Cegueira tem Direito a Aposentadoria do INSS

Cegueira e aposentadoria

Cegueira, seja ela total ou parcial é causa de concessão de benefícios previdenciários, incluindo aposentadoria por invalidez – no caso de cegueira total.

cegueira-tem-direito-aposentadoria-inss

A cegueira parcial, por sua vez, chamada de visão mononuclear, é uma grande polêmica em relação aos benefícios.

Quem já contribui com o INSS e fica totalmente cego depois tem mais chances de conseguir a aposentadoria por invalidez, por conta da gravidade da doença. Não é necessário ter a carência de 12 meses para ter direito ao benefício.

Mas a questão pode ficar mais complicada para cegueira aposentar pelo INSS, quando a doença é o agravamento de outras condições de saúde, como diabetes.

Ainda que seja discutível o posicionamento do INSS ser contrário a isso, quando a cegueira vem de outras doenças, o INSS pode entender que não é caso de aposentadoria.

Sobre se a cegueira parcial dá direito à aposentadoria INSS, a princípio, não. Contudo, tudo vai depender do caso concreto e da profissão que a pessoa exerce.

Entretanto, a depender do caso, é possível conseguir auxílio-doença para cegos no INSS. Tudo vai depender do caso, da pessoa, do histórico do INSS e de um bom acompanhamento por profissional habilitado.

Muitas vezes pequenos equívocos e condutas por parte do segurado dificultam (e muito) a aquisição do benefício de aposentadoria para pessoas com cegueira no INSS. Então, é possível mesmo aposentar por cegueira?

É possível se aposentar por cegueira INSS?

Sim, é possível se aposentar por cegueira no INSS, mas as chances são maiores se a cegueira for total e necessária para o tipo de trabalho realizado. Por exemplo, se uma pessoa tem cegueira, e atualmente trabalha como digitador. Entretanto, lá atrás, um dia, ela já laborou como porteira, o INSS acaba negando a aposentadoria, alegando que ela já exerceu alguma atividade que não precisasse de uma excelente visão.

Confira:  Aposentadoria Integral INSS

cego-aposentadoria-auxilio-doenca-inss-beneficios

Como sempre mencionamos, quando se trata de cegueira e aposentadoria, cada caso é único e deve ser analisado no caso concreto. Por isso é necessário ter uma boa conduta durante a realização da perícia e até mesmo para marca-la, para que depois não fique mais difícil pedir aposentadoria INSS por cegueira.

Esperamos que você tenha tirado as suas dúvidas a respeito de aposentaria do INSS para pessoas cegas. O importante é que se você se sentir lesado de alguma forma, deve recorrer ou procurar um advogado especialista nessa área, pois ele saberá exatamente o que fazer caso seu benefício tenha sido negado no INSS.

É possível, aliás, muitas vezes reverter a negativa de aposentadoria por cegueira por meio de ação judicial. Na Justiça, é feita uma nova perícia, por um perito nomeado pelo juiz, que não tem vinculação com o INSS.

Você pode agendar perícia para dar entrada em aposentadoria por cegueira em qualquer dos canais de atendimento do INSS, pelo telefone 153, pela internet, ou até mesmo indo a algum posto do INSS.


Empréstimos

Gostou? De um curtir:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *