de trabalho é de 25 anos para a mulher e 30 para o homem. Com base nisso, a pessoa terá direito de 70 a 95% do valor total da aposentadoria.

Só que na aposentadoria integral INSS nas modalidades tempo de serviço, tempo de contribuição e por idade incidirá o chamado “fator previdenciário INSS”.

Com isso, o INSS chegará ao valor do chamado “salário-de-benefício”, que é diferente da aposentadoria.

Aposentadoria Integral INSS Como Funciona?

Hoje o trabalhador que deseja se aposentar, por diversos motivos pode fazê-lo e há algumas modalidades de aposentadoria: por idade, tempo de contribuição e aposentadoria por invalidez e a proporcional.

aposentadoria-integral

Para cada tipo de aposentadoria há um valor mínimo de contribuição (que é aquele valor mensal descontado de folha de pagamento). Para a aposentadoria integral, aquele que é devida para quem já tem 35/30 anos de contribuição (homem e mulher respectivamente). Já a aposentadoria proporcional, exige contribuição mínima de 25 anos para mulher e 30 anos para homem.

Outra diferença entre os tipos de aposentadoria, além da carência (ou tempo mínimo de contribuição) é o valor pago de benefício. A aposentadoria integral significa um pagamento de 100% do benefício; e a proporcional, como diz o nome, é proporcional ao tempo de contribuição que pode variar de 70% a 95%.

Mas, vale salientar que embora a aposentadoria seja integral, em alguns casos não será pago os 100% do salário de benefício. O cálculo do salário de benefício é feito com base na média contributiva com limitação ao valor do teto contributivo (ou seja, o limite máximo da previdência) e com a aplicação do fator previdenciário (que é direcionado para no caso de aposentadoria por idade e por tempo de contribuição). O fator previdenciário é aplicado de forma facultativa para a aposentadoria por idade, somente sendo aplicada se for para beneficiar o trabalhador.

Algo para se salientar também é que para quem for pedir aposentadoria por tempo de contribuição, não precisa comprovar idade mínima, apenas o tempo de contribuição. Diferentemente acontece com a aposentadoria integral que exige uma idade mínima (60/65 anos) para isso, além do tempo mínimo de contribuição (180 contribuições mensais).

Existe também uma diferença  entre os funcionários públicos federais que exigem para aposentadoria integral idade mínima de 60/55 anos (homem e mulher respectivamente).

Tabela Cálculo Aposentadoria integral INSS

Veja abaixo a tabela com o cálculo da aposentadoria integral para os próximos anos, conforme Regra 85/95 Progressiva do Governo Federal:

Pessoas do sexo feminino Pessoas do sexo masculino
Até 30 de dezembro de 2018 85 95
De 31 de dezembro de 2018 a 30 de dezembro 2020 86 96
De 31 de dezembro de 2020 a 30 de dezembro de 2022 87 97
De 31 de dezembro de 2022 a 30 de dezembro de 2024 88 98
De 31 de dezembro de 2024 a 30 de dezembro de 2026 89 99
De 31 de dezembro de 2026 para além. 90 100

Caso tenha mais alguma dúvida, acesse o site da Previdência Social e tenha diversas informações a respeito da aposentadoria integral INSS.

Melhor idade para se aposentar

Qual a melhor idade para se aposentar no INSS

Após uma vida inteira de lutas e superações, nada melhor para um idoso do que se aposentar e ter a tranquilidade de saber que todo mês você terá em sua conta um valor garantido para seu sustento. Mas, saiba que para tanto, é preciso saber qual é a melhor idade para se aposentar. Saiba agora mesmo quais os requisitos necessários e qual é a melhor idade para se aposentar.

melhor-idade-para-se-aposentar

Para um homem conseguir se aposentar, ele deverá ter 65 anos de idade e 35 anos de contribuição ao INSS, ou seja, ele deverá ter sido empregado durante 35 anos, já para uma mulher conseguir tirar a sua aposentadoria, ela deverá ter 60 anos de idade completos e 35 anos de contribuição para o INSS. Apenas para trabalhadores rurais, as regras para conseguir se aposentar diferem das normas gerais, ou seja, para o trabalhador rural, a idade mínima é de 60 anos de idade e para a trabalhadora rural, a idade é de 55 anos, isso por ser um trabalho mais pesado que pessoas idosas têm muita dificuldade em executar devido às limitações que os anos trazem.

Essa idade mínima exigida, é para que o aposentado consiga obter sua aposentadoria com o seu fator acima de 1 que dará à ele o direito de obter o benefício integral ou ganhar algum tipo de bônus em relação à média salarial de todas as suas contribuições. Caso o seu fator fique abaixo de 1, o seu benefício provavelmente será reduzido.

