Declaração de Regularidade

Certidão de regularidade: o que é

Se você é contribuinte individual é importante saber o que é a Declaração de Regularidade. Trata-se de um documento que atesta que você está em dia com os recolhimentos previdenciários, além de que está tudo certo com a sua situação cadastral. Através desse documento você pode ficar por dentro de como anda o seu histórico junto ao INSS.

declaracao-de-regularidade

A certidão de regularidade da Previdência Social é importante para várias questões envolvendo o contribuinte, como participar de licitações públicas, contratos e outras questões, sem contar no caso de ações judiciais que envolvam o tema, por exemplo.

Como se vê, a declaração de regularidade do INSS é um instrumento bem necessário para a prevenção.

Muitas vezes o contribuinte acha que “está tudo certo”, mas acaba ocorrendo algum problema de ordem prática, por exemplo, erros no sistema, além de outras questões que possam surgir e ele só fica sabendo quando o “probleminha” vira um “problemão”.

Desse modo, saiba tudo sobre como expedir a suadeclaração de regularidade. É simples e descomplicado. Nada de burocracia para dificultar a emissão da certidão de regularidade. Vamos lá ver todos os passos para tirar a declaração de regularidade? Acompanhe o artigo.

Como emitir declaração de regularidade?

Assim como vários serviços oferecidos pela Previdência Social, emitir a Declaração de Regularidade é um deles.

Todo contribuinte individual pode emitir certidão de regularidade para os fins que julgar necessários. Descubra agora como funciona a emissão desse documento, onde fazer e também como confirmar a sua autenticidade.

Não consigo emitir declaração de regularidade, e agora?

Para que você possa tirar a Declaração de Regularidade basta acessar o site da Previdência Social e procurar por esse serviço no menu. Você precisará apenas da sua identificação funcional, com PASEP, PIS ou CI. Informe o número de um desses documentos, digite as letras do captcha e clique em “pesquisar”.

certidao-de-regularidade-inss-nada-consta

Caso você não consiga acessar a declaração de regularidade, pode ser que exista alguma pendência, como por exemplo vários meses em atraso.

Para resolver essa situação você precisará comparecer a uma agência da previdência, pessoalmente ou por meio de procurador. Apenas depois de regularizar a sua situação você será capaz de emitir a Declaração de Regularidade pela internet.

Se a sua situação estiver toda em dia, será fácil tirar a Declaração de Regularidade online.

Na mesma página onde o documento é emitido você poderá também testar a sua autenticidade. Esse é um procedimento que serve mais para saber se uma Declaração de Regularidade é mesmo verdadeira. Isso é importante especialmente para combater fraudes, pois infelizmente já houve casos de pessoas que falsificaram a certidão de regularidade.

Isso é tudo que você precisa para acessar a Declaração de Regularidade de contribuinte individual no site da Previdência Social.

Faça o teste agora mesmo, visite a página do INSS e retire a sua certidão de regularidade. Se encontrar problemas, procure uma agência o mais rápido possível para resolver, pois quanto mais o tempo passa, mais dor de cabeça você poderá ter no futuro. Saiba mais e emita acessando o site www.nadaconsta.net

Transferência de Benefício em Manutenção

Transferência de benefício do INSS para outro banco: é possível?

O Instituto Nacional da Seguridade Social oferece vários serviços aos seus segurados. Tudo para proporcionar comodidade e conforto àqueles que precisam dos serviços desse órgão. A Transferência de Benefício em Manutenção (TBM) é um deles.

transferencia-de-beneficio-inss

Vários contribuintes precisam alterar os dados bancários e de cadastro junto ao INSS. Imagine que você se mudou de cidade, por exemplo. Para poder alterar a sua agência do INSS, deverá solicitar a Transferência de Benefício em Manutenção. Isso porque alterações cadastrais importantes só podem ser feitas na sua agência de origem.

Saiba tudo sobre o pedido de TBM (siga pela qual o procedimento também é chamado), acompanhando o artigo abaixo e saiba exatamente como proceder quando precisar alterar dados bancários do INSS.

É importante que o procedimento seja realizado corretamente, até para que você não tenha suspensões ou, pior, o benefício depositado em conta incorreta. Descubra agora como funciona esse importante serviço oferecido pelo INSS.

Para que serve o pedido de TBM?

Dessa forma, para não precisar viajar sempre até a sua cidade antiga para fazer alguma alteração, você pode requerer a Transferência de Benefício em Manutenção. Logo, a agência da sua cidade passará a ser responsável por essas questões. E o procedimento para a transferência é muito simples. Você só precisa comparecer a nova agência do INSS, portando seu documento CPF.

Esse é um serviço muito útil da previdência, pois em qualquer agência você consegue informações gerais e até mesmo no site do Governo Federal.

Formulário transferência de benefício de manutenção

Para que você possa pedir a TBM, deve preencher um formulário solicitado na previdência social. Nele, você deverá inserir todos os dados requeridos, bem como informar a agência e o banco para o qual quer que seu benefício seja transferido.

Mas alterações nos dados cadastrais só podem ser feitos em uma agência. E você pode escolher qual! Escolha a que fica mais próxima de você, ou onde você achar mais conveniente.

transferencia-de-beneficio-em-manutencao-inss

Infelizmente, não é possível fazer a Transferência de Benefício em Manutenção pela internet. A troca de agência deve ser feita pessoalmente, com o preenchimento do formulário de transferência de benefício de manutenção do INSS.

Modelo de TBM

Separamos um modelo de formulário de Transferência de Benefício em Manutenção para você preencher, confira: Modelo Transferência de Benefício em Manutenção

Pedir benefício do INSS em outro banco

Imprevistos e mudanças acontecem na vida de quaisquer pessoas. Desse modo, seria impossível que o INSS não permitisse a alteração de dados bancários, não é mesmo? Como se vê, esse é um serviço do INSS que é muito útil.

Agora que você já sabe o que é a Transferência de Benefício em Manutenção, está na hora de solicitar a mudança de agência.

Pare de se deslocar longas distâncias para solicitar alterações cadastrais e informações bancárias. Compareça a uma agência do Instituto Nacional da Seguridade Social de sua preferência e solicite a TBM.

A Transferência de Benefício em Manutenção do INSS é um direito seu, como contribuinte ou beneficiário. Faça já o seu requerimento e aproveite esse importante serviço para pedir benefício do INSS em outro banco.

