INSS Benefício Maternidade

Benefício Maternidade do INSS – Consulta

O que é INSS?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), criado em 26 de março de 1988, é uma autarquia do Governo Federal do Brasil que recebe contribuições para manutenção da previdência social, sendo responsável pelo dinheiro destinado a aposentadoria, pensão pós-morte, auxílio-doença, auxilio-acidente, entre vários outros benefícios previstos pela lei.

Salário maternidade

O salário maternidade do INSS é pago às contribuintes individuas, empregadas domésticas, trabalhadoras avulsas, seguradas empregadas, facultativas e seguradas especiais, por ocasião de parto, inclusive o natimorto, aborto não criminoso, adoção ou guarda judicial para fins de adoção.

Duração do beneficio Salário Maternidade do INSS

As trabalhadoras que contribuem para a Previdência Social têm o direito ao salário-maternidade durante no máximo 120 dias, em que ficam afastadas do emprego por causa do parto. O benefício foi estendido também para as mães adotivas. O beneficio pode ter início ate 28 dias antes do parto. Se o benefício for iniciado antes do nascimento da criança, a forma de comprovar é o atestado médico. Por outro lado, se foi depois do parto, apenas a certidão de nascimento.

Como requerer ao salário maternidade do INSS?

O beneficio pode ser solicitado pelo portal da Previdência Social, ligando 135, nas agencias da Previdência Social, mediante o cumprimento das exigências legais ou pelo site http://www.dataprev.gov.br/servicos/salmat/salmat.htm.

De acordo com Decreto 6.722, de 30 de dezembro de 2008, os dados constantes no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) valem para todos os efeitos como prova de filiação à Previdência Social, relação de emprego, tempo de serviço ou de contribuição e salários-de-contribuição, podendo, em caso de dúvida, ser exigida pelo INSS a apresentação dos documentos que serviram de base à anotação. Da mesma forma, o segurado poderá solicitar, a qualquer momento, a inclusão, exclusão ou retificação das informações constantes do CNIS com a apresentação de documentos comprobatórios dos dados divergentes, conforme critérios definidos pelo INSS.

As informações sobre os dados no CNIS poderão ser obtidas na Agência Eletrônica de Serviços aos Segurados no portal da Previdência Social, na opção “Extrato de Informações Previdenciárias”, mediante senha de acesso obtida  através de agendamento do serviço pelo telefone 135 ou solicitada na Agência da Previdência Social de sua preferência.

A duração do beneficio salário maternidade do INSS será diferenciado da seguinte forma:

– 120 dias, se a criança tiver até um ano completo de idade.

– 60 dias, se a criança tiver de um ano até quatro anos completos de idade.

– 30 dias, se a criança tiver de quatro anos até os oito de idade.

Pagar INSS Autônomo em Atraso

Como pagar o INSS Autonomo atrasado

Orientações ao trabalhador autônomo a fim de regularizar sua situação no INSS

O INSS é uma provisão do Governo Federal ao trabalhador, para fins de contribuição. O indivíduo deve contribuir ou ter descontado de seu salário mensalmente uma porcentagem de acordo com sua faixa salarial, para aposentaria futura, pensão, auxílios e outros benefícios.

Para os trabalhadores autônomos, ou seja, sem carteira assinada, contribuem como Contribuinte Individual. Nem sempre é fácil para o trabalhador autônomo pagar nas datas certas, pois seus rendimentos dependem de quanto faturou durante o período, até a data de pagamento do benefício. Mas há algumas orientações neste respeito a fim de guiar o profissional para colocar em dia sua pendência com o INSS.  Em primeiro lugar ele deverá comparecer à agência mais próxima ou acessar o site da PREVIDÊNCIA SOCIAL para atualizar seus cálculos em atraso e saber quanto irá pagar. Após este procedimento, receberá uma guia de pagamento. Em alguns casos se a dívida é muito grande, então o contribuinte deverá se dirigir à Receita Federal para o parcelamento.

Segundo uma advogada, Natali Araújo, o parcelamento pode ser feito em no máximo 60 vezes, e o contribuinte pode emitir até quatro parcelas mensais por competência de atraso e que o valor de cada parcela não pode ser inferior a R$ 200,00. Em caso de dúvidas, o trabalhador deve ir à uma agência. Não é necessario o agendamento da visita pelo telefone 135.