Para os trabalhadores de iniciativa privada, embora a possibilidade de conseguir uma aposentadoria melhor com o máximo vigente, seja muito tentadora, para obtê-la você terá ficar alguns anos a mais na ativa para conseguir um fator acima de 1 e ganhar a tão sonhada aposentadoria máxima do INSS. Nesse caso, a melhor idade para se aposentar, é quando você atinge mais de 40 anos de contribuição ao INSS e acima de 60 anos de idade.

Existem quatro tipos de aposentadorias, que tal conhecermos um pouco sobre cada?

A mais conhecida por nós é a aposentadoria por idade, sendo 65 anos para o homem e 60 para a mulher em âmbito urbano, e 60 anos para o homem e 55 para a mulher em âmbito rural, além disso, é necessário comprovar no mínimo 180 meses (15 anos) de trabalho.

Outra bem conhecida também é a aposentadoria por contribuição, sendo essa sem idade mínima para aposentadoria, porém, é necessário ter contribuído por pelo menos 30 anos para as mulheres e 35 para os homens.

Já a aposentadoria por invalidez, refere-se ao trabalhador que é incapaz de exercer quaisquer que sejam as atividades em prol do trabalho permanentemente. Esta pessoa pode ser reavaliada a cada dois anos pela perícia médica do INSS para verificação. Não se pode aposentar por invalidez quem começar a contribuir para a Previdência quando já portador de alguma doença ou lesão que o incapacite. Se este aposentado conseguir recuperar sua capacidade física ou mental, a aposentadoria deixa de ser paga.

E por fim, a aposentadoria especial. Esta é destinada a pessoas expostas a condições prejudiciais tanto a saúde quanto à integridade física.  Há a necessidade de laudo médico atestando que você esteve exposto a riscos durante o tempo trabalhado. Vale ressaltar que o tempo de contribuição dependerá do quão exposto ao perigo era o trabalhador durante a sua atividade.

Aposentadoria do Professor – Especial

Aposentadoria especial do Professor

A aposentadoria especial para carreiras de risco é um tipo de benefício que o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) disponibiliza, mas para ter acesso é necessário atender aos requisitos que são indispensáveis, os quais iremos detalhar aqui para que você possa entender um pouco melhor sobre esse benefício que está em tramitação no Poder Legislativo.

Os servidores públicos que exercem funções de risco podem solicitar o benefício de aposentadoria em um prazo de tempo menor que as profissões tradicionais, isso porque a atividade de risco pode comprometer a integridade física ou mental do trabalhador, o que concede a ele o direito de aposentar um pouco antes que as demais pessoas.

O primeiro passo é entender o funcionamento dessa aposentadoria e também quais são os requisitos cobrados para ter acesso a mesma, a partir daí é que você consegue ver se atende a esses pontos.

professor-aposentadoria

Regras Aposentadoria do Professor

Uma das profissões mais antigas do mundo tem aposentadoria com regime especial, estamos falando da aposentadoria do professor, que tem regras diferentes às demais. A grande vantagem da aposentadoria para os professores é a redução de 5 anos de contribuição para receber o benefício. Os professores precisam contribuir por 30 anos para a previdência social, e as professoras tem que ter no mínimo 25 anos de contribuição.

Mas para ter direito a receber esta aposentadoria especial, o professor terá que provar com documentos que realmente exerceu a profissão durante todo o período de contribuição. A Previdência Social só aceita documentos como prova, o depoimento de testemunhas não tem valor neste caso. Os documentos exigidos são, diploma de formação acadêmica e declaração autenticada da escola detalhando todos os anos trabalhados e a função desempenhada.

aposentadoria-especial-de-professor

A aposentadoria do professor mesmo tendo esse nome, se abrange a demais áreas da edução. Também tem direito de receber o benefício os profissionais diplomados que atuam como diretor de escola, coordenador de educação, supervisor ou secretário escolar. Para aqueles professores que iniciaram sua carreira quando era possível trabalhar sem diploma, outro documento pode ser apresentado para comprovar a legitimidade das atividades em sala de aula.

Mas a legislação para ter direito a aposentadoria especial do professor ainda conta com uma falha grave. Pois só tem direito a receber este benefício os professores que lecionam para escolas do ensino fundamental e ensino médio. Os professores que trabalham em faculdades e cursos particulares por exemplo, não tem direito a receber está aposentadoria especial. O que frusta muitos profissionais da educação. Já tramitam na câmara dos deputados em Brasilia alguns projetos para corrigir esta falha, mas nada ainda foi modificado neste sentido, alguns professores acabam entrando na justiça para ter o seu direito reconhecido, e receber a aposentadoria especial. Saiba mais acessando as novas regras de aposentadoria do Professor no INSS.