Empresa não deposita INSS: O que fazer? Consulta

Como saber se INSS está sendo depositado?

Se você é trabalhador e está desconfiado que o seu empregador anda faltando com o dever de recolher as suas contribuições sociais, fique atento. Esse é um grave problema que pode te prejudicar no futuro. Por isso é importante consultar se a empresa está depositando o INSS. O procedimento é bem simples e pode ser feito de forma rápida pela internet.

empresa-nao-deposita-inss-o-que-fazer-consulta

Por que você deve consultar depósito de INSS?

Muitos empregados se perguntam o que fazer quando a empresa não deposita o INSS. A realidade no Brasil é que muitos empregadores deixam de fazer o depósito de propósito, para economizar nas despesas. E isso é péssimo para você que é trabalhador e depende da contribuição para se aposentar e ter os benefícios previdenciários.

Agora está fácil para você colocar o seu empregador contra a parede. Tudo que você precisa fazer é consultar o CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

Isso mesmo, é possível consultar depósito de INSS pela internet! Dessa forma você ficará sabendo se a empresa em que trabalha está ou não depositando os valores previdenciários.

Consultar contribuições para o INSS pela internet: como fazer

Se você vai fazer essa consulta pela primeira vez, será necessário cadastrar uma senha eletrônica.

Você pode fazer isso indo até uma agência da Previdência Social ou ligando na Central de Atendimento pelo 135.

Outra forma de saber se a empresa está depositando o INSS é pedindo um extrato no Banco do Brasil, caso você seja correntista desse banco. O procedimento no Banco do Brasil pode ser realizado através dos caixas eletrônicos ou mesmo por intermédio de um atendente do banco.

Assim como no Banco do Brasil, os correntistas da Caixa também têm a opção de retirar um extrato com essas informações.

consultar-recolhimento-deposito-inss-previdencia

Como denunciar empresa que não deposita INSS?

O empresário que não deposita INSS estará cometendo crime de apropriação indébita previdenciária, que, aliás, tem uma pena bem alta e pode dar cadeia.

Caso seu INSS não tenha sido depositado e nada de o seu empregador se manifestar, tome uma atitude e denuncie, especialmente para o Ministério Público Federal.

E você não precisa esperar até ficar aposentado para pedir a correção. Basta levar seus documentos pessoais no INSS, como CPF, RG, carteira de trabalho, pois o INSS colocará diretamente no sistema as contribuições que não foram eventualmente repassadas pelo seu empregador.

Esse tipo de situação é muito séria e pode trazer grandes problemas para o empregador. Desse modo, certifique-se de que nenhum problema técnico ocorreu antes de denunciá-lo.

Uma boa conversa também pode resolver. Mas, se não der certo, procure os seus direitos imediatamente. Não seja prejudicado perante o INSS, afinal de contas, não é nada fácil se aposentar, imagina com contribuições faltando?

Agora que você já sabe o que fazer se a empresa deixar de depositar o INSS, faça valer os seus direitos. Faça uma consulta sempre que quiser conferir se os depósitos estão em dia e cobre do seu empregador caso haja algum pagamento em falta no sistema.

Extrato de contribuições a Previdência Social

Previdência Social Extrato de contribuições

Se você é contribuinte do Instituto Nacional da Seguridade Social, saiba que pode contar com um importante serviço. Trata-se do Extrato de contribuições à Previdência Social, um relatório que mostra todas as contribuições que você já realizou. Dessa forma é possível que você tome ciência de quanto já contribuiu para esse órgão.

extrato-previdencia-social

Extrato de contribuições INSS

Através desse relatório você terá acesso a várias informações, como os seus vínculos de trabalho, nome do empregador e também dados sobre todas as suas contribuições previdenciárias. Para emitir Extrato de contribuições à Previdência Social é muito simples. O serviço está disponível pela internet, através do meu INSS.

Quer saber tudo sobre o extrato INSS? É só acompanhar o artigo, pois vamos lhe ensinar o passo a passo sobre como emitir o extrato INSS.

O que é extrato INSS?

Antes de mais nada, é importante saber o que é o extrato INSS e para o que serve. O extrato INSS serve como um verdadeiro tipo de controle por parte da previdência social dos depósitos realizados que se refiram às contribuições previdenciárias.

Através do extrato de contribuição INSS é possível verificar todas as contribuições feitas pelo empregador, se for o caso, ou, ainda, pelo próprio contribuinte, nos casos em que incumbirá a ele fazer o pagamento das contribuições diretamente.

O extrato previdenciário INSS é uma excelente ferramenta de controle, portanto. É através dela que você poderá saber se a empresa está depositando o INSS, se a sua situação está regular, dentre outras questões importantes para que você não venha a ter dores de cabeça futuramente.

Como emitir extrato previdenciário INSS?

Para tirar o Extrato de contribuições à Previdência Social você precisará apenas criar uma senha. Após esse procedimento, o acesso estará liberado e você poderá consultar o relatório sempre que precisar. Tanto contribuintes individuais quanto prestadores de serviços podem fazer a consulta do extrato pela internet, mediante cadastro de senha eletrônica.

consulta-extrato-inss-contribuicoes

Outra possibilidade é tirar o Extrato de contribuições à Previdência Social no Banco do Brasil. Se você é cliente desse banco, basta comparecer a uma das agências mais próximas de você e solicitar a emissão do relatório. A Caixa Econômica Federal também está habilitada a emitir esse documento para os seus clientes bancários.

Agora que você já sabe para que serve o Extrato de contribuições à Previdência Social, está na hora de fazer o seu primeiro acesso na página meu INSS. Entre com a sua senha eletrônica e emita o relatório em questão de minutos.

Se ainda não possui uma senha, poderá criar de forma rápida. Tudo sem a necessidade de se deslocar até uma agência da previdência social. Emitir o Extrato de contribuições à Previdência Social pela internet é a forma mais fácil de ater acesso a todas as contribuições que você já fez ao INSS. Tudo em um relatório completo. Aproveite essa comodidade do INSS e saiba qual é a situação das suas contribuições usando o extrato INSS. Ele pode ser expedido quando você quiser e puder.

Mensalidade de Recuperação

Mensalidade de recuperação INSS

Se você estava aposentado por invalidez pela Previdência Social, mas foi verificada a sua recuperação, é bom ficar atento aos novos valores do seu benefício. Existem basicamente duas situações possíveis. Você pode perder completamente o benefício de aposentadoria ou receber Mensalidade de Recuperação. Descubra um pouco mais sobre essa situação.

mensalidade-de-recuperacao-inss

O que é mensalidade de recuperação?

Muita gente se pergunta o que é a Mensalidade de Recuperação. Trata-se de um valor pago ao segurado por até dezoito meses após a recuperação parcial ou recuperação que ocorra depois de cinco meses da concessão do benefício.

Ou seja, se você se recuperar parcialmente ou depois de 5 anos de ter se aposentado, terá direito à Mensalidade de Recuperação.

Agora, se a sua recuperação foi total e anterior ao período de cinco anos, existem duas possibilidades.

Ou você perderá de imediato o benefício previdenciário ou receberá o valor pelo mesmo número de meses que já havia recebido. Se você ficou dois anos recebendo, terá a aposentadoria por mais dois anos. Nesses casos você não receberá o valor da Mensalidade de Recuperação.

Como funciona a mensalidade de recuperação?

Caso a sua situação se encaixe no primeiro exemplo, ou seja, se a sua recuperação foi parcial ou após o prazo de cinco anos, saiba como funciona da Mensalidade de Recuperação. Durante os seis primeiros meses após a recuperação você receberá o valor integral do benefício. Isso significa mais seis meses recebendo a aposentadoria integral.

Nos seis meses posteriores, o valor será cortado pela metade. E nos seis meses finais, totalizando um período de dezoito meses, você receberá apenas 15% do valor do benefício. Quem recebe Mensalidade de Recuperação pode trabalhar normalmente, pois não há vedação expressa na lei.

mensalidade-de-recuperacao

Problemas com a mensalidade de recuperação

Com a reforma da previdência, o governo federal decidiu fazer um verdadeiro mutirão para avaliar a situação de aposentados, pensionistas e beneficiários de todo Brasil. Com isso, diversas pessoas que recebiam aposentadoria por invalidez e auxílio-doença não foram aprovadas na perícia marcada pelo INSS.

A depender do período de afastamento, como se viu acima, pode ser que essas pessoas recebam a mensalidade de recuperação. Entretanto, atente-se ao fato de que o INSS só pode retirar benefícios se houver efetiva melhora ou, ainda, se o problema que gerou o recebimento de valores tiver sido resolvido e a pessoa puder trabalhar normalmente.

Caso você tenha passado pela perícia médica do INSS e teve seu benefício negado, a dica é: não deixe de recorrer. É provável que o seu recurso não seja aceito, entretanto, isso te dá algum prazo para que você possa fazer novos exames particulares a fim de comprovar que você não tem condições de trabalhar.

Depois do prazo de recurso, se for o caso, não deixe de entrar com uma ação judicial contra o INSS, pois é realizada uma nova perícia, por perito da Justiça Federal, onde o tratamento é bem diferente.

Em resumo, a Mensalidade de Recuperação é um benefício pago por tempo determinado para quem se recuperou, de acordo com o certificado de capacidade fornecido pela própria Previdência. Fique atento a esses detalhes e faça valer os seus direitos como contribuinte.

Perícia Médica negada – O que fazer?

Perícia Médica Indeferida

O Instituto Nacional da Seguridade Social recebe todos os dias centenas de pedidos de benefícios. Entre eles está o auxílio doença, que só é concedido mediante a realização de perícia médica. Saiba o que fazer se a perícia médica for negada pelos funcionários desse órgão. Existem algumas medicas que você pode colocar em prática para garantir seus direitos.

pericia-medica-indeferida-o-que-fazer

Perícia médica negativa: reconsideração da perícia

Se você entende que a decisão do INSS foi equivocada, poderá reagir a ela de duas formas.

A primeira delas é o pedido de reconsideração de perícia médica negada. Trata-se de uma solicitação realizada junto ao INSS para que o órgão avalie o seu caso mais uma vez, mas com mais cuidado. Isso porque muitas vezes o órgão comete equívocos de ordem administrativa.

O pedido pode ser realizado pelo site da Previdência Social, pelo central de atendimento pelo telefone ou pessoalmente na sua agência.

Recurso contra perícia negada INSS

O pedido pode ser feito em até trinta dias contados da data em que a sua perícia foi negada pelo INSS. Outra forma de recurso contra perícia médica negada é através do Pedido de Recurso. Esse é um procedimento mais burocrático, que obriga o órgão a enviar sua questão para uma instância superior.

O que fazer quando a perícia INSS é negada?

São essas opções que você possui caso esteja se perguntando o que fazer quando a perícia médica é negada.

Nunca deixe de fazer valer os seus direitos, pois você é um contribuinte como todas as outras pessoas. Suas demandas previdenciárias devem ser tratadas com atenção e falhas não podem acontecer.

Caso esteja se sentindo prejudicado pela resposta negativa da previdência, recorra imediatamente.

Perícia médica negada: ação judicial vale a pena?

Se você teve perícia médica do INSS negada, não deixe de entrar com uma ação judicial. Até por conta da alta demanda, muitas vezes os peritos do INSS nem sequer conseguem examinar as pessoas direito. Além disso, dizem por aí que a recomendação do governo federal é que as perícias sejam mesmo negadas.

pericia-medica-negada

Mas se você não acredita em teoria da conspiração, saiba que entrar com uma ação judicial contra aperícia INSS negada é o seu direito.

Muitas vezes é só ir ao juizado da justiça federal e nem precisa pagar nada por isso. A vantagem é que o juiz federal vai pEdir uma nova perícia, a qual não será feita por peritos do INSS, mas sim por peritos da Justiça Federal. Logo, espere um olhar diferente durante o seu atendimento, que muito provavelmente será melhor e mais eficiente.

Há relatos de muitas pessoas que tiveram perícia do INSS negada, recursos negados, mas ao entrar com a ação judicial, o perito da justiça federal deu razão ao beneficiário. Assim, conseguiram a aposentadoria do INSS de volta, sem contar em uma expressiva indenização por perdas e danos.

Agora que você já sabe como resolver perícia média negada, corra atrás dos seus direitos. Não aceite a decisão do INSS se julgar que ela está incorreta e que a sua situação está sim abarcada pelo direito de auxílio-doença ou qualquer outro benefício previdenciário.

Como Aumentar SCORE – Consulta

Como Aumentar o Score Urgente

Se você chegou até aqui, provavelmente teve algum problema com score de crédito, não é mesmo?

É comum que as pessoas não se atentem com relação aos scores de crédito até que venham precisar dele para fazer financiamentos, empréstimos ou outras contratações no banco.

Mas calma. Nem tudo está perdido. É possível sim aumentar o score urgente e nós vamos te ensinar como.

score

O que é score de crédito?

Antes de qualquer coisa, caso você não saiba, vamos tentar te explicar o que é score de crédito e como isso pode afetar a sua vida.

O score de crédito é um instrumento usado pelo comércio em geral e que tem por finalidade pontuar as pessoas com notas. A razão disso é saber quem é o mal pagador e o bom pagador.

Toda vez que você fizer um crediário ou precisar contratar algo que não seja à vista, lojas, bancos e o comércio em geral vão pesquisar o score de crédito vinculado ao seu CPF.

Desse modo, se precisar fazer um crediário nas Casas Bahia, por exemplo, e ele for negado, “de duas uma”:

  • Ou seu nome foi inscrito no SPC ou Serasa
  • Ou seu score está baixo.

E como saber isso? Na verdade, é bem fácil saber o score do seu CPF. Há algumas formas, as quais vamos demonstrar abaixo.

Consulta SCORE

Se você quer aumentar o score urgente, o primeiro passo é fazer seu cadastro no site do SPC Serasa e Boa Vista.

É só preencher os seus dados e você poderá saber exatamente qual o número do seu score de crédito.

Caso ele esteja baixo, poderá autorizar o cadastro positivo, que nada mais é do que a abertura dos seus dados do comércio para as empresas. Assim, por exemplo, um banco onde você ainda não tenha conta vai poder saber se você paga faturas e boletos de água, luz, condomínio e outros em dia.

score-como-aumentar

Com isso, o banco pode olhar o seu cadastro com “outros olhos” e te conceder o crédito. Para fazer a consulta do SCORE acesse: www.score.net.br

Como saber score de crédito pelos Correios

Agora há um serviço novo que os Correios oferecem, que é verificar o CPF em qualquer agência dos Correios. Pagando o custo de pouco mais de R$ 10,00 se você for pessoa física e menos de R$ 20,00, se for pessoa jurídica, você poderá saber se o seu nome está sujo na praça.

É uma forma fácil, barata e acessível de ver se o nome está sujo ou limpo.

Score baixo: como resolver

E a pergunta: “como aumentar meu score rapidamente” deve estar na ponta da língua, não é? Vamos te explicar o que você deve fazer.

Feito isso, se você estiver com o nome sujo, não há outra alternativa a não ser pagar a dívida para aumentar o score para financiamento, por exemplo.

Se estiver com o nome limpo, mas o score está baixo, fazer o cadastro positivo pode ser uma boa opção para aumentar o score rapidamente.

Mas atenção: o cadastro positivo tem vantagens e desvantagens. A vantagem é que se você pagar todas as suas contas em dia, terá mais possibilidade e oportunidades na praça. A desvantagem, por sua vez, é que caso atrase alguma conta, o comércio vai saber e isso poderá te prejudicar ainda mais.

Logo, se decidir não falhar ao pagar as contas, fazer o cadastro positivo é vantajoso. Essa é uma forma de aumentar score rápido grátis.

Se você não costuma atrasar suas contas ou já pagou dívidas anteriores, tenha paciência. Leva um tempo para o score aumentar novamente.

Se esse fato faz muito tempo, entre em contato com o SPC/ Serasa e o Boa Vista e informe essa situação. Eles pedem que você envie um e-mail informando que o seu score está baixo há muito tempo.

Essas mesmas recomendações são válidas se você quer aumentar score para financiamento de veículos, aumentar score serasa para aprovar crédito bancário e muito mais.

score-consulta

Como aumentar meu score rápido?

Essas foram as dicas para você que precisa aumentar score rapidamente. Não perca tempo e entre em contato com o SPC/Serasa.

Ah, e mais uma dica: o SPC e serasa dispõem de parceria com várias empresas a fim de parcelar as dívidas, para que você possa limpar o nome e aumentar o seu score.

Acesse o site do SPC e do Serasa e verifique quais são as empresas disponíveis. Arrume a sua situação na praça e nunca mais passe vergonha na hora de pedir crédito.

Nada melhor do que dormir à noite tranquilamente e pagar as dívidas em dia, não é mesmo? Muitas vezes a crise financeira, os juros, as multas e outras questões acabam fazendo com que as pessoas deixem de pagar as contas porque não podem mesmo. Não se sinta mal por isso. Todos estamos passíveis de ter o score baixo, acesse agora para aumentar o seu SCORE: www.score.net.br

Concurso DATAPREV 2018 Edital, Vagas

DATAPREV Concurso 2018

Se você não quer mais atuar na iniciativa privada e não vê a hora de passar no concurso público dos seus sonhos, pense em fazer o Concurso DATAPREV 2018.

O Concurso Público da Dataprev é o sonho de muitas pessoas quando o assunto é estabilidade profissional e pessoal. Além disso, é bem provável que o Dataprev sempre exista, pois é um órgão ligado à Previdência Social. Assim, em que pese as mudanças oriundas da política, você terá seu emprego garantido fazendo o Concurso Dataprev 2018.

concurso-dataprev

Quer saber mais informações sobre o Concurso Dataprev? Acompanhe o artigo e saiba o que esperar.

Concurso Dataprev 2018 Edital

Ainda não abriu o Edital do Concurso Dataprev 2018. Entretanto, considerando a enorme concorrência, é imprescindível que você já vá se preparando para ter uma chance significativa.

Aliás, sabia que o ideal mesmo é estudar sempre antes de abrir do Edital do Concurso Público Dataprev 2018? Isso porque quando o edital do concurso Dataprev é aberto e começam os prazos para inscrições e outros atos, é possível que a prova do concurso Dataprev 2018 ocorra em menos de 30 dias.

E, convenhamos, em apenas 30 dias é quase uma certeza de que você não terá tempo suficiente para ver todas as matérias que serão cobradas na prova do concurso do Dataprev INSS 2018.

Por isso, a primeira dica é: comece a estudar antes da abertura do edital do concurso Dataprev 2018. Você certamente sairá na frente dos seus concorrentes.

Outro ponto é que raramente a matéria cobrada no edital do concurso dataprev já ocorrido no passado terá muitas alterações. A única coisa a que você precisa se atentar é se a banca examinadora (que fará as questões da prova) é a mesma.

dataprev

Isso fará toda a diferença na hora de estudar. As bancas podem ser iguais ou diferentes. E se mudar a banca, pesquise outros concursos anteriores feitos por aquela banca. Exemplo de bancas: FGV, Fundação Carlos Chagas, Vunesp, Quadrix e muitas outras.

Estudar pelas provas anteriores também pode ser de grande ajuda para passar no concurso dataprev 2018.

Concurso Dataprev 2018 V vagas

O número de vagas do Concurso Dataprev 2018 ainda não foi divulgado pelo governo federal. A data do concurso dataprev 2018 também não.

Assim, é uma excelente oportunidade para que você comece a se preparar antes do edital do concurso dataprev 2018. Já estará certamente à frente dos demais candidatos!

Só para que você tenha uma ideia de como o concurso do dataprev 2018 é bom, o último concurso do Dataprev ocorreu no ano de 2016 e foi realizado pela banca Cetro Concursos.

Naquela oportunidade, as inscrições ficaram abertas entre os meses de setembro a outubro. O número de vagas do concurso dataprev foi de quase 1800 vagas de cadastro reserva. Ou seja, é uma imensa chance para que você possa ser chamado se se classificar em uma boa posição no concurso dataprev 2018.

Como a validade do último concurso DATAPREV está para vencer, é bem possível que logo um novo concurso dataprev 2018 venha a ser realizado.

Outro ponto que reforça ainda mais a grande chance de abrir concurso dataprev 2018 é a Reforma da Previdência. Mais do que nunca a Previdência Social está precisando de trabalhadores mais do que nunca, já que está realizando diversas revisões em aposentadorias por invalidez e benefícios como auxílio-doença.

Dicas para estudar concurso Dataprev 2018

Está começando a estudar agora e quer passar no concurso Dataprev 2018?Vamos te dar algumas dicas de estudo.

  • Faça um planejamento para estudar para o concurso do dataprev 2018: foco, disciplina, ter horários e matérias definidas para seu estudo fará toda a diferença.
  • Manter a saúde mental para passar no concurso do dataprev também é essencial. Não se deixe abalar pela concorrência. Sabia que apenas 5% dos inscritos têm chance de passar no concurso dataprev 2018? A maioria das pessoas não está preparada, ou seja, não estudou como deveria.
  • Tenha os materiais corretos e de qualidade, como uma apostila concursos Dataprev 2018 ou livros. Enfim, escolha o método para estudar que mais combina com você.
  • Trace metas possíveis para passar no concurso do dataprev 2018. Não adianta dizer que vai estudar 8 horas por dia se é impossível. O lema “devagar e sempre” é muito mais válido nesses momentos.

concurso-publico-dataprev-edital-inscricoes-vagas

Aprovados concurso Dataprev 2018 – Resultado

Esperamos que você realmente esteja na lista de aprovados do concurso Dataprev 2018, o que será provável caso você siga essa lista de dicas para passar no concurso Dataprev.

Desejamos uma excelente sorte para você e que realmente se empenhe, pois assim estará na frente de milhares de candidatos.

Finalmente, pense: se fosse impossível passar em concurso público do Dataprev 2018, ninguém nunca teria passado, não é mesmo? Concurso público não é para gênio, é para pessoas que realmente se empenham.

Concurso PROPREV 2018 Edital, Vagas

PROPREV Concurso 2018

Se você quer independência financeira e estabilidade, chegou a hora de prestar concurso público. Um dos bons concursos e que realmente compensam é o Concurso PROPEV 2018. Quer mais informações? Acompanhe o artigo e saiba tudo sobre o concurso PROPREV 2018.

concurso-propev-edital-vagas

O que é concurso PROPREV?

Na verdade, o concurso PROPREV está diretamente ligado ao Ministério da Previdência Social, diante da instauração do Programa de Apoio à Modernização à Gestão Previdenciária – PROPREV.

É um excelente concurso, que paga bem e geralmente oferece muitas vagas. Vamos conferir agora outros dados sobre o concurso PROPREV 2018.

Concurso PROPREV 2018 Edital

Felizmente o edital do concurso PROPREV 2018 ainda não saiu. Sabe o motivo de termos dito “felizmente”? É porque você certamente terá mais tempo para estudar.

Recomenda-se que em concursos concorridos como o PROPREV 2018, os candidatos comecem a estudar antes mesmo da abertura do edital.

O último edital do concurso PROPREV abriu em meados de novembro de 2014. Logo, em vista de que já fazem quase 03 anos, bem como a necessidade da previdência social em ter inúmeros trabalhadores, considerando as revisões de aposentadorias, pensões e benefícios que o governo está realizando, é provável que o novo edital concurso PROPREV 2018 saia em pouco tempo.

Concurso PROPREV 2018 Vagas

No Edital do Concurso PROPREV passado, foram oferecidas 40 vagas entre ensino médio e superior para os candidatos, o que é bastante coisa. Não é raro que ultimamente os concursos públicos abram edital com 01 ou 02 vagas de preenchimento imediato. Assim, esse número de vagas do concurso PROPREV é bem expressivo.

propev

Ainda não há estimativa de quantas vagas haverá no concurso PROPREV 2018, mas espere várias, em vista desses fatos que mencionamos acima.

Salário concurso PROPREV 2018

O salário do concurso PROPREV certamente passará de R$ 6 mil reais mensais, afora os benefícios como vales e outros pontos importantes, o que se somará a sua remuneração.

Pense que é bem difícil alguém com ensino médio completo, por exemplo, ganhar um salário dessa monta, ainda mais em tempos de crise.

Desse modo, o salário do Concurso PROPEV 2018 é excelente, em vista do que se vê no mercado atualmente. Certamente dá para pagar as contas e ter uma vida bem confortável passando no concurso PROPEV 2018.

Como estudar para concurso PROPREV 2018?

Aproveite o fato de que o edital concurso PROPREV 2018 ainda não saiu e comece hoje mesmo a estudar!

Abaixo daremos algumas dicas para estudar para o concurso PROPREV 2018 com tranquilidade e ter chances reais de passar.