Se o trabalhador autônomo nunca optou em contribuir e deseja fazer isso pela primeira vez ou se ficou algum tempo inativo, pagando em períodos diferentes dos trabalhados, poderá pedir uma retroação através da Retroação da DIC. É necessário ter em mãos todos os documentos que comprovem sua atividade. Após estes procedimentos feitos, o trabalhador autônomo receberá um carnê e deverá efetuar o pagamento em agências ou pontos autorizados, como Casas Lotéricas, Bancos indicados ou no próprio posto da Previdência.

INSS Dataprev – Consultar Extratos e Pagamentos

Consulta de Extratos e Pagamento – Dataprev INSS

A Dataprev é uma grande companhia de tecnologia com informações sobre a previdência social, trata-se de uma empresa pública constituída pela Lei nº 6.125 de 04/11/1974.

No site da Dataprev você vai encontrar uma quantidade enorme de serviços disponíveis que auxilia a encontrar respostas para muitas dúvidas referentes aos benefícios do INSS.

A internet facilita a nossa vida em todos os sentidos, até mesmo para os aposentados fica fácil realizar uma pesquisa a fim de saber sobre o seu extrato do INSS, tudo online, sem precisar sair de casa, alguns beneficiários ainda precisam de ajuda dos mais novos para isso, mas não é nenhum “bicho de sete cabeças”, é só entrar no site através do seguinte link http://www.dataprev.gov.br/.

Entrando no site do Dataprev você poderá consultar o seu extrato do INSS, para saber a data do recebimento do benefício do INSS, e por questões de segurança o site pede alguns dados para ter certeza de que é o próprio beneficiado que está tentando fazer a consulta dos extratos no Dataprev. Para dar continuidade basta você informar a data de aniversário, o número do CPF, o número do benefício e seu nome completo.

Os beneficiários também podem consultar seu extrato do INSS através de uma ligação telefônica, sem custos por telefones fixos, porém a ligação por celular é cobrada, para fazer a sua consulta Dataprev pelo telefone é só discar o número 135.

O agendamento para o pagamento aos beneficiários do INSS em 2012 estará no portal da Previdência Social e a partir de janeiro/2012 as agências bancárias e os postos do INSS já terão o calendário disponível em suas dependências para melhor visualização dos que recebem pensão, dos segurados e aposentados. Basta sempre você consultar o calendário de pagamento do INSS que você também encontra aqui no site.

Cálculo de Contribuições do INSS

Contribuições do INSS – Cálculos

Leia o artigo abaixo você que é contribuinte da Previdência Social e aprenda a fazer o seu Cálculo de Contribuições do INSS.  Sem complicações mostramos pra você como funciona o INSS e explicamos como pode gerenciar melhor as suas contribuições.

O INSS existe para garantir que o trabalhador, quando chegar à terceira idade, possa desfrutar de benefícios sem ter que trabalhar para isso, já que sua idade não permitirá que execute trabalhos que poderia executar antes. Esse benefício não vem de graça, infelizmente, para ter direito a ele o trabalhador precisa contribuir mensalmente com o INSS, transferindo automaticamente ou não, uma determinada quantia de seu salário, que é estabelecida de acordo com fatores de seu trabalho entre outras regras.

A Previdência Social, na verdade, serve como uma espécie de seguro para toda a população. E vale lembrar que todo tipo de trabalhador pode contribuir para garantir sua aposentadoria através do INSS, desde o autônomo, o trabalhador de carteira assinada (estes que são filiados automaticamente a Previdência Social) e até mesmo aquele trabalhador que presta serviços temporários que vai realizar sua contribuição pagando como o tipo de contribuinte individual. E ainda existe uma categoria que é destinada àqueles que não possuem emprego reconhecido e nem uma renda própria, que é o caso de estudantes, donas de casa e pessoas que se encontram desempregadas. Nesse caso, essas pessoas contribuem como contribuinte facultativo.

Mas muito se pergunta como calcular as contribuições que você faz a Previdência Social. É bom saber antes que para ter direito a qualquer beneficio oferecido pela Previdência é fundamental que você esteja inscrito como segurado e que não falte com suas contribuições, não atrasando.

Primeiramente, para calcular suas contribuições do INSS você precisa verificar em que modalidade de você está encaixada, pois cada contribuição possui alíquotas que se diferem de categoria para categoria. Para começar o cálculo, que hoje já pode ser feito online através do site da Previdência Social, cuja página é: www.previdencia.gov.br, conte o tempo de contribuição que você tem como segurado da Previdência Social. Isso pode ser feito também dentro do site da Previdência ou através desse link direto clicando aqui: www5.dataprev.gov.br/PortalSibeInternet/pages/compdir/principalsimuladormanual.xhtml Contagem de tempo de Contribuição. Para realizar seu cálculo de contribuições do INSS esteja com seus documentos  profissionais em mãos como o número do Pasep, PIS ou do Cici, que é o Cartão de Inscrição de Contribuinte Individual. Se no seu caso você não tiver acesso a internet, você vai poder agendar uma visita a Central 135, onde com seus documentos necessários calcularão para você.