As dicas são:

  • Verifique os editais do concurso PROPREV Eles são valiosos e podem demonstrar quais conteúdos foram cobrados, para que você se antecipe.
  • Refaça as questões do concurso PROPREV. Nada melhor do que ter convicção de que você estará estudando as matérias que mais são cobradas.
  • Faça um planejamento para estudar para Concurso PROPREV 2018. Separe horários e matérias para cada dia. Foque no estudo e deixe para se divertir depois que virar servidor público!
  • Tenha o material correto. Estude para o Concurso PROPREV 2018 por apostilas ou materiais de consulta rápida. Isso pode ser bem mais efetivo.
  • Não deixe de fazer revisões periódicas do concurso PROPREV 2018. É isso que vai fixar a matéria na sua mente e não te fazer esquecer.
  • Cuide da saúde. O concurso PROPREV é interessante, mas concorrido. De nada adianta estudar horas a fio se você não cuidar da saúde. Por isso se alimente bem e sempre tente estar motivado. Estudar para concurso público não é fácil.

Como passar no concurso público PROPREV 2018?

Não existe nenhuma fórmula mágica para passar no concurso público PROPREV 2018. Você precisará estudar bastante, se dedicar e ter o máximo possível de empenho.

propev-concurso

Faça questões, analise o edital concurso PROPREV 2018 quando ele sair e não perca mais tempo! Concursos públicos não foram feitos para gênios como todo mundo pensa. Passar em concursos públicos exige dedicação, como toda atividade do mundo.

Quanto às vagas do concurso PROPREV 2018, nunca estude pensando nelas. Estude para ser sempre o melhor, independentemente do número de vagas. Alguém sempre será o primeiro, por que não pode ser você?

Assim que tivermos mais informações sobre o concurso PROPREV 2018, certamente atualizaremos essa página para você. Enquanto esse dia não chega, que tal começar a estudar para o concurso PROPREV e dar um basta na instabilidade financeira?

Nada melhor do que ter seu salário garantido no final do mês, sem contar nas demais vantagens de ser servidor público, como se aposentar mais cedo, ter empréstimos a juros baixos, não se preocupar se vai ser mandado embora na semana que vem, ter uma aposentadoria bem melhor e mais “gorda”, dentre outras inúmeras vantagens, que só o concurso PROPREV 2018 pode lhe trazer! Não perca tempo e acompanhe o andamento do Concurso PROPREV 2018.

Teto INSS 2018

Teto do INSS 2018

Se você chegou até aqui é porque gostaria de saber sobre o teto INSS 2018. Algumas mudanças foram propostas pelo governo federal o valor do INSS 2018. Saiba quais são as referidas mudanças nesse valor.

teto-inss

Aumento valor INSS 2018

É sabido que todos os anos o valor do salário mínimo nacional aumenta. Isso tem repercussão em diversas esferas da sua vida, como no teto INSS 2018.

Valor teto INSS

Há alguns dias atrás o governo federal já se manifestou no sentido de que o salário mínimo vai aumentar para pouco menos de 5% (cinco por cento). Assim, o valor do salário mínimo 2018 será de R$ 979 (novecentos e setenta e nove reais).

Logo, como de praxe, o valor do teto mínimo do INSS será de R$ 979 (novecentos e setenta e nove reais). Já o teto máximo do INSS passará a ser de R$5.779,11 (cinco mil setecentos e setenta e nove reais e onze centavos) a partir de janeiro de 2018.

*Lembre-se que essas informações são atualizadas a cada ano, portanto você deverá verificar qual é o valor vigente do salário mínimo para saber com exatidão.

Infelizmente, o teto do INSS vai aumentar pouco mais de R$ 40 (quarenta reais), o que é um valor bem insignificante, considerando que o preço de produtos e serviços tende a subir, enquanto o salário mínimo teve um reajuste mínimo para 2018.

Entretanto, economistas e estudiosos dizem que esse aumento do teto do INSS deveria ser ainda maior e que não reflete o valor real que o teto do INSS deveria ser aumentado, a fim de possibilitar que as pessoas realmente possam viver com um mínimo de conforto, de segurança e com dignidade. Para eles, o valor real do teto INSS é extremamente mais alto do que foi apresentado pelo Governo Federal.

teto-previdencia-social

Contudo, agora nos resta esperar a melhoria da economia brasileira para ver se o teto do INSS aumenta nos próximos anos.

Ah, e se você acha que sua aposentadoria está errada, peça uma revisão da aposentadoria INSS. É seu direito e você nem sequer precisa de advogado para pedir.

Tabela INSS 2018: aposentadoria

Para fazer o cálculo da tabela INSS 2018 aposentadoria, basta acrescentar o valor do salário mínimo de 2018, que é de R$ 979 (novecentos e setenta e nove reais). Será com base nesse valor que será calculada a tabela INSS 2018.

Salário mínimo 2018: teto INSS

O reajuste do salário mínimo, para quem não sabe, está atrelado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC concernente ao ano anterior.

Porém, todos os economistas dizem que o novo valor do salário mínimo 2018 e do teto máximo do INSS 2018 estão defasados. Tudo isso seria um reflexo de duas crises:

  • A econômica, com muito desemprego e elevação de preços
  • A política, por conta dos escândalos de corrupção vindos da Operação Lava-Jato.

Se você não sabe o que é o teto do INSS, vamos te explicar. Teto do INSS é o valor mínimo e o teto máximo do INSS que alguém pode receber a título de aposentadoria e outros benefícios do INSS. Em regra, o teto vai depender dos valores de contribuição do INSS que você fez durante toda a vida.

Se você sempre contribuiu no patamar máximo, espere ter uma boa aposentadoria. Mas se infelizmente lhe era descontado da folha de pagamento o valor mínimo, certamente você receberá um salário mínimo como valor do INSS.

Infelizmente, quem “paga o pato” sobre o teto INSS 2018 são os beneficiários do INSS, que muitas vezes têm que voltar a trabalhar, ao invés de descansarem, para conseguirem pagar as contas, sem contar o fato de que aposentados que trabalham continuam contribuindo com o INSS. Essa é a realidade do brasileiro atualmente, entretanto.

Aposentadoria INSS 2019: valor

Segundo projeções feitas pelo governo federal, em 2019 a aposentadoria poderá passar dos R$ 1000 (mil reais). No entanto, educação, saúde, segurança, alimentação, moradia etc também estarão mais caros.

Pelo menos os economistas esperam um crescimento na economia nacional, o que poderá aumentar o teto INSS em 2018 e nos próximos anos.

inss-teto

Revisão teto INSS 2018

A revisão do teto INSS 2018 será feita com o início do próximo ano, mas não espere encontrar algum valor acima desses que falamos para você. Quanto menor o teto do INSS, pior fica. Isso porque o poder de compra das pessoas fica bem limitado.

Quando as pessoas não conseguem comprar, o comércio para, as indústrias não têm mais para quem vender e acabam demitindo mais pessoas. Assim funciona a lógica da crise econômica em qualquer país. E aí está a importância de manter o teto do INSS alto.

São milhares de brasileiros que recebem aposentadorias e benefícios do INSS. Eles movimentam indústrias, comércios e a economia em geral.

Ficou alguma dúvida sobre o teto INSS 2018? Acompanhe as novidades pelo site do INSS: www.previdencia.gov.br.

Bolsa Alimentação – Quem Tem Direito, Valor

Quem Tem Direito ao Bolsa Alimentação

Talvez você já tenha ouvido falar no programa bolsa alimentação do governo federal. Ele foi criado pelo Ministério da Saúde, a fim de proporcionar mais qualidade na alimentação de gestantes e mães lactantes, de 6 meses a 6 anos e 11 meses de idade.

No entanto, após o surgimento do Bolsa Família, esse programa foi unificado neste, junto com o Vale Gás do governo federal e outros benefícios. Saiba mais sobre o bolsa alimentação do governo federal logo a seguir.

bolsa-alimentacao

Quem tem direito ao bolsa alimentação

Tinham direito ao bolsa alimentação todos os municípios que eventualmente sejam cadastrados no Sistema Único de Saúde – SUS. Dentro de cada município destes, as famílias beneficiadas deveriam conter:

  • Gestantes (mulheres grávidas)
  • Nutrizes (mães que dão de mamar aos seus filhos)
  • Crianças de 6 meses a 6 anos e 11 meses de idade.

Tudo isso era pensado para que a mãe e o bebê ou criança não tivesse deficiências nutricionais. Assim, o bolsa alimentação ajudava a suprir eventual ausência de renda para a compra de alimentos adequados.

Esse programa, na verdade, foi extinto, passando a integrar o Bolsa Família. Agora, veremos como funciona a bolsa alimentação dentro do Bolsa Família.

Bolsa Família Gestante

Atualmente, o nome do Programa Bolsa Alimentação passou a integrar o Bolsa Família e se chama Bolsa Família Gestante ou Bolsa Família Nutriz.

Os requisitos são os mesmos observados no Bolsa Família, como famílias em situação de extrema pobreza.

Valor do bolsa alimentação

O valor do bolsa alimentação era de R$ 15,00 a R$ 45,00, a depender da situação e da renda de cada família beneficiada.

Atualmente, as crianças beneficiadas pela bolsa alimentação devem ter até 6 meses de idade e o benefício do bolsa alimentação pode ser pago em até 6 parcelas de R$ 35,00 cada uma.

O benefício bolsa alimentação pode ser cumulado com o Bolsa Família, o que é extremamente produtivo para as famílias de baixa renda, já que os custos para manter um bebê, por exemplo, não é dos mais baratos.

Como fazer inscrição no bolsa alimentação?

Para se inscrever no programa bolsa alimentação devem ser levados em consideração os mesmos requisitos do bolsa família.

Assim, você deverá procurar a secretaria municipal de assistência social do seu município ou assemelhada, ou o CRAS mais perto de você. Lá, você precisará entregar documentos de identificação dos seus familiares e os seus próprios, bem como comprovar renda.

Também será feita uma entrevista cm assistente social para verificar a sua situação, o que será determinante para o valor da bolsa alimentação que lhe será repassado.

Depois, você terá inscrição no Cadastro Único do Governo Federal – CadÚnico. Com esse número você terá outras milhares de possibilidades para receber diversos benefícios do governo federal, dentre eles fazem concursos públicos gratuitamente.

Tanto as mamães que estejam grávidas como aquelas que estão amamentando seus filhos têm direito ao bolsa alimentação do bolsa família.

Cartão bolsa família / bolsa alimentação

Finalmente, você receberá o cartão bolsa família, por meio do qual você poderá sacar o benefício bolsa alimentação para fazer compra de alimentos para sua família. Também é possível sacar o bolsa alimentação em quaisquer agências da caixa econômica federal ou de lotéricas.

bolsa-alimentacao-inscricoes

Bolsa alimentação gestante desempregada

Muitas pessoas se perguntam se é possível receber bolsa alimentação gestante desempregada. A resposta, no entanto, é “depende”. Isso porque tudo vai depender da renda per capita familiar.

Se a gestante estiver desempregada mas é casada com um marido que ganhe um salário razoável, ela não terá direito à bolsa alimentação, muito provavelmente, já que é considerada a renda familiar de todos os integrantes para o cálculo do bolsa família.

Caso a gestante seja sozinha, por exemplo, e esteja desempregada, pode ser que consiga a bolsa alimentação gestante do governo federal. No entanto, após conseguir um novo emprego, pode ser que não preencha mais os requisitos para receber a bolsa alimentação gestante e terá que cancelar o benefício.

Bolsa alimentação: como saber se tenho direito?

Se você é gestante ou acabou de ter seu bebê, mas tem dúvidas se preenche os requisitos do programa Bolsa Família, entre em contato com a caixa econômica federal nos canais de atendimento ou, ainda, vá até o setor responsável de assistência social do seu município. Lá você terá todas as informações sobre bolsa alimentação de que precisar.

Inclusive, pode tentar fazer o cadastro do bolsa alimentação para tentar o benefício, se estiver realmente precisando.

Se restou qualquer dúvida a respeito da bolsa alimentação / bolsa família do governo federal, não deixe de buscar essas informações junto à caixa ou ao seu município. O bolsa família é seu direito e poderá te ajudar a alimentar melhor você e sua família, com a ajuda financeira concedida pelo bolsa alimentação do governo federal. Acesse www.bolsafamilia.net

Seguro Desemprego 2018 – Agendamento

Agendamento Seguro Desemprego 2018

O seguro desemprego é um dosbenefícios mais importantes para todos os trabalhadores. É por meio do seguro desemprego que as pessoas que trabalham com carteira assinada e recolhem para o INSS vão receber uma ajuda de custo até encontrarem um novo emprego.

Por isso, um dos requisitos para receber seguro desemprego 2018 é não ter outra renda registrada. A lei que regulamenta o seguro desemprego é a 7.998/1990 e foi alterada diversas vezes.

seguro-desemprego-agendamento

Quem tem direito ao seguro desemprego 2018?