Extrato INSS

Consultar Extrato do INSS Online – Dataprev

Com as facilidades do mundo moderno e com a criação da tecnologia, tudo fica mais fácil, pratico e ágil, o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS também se modernizou, hoje já é possível que seus beneficiários tenham acesso a qualquer informação no conforto da sua casa, basta ter um computador, tablete, celular e esta conectado com a internet, que você consegue ver todos os benefícios que o INSS oferece.

Aposentados, pensionistas, ou beneficiário do INSS, já podem consultar e acessar os serviços disponíveis dentre eles, Extrato do INSS, Extrato de pagamentos de Benefícios do INSS, Extrato INSS para declarar o Imposto de renda, entre outras informações, o INSS conta com a parceria da empresa de tecnologia Dataprev para ajudar no processamento de dados e informações, junto com o Ministério da Previdência Social.

consulta-extrato-inss

INSS – Instituto Nacional do Seguro Social é um órgão ligado diretamente ao Governo junto ao Ministério da Previdência Social e tem abrangência nacional, sua sede fica em Brasília e é lá que fica a cúpula responsável por esse órgão.

O INSS é um órgão que retém fundos de contribuição dos funcionários e dos empregadores, com o objetivo de arrecadar fundos para repassar aos mesmos, a principal vantagem de contribuir com o INSS e garantir o recebimento de aposentadoria quando a pessoa atingir a idade e o tempo de trabalho previsto por lei, auxilio- doença quando o funcionário tiver que se ausentar do trabalho por motivo de saúde, seja essa doença adquira dentro ou fora do trabalho, aposentadoria por invalidez, reabilitação profissional, auxilio acidente entre outros benefícios.

Consulte seu beneficio do INSS – A aposentadoria é algo que beneficia milhões de brasileiros que não podem mais trabalhar, sejam aposentados, inválidos, doentes psiquiátricos, doentes degenerativos, etc. O sustento dessas pessoas é recebido pelo governo. Mas não é por isso que se pode descuidar dos recebimentos, extratos e etc. Tudo tem que ser acompanhado e conferido para que não haja erros e nem injustiças do sistema.

Hoje se pode consultar muitas coisas pela internet, o que facilita muito a vida do aposentado. No site do Dataprev é possível consultar o extrato do seu INSS online. Para realizar essa consulta pela internet basta acessar o seguinte site: http://portal.dataprev.gov.br.

O site da Previdência é completo e traz todas as informações necessárias para tirar as dúvidas de quem não está procurando algo sobre sua aposentadoria. Lá ainda é possível averiguar e consultar outros benefícios como o auxílio doença, salário maternidade, etc.

O site vai pedir o número do benefício e alguns outros dados como medida de segurança, para provar que você é você mesmo. Assim você obterá seu extrato do INSS.

O valor do INSS dificilmente passa de um salário mínimo vigente, salvo casos diferenciados em que o aposentado contribuiu com uma parcela maior para o INSS, mas para a maioria dos trabalhadores que levaram uma vida contribuindo com o estado, é isso que recebem no final, quando estão velhos e fracos e quando mais precisam de conforto. Infelizmente ainda é assim, mas há países que nem aposentadoria tem, por isso devemos lutar para manter e aumentar esse direito.

Consulta Extrato INSS Passo a Passo

O segurado do INSS pode acessar o extrato INSS para consultar saldo, verificar se descontos de consignados foi debitado da sua conta caso o beneficiário tenha feito, se houve desconto de Imposto de Renda, e no final do extrato o valor liquido a ser recebido.  A vantagem do extrato INSS para aposentados e pensionistas são, saber com antecedência o novo valor do seu beneficio. Veja abaixo como consultar o seu extrato do INSS.

extrato-inss

Para consultar extrato INSS é necessário ter em mãos:

  • Número do beneficio
  • Data de nascimento do beneficiário
  • Nome do beneficiário
  • CPF do mesmo

Para os segurados que não tem acesso a computador, tablete, celular e internet, pode ir a qualquer agência bancaria da Caixa Econômica Federal e tirar o seu extrato do INSS.

As pessoas que continuam contribuindo podem verificar seus vínculos empregatícios e suas contribuições, além de acompanhar sua situação junto ao Instituto nacional do seguro social (INSS), o contribuinte que tenha em mãos seus documentos e sua carteira de trabalho é possível simular o tempo de contribuição para efeitos de aposentadoria.

Também a outras opções de consulta de extrato do INSS pela internet tais como: extrato INSS para Imposto de Renda; consulta situação do beneficio do INSS; cartão de concessão e memória de cálculo; certidão para saque do PIS/PASEP/FGTS; certidão negativa de débitos; agendamento INSS; extrato de pagamentos INSS.

INSS em Atraso

Cálculo para pagar INSS em Atraso

INSS – Instituto Nacional do seguro Social é o órgão brasileiro responsável pelo recolhimento de Guia da Previdência Social (GPS), existem várias categorias de arrecadação, como empreendedor individual, donas de casa, empregadores, empregada doméstica, facultativo dentre outras, essa arrecadação foi criado com o objetivo de gerar fundos para assegurar os contribuintes que vão se aposentar, pensionistas, e segurados.

Existem muitas vantagens para quem contribui com o INSS, além da aposentadoria, a família pode contar com salario maternidade, auxílio-doença, pensão por morte, aposentadoria por invalidez, entre outros benefícios, e para o funcionário que perdeu o seu trabalho pode contar com a reabilitação profissional, por isso você contribuinte, não deve deixar de pagar a GPS, pois se sua contribuição do INSS estiver em atraso perdera o direito e os benefícios que o INSS oferece.

Como pagar INSS em Atraso – O Instituto Nacional do Seguro Social é o órgão responsável por receber as contribuições, e ela que recolhe as contribuições e quem paga as aposentadorias e os benefícios previstos por lei. O INSS usa o banco de dados do Dataprev para fazer o processamento dos dados dos contribuintes.

Existem tantas contas que pagamos aluguel, luz, água, telefone, IPTU, IPVA e tantos outros impostos que acabamos esquecendo-se de pagar alguma dessas contas, caso você deixou de pagar essa do INSS, explicaremos como pagar o INSS em atraso.

As parcelas atrasadas do INSS que não forem pagas podem impedir a entrada à aposentadoria por tempo de serviço. Você pode calcular o INSS em atraso, será acrescentada uma multa que poderá chegar a 20% mais a correção monetária dependendo do tempo que atrasou no pagamento.

Para fazer o calculo do INSS em atraso, basta você acessar o a página do site da Previdência e informar o valor do salário mensal, junto com o mês do salário a ser pago em atraso.

A seguir você encontra informações sobre pagamento em atraso do INSS e suas modalidades:

Empregado doméstico – pode ser solicitado em qualquer época, e a sua contribuição é calculada através do salario base registrada em carteira de trabalho.

Facultativo – para o facultativo esse recolhimento do INSS em atraso, pode ser feito na internet, se a guia tiver em atraso no máximo de seis meses, caso tenha ultrapassado esse período, tem que ir a uma Agência da Previdência Social, para ser analisado a sua situação perante o INSS.

Contribuinte individual – pode calcular após o seu cadastro da atividade na Previdência Social, a partir do primeiro dia de recolhimento.

Comprovação de atividade – o contribuinte individual que não tem o primeiro recolhimento ou deseja recolher os anos anteriores, poderá solicitar o recolhimento em atraso nas Agências da Previdência Social mediante comprovação do exercício da atividade durante a temporada em que esteve em débito.

Para cálculos acima de cinco anos fiscais, o contribuinte deve procurar uma das Agências da Previdência Social mais próxima.

Para calculo de contribuição em atraso do INSS, para os contribuintes individuais tenha em mãos um desses documentos NIT/PIS/PASEP e saber a categoria que você pertence, e para o pagamento de guias patronais é preciso do CNPJ e a categoria do contribuinte.

O contribuinte que deseja quitar seus débitos e ficar em dia com suas contas, pode procurar o site da receita federal ou o sistema do Dataprev, lá você vai conseguir emitir uma nova Guia da Previdência Social, e o valor vai sair corrigido já com multas e juros e o seu pagamento pode ser feito em qualquer agência bancaria e lotéricas.

As taxas embutidas nas guias recalculadas do INSS são juros, obedecendo a taxa Selic, e será calculada a partir do primeiro dia do mês subsequente e multa por dia de atraso até o dia que ocorra o pagamento.

Caso exista mais dúvidas o contribuinte pode ligar para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135, esse serviço está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília), o atendimento da Previdência Social é simples, gratuito e dispensa intermediários, para ter mais informações acesse o link www.previdencia.gov.br/servicos-ao-cidadao/todos-os-servicos/gps/.