No ano de 2015 o Governo Federal endureceu os requisitos para receber seguro desemprego. O tempo mínimo trabalhado para receber seguro desemprego passou para 12 meses para quem nunca havia solicitado seguro desemprego.

Já para aqueles que precisaram mais uma vez do seguro desemprego, precisavam ter trabalhado por 9 meses. Para o terceiro pedido de seguro desemprego o trabalhador deve ter trabalhado por até 6 meses antes de ser demitido.

Outros requisitos para seguro desemprego são:

  • Demissão por injusta causa
  • Não receber benefício da previdência social

Entretanto, especialistas dizem que essas novas regras para o seguro desemprego vieram no momento errado. Por conta da crise econômica muita gente ficou sem trabalho e, se não tivesse trabalhado esse tempo solicitado, ficaria sem seguro desemprego.

Pagamento seguro desemprego 2018: quantas parcelas?

O pagamento do seguro desemprego 2018 será feito em 3 a 5 parcelas. O seguro desemprego pode ser solicitado entre o 7 ao 120 dia após a demissão do trabalhador.

Valor do seguro desemprego 2018

O seguro desemprego considera 3 faixas de salários para pagamento:

  • Quem ganha até pouco menos de R$ 1500 reais
  • Quem ganha de pouco menos de R$ 1500 até quase R$ 2500
  • Quem ganha mais de R$ 2500.

O valor máximo pago de seguro desemprego aumentou para quase R$ 1650 reais. O valor mínimo do benefício seguro desemprego é de R$ 937 reais.

Mas para 2018, considerando que há previsão de que o salário mínimo aumente pouco mais de R$ 40 reais, os valores de seguro desemprego vão aumentar nessa proporção.

agendar-seguro-desemprego

Como pedir seguro desemprego 2018?

Após a demissão sem justa causa, o trabalhador, munido com seus documentos pessoais, como RG, CPF, carteira de trabalho, documento que comprove a sua demissão sem justa causa, dentre outros, poderá ir a alguma agência do Ministério do Trabalho e fazer o agendamento do seguro desemprego 2018.

O seguro desemprego pode ser pago em até 30 dias da solicitação. Contudo, há regiões do Brasil em que ele é depositado até mais cedo do que isso.

Recurso seguro desemprego

Há casos de pessoas, por exemplo, que têm dois empregos com carteira assinada e um emprego público e outro privado, como no caso dos profissionais da área da saúde, como médicos, enfermeiros etc., sem falar, ainda em professores, os quais podem ter dois empregos, um público e um privado, desde que haja compatibilidade de horários.

Será que essas pessoas, quando forem demitidas do emprego privado, têm direito ao seguro desemprego? A princípio não, pois para receber seguro desemprego você não pode ter outra renda formal.

Contudo, caso você entenda ter direito ao seguro desemprego e tenha o benefício negado, pode recorrer da negativa do seguro desemprego.

Infelizmente o Ministério do Trabalho tem alguns funcionários despreparados (não são todos, que fique claro) e que nem sequer recebem os recursos de seguro desemprego. Se isso acontecer com você, exija os seus direitos.

agendamento-seguro-desemprego

O funcionário do Ministério do Trabalho é obrigado a receber o seu recurso. Só quem pode dizer se você tem direito ou não por causa do seu recurso é a autoridade competente. Logo, exija o protocolo do seu recurso de seguro desemprego na repartição pública, pois é seu direito constitucional recorrer.

Seguro Desemprego vai acabar?

Em vista dos últimos episódios políticos, muitas pessoas estão em dúvida se ainda tem seguro desemprego. Caso haja o fim do seguro desemprego, o que terá bastante resistência por parte de muitas pessoas influentes, o seguro desemprego não poderá acabar de uma hora para outra. Mas isso é mais boato do que verdade.

Calendário seguro desemprego 2018

O governo federal ainda não informou se o pagamento do seguro desemprego 2018 continuará nos mesmos moldes dos anos anteriores.

Entretanto, em épocas onde a demanda é maior, como no caso de janeiro, geralmente o pagamento do seguro desemprego é feito pela ordem do último dígito do NIS e assim vai sendo distribuído pelos beneficiários do seguro 2018 por meio de todo mês de janeiro. Para fazer o agendamento do Seguro Desemprego 2018 acesse o site www.segurodesemprego.com.br

Cartão Reforma – Inscrições, Quem Tem Direito

Cartão Reforma Quem Tem Direito

O programa Cartão Reforma foi pensado pelo governo federal para ajudar famílias de baixa renda a fazerem a reforma de suas casas, comprando materiais de construção para a obra.

O objetivo do governo federal é que as famílias carentes venham a usar o cartão reforma para comprar materiais de construção para construir, reformar ou ampliar as suas casas, semelhante ao Minha Casa Minha Vida, porém de reformas.

cartao-reforma

Cartão reforma: valor

O valor do cartão reforma pode passar de R$ 9,5 mil reais.

Quem tem direito ao cartão reforma?

Quem tem direito ao cartão reforma é uma dúvida bem recorrente entre milhares de brasileiros.

Para pedir o benefício do cartão reforma você deverá preencher os requisitos abaixo:

  • Ter renda bruta (sem considerar os descontos) até R$ 2.800 reais mensais
  • Ter mais de 18 anos ou ter se submetido à emancipação
  • Possuir um celular válido
  • Só ser proprietário de um único imóvel
  • Morar em um dos municípios considerados pelo governo federal
  • Ter equipamentos e ferramentas necessários para a obra ou ter condições de arcar com os custos deles.

Quem não pode se inscrever no cartão reforma?

Se você se enquadra em algumas das condições abaixo, você não pode pedir o cartão reforma. Veja quais são.

  • Morar de aluguel ou em casa que não for sua
  • Pedir cartão reforma para imóveis que servem de comércio
  • Imóveis que estão em condições muito ruins
  • Imóvel que está sendo disputado na Justiça
  • Imóvel que fica nas famosas “invasões”, ou seja, em terrenos que não são regularizados.

cartao-reforma-inscricoes

Municípios: cartão reforma

Como já se falou anteriormente, não são todas as pessoas que têm direito ao cartão reforma, pois apenas alguns municípios são selecionados. A intenção do governo federal é estimular o crescimento e o desenvolvimento de algumas regiões do país.

E a maior dúvida, agora, deve ser essa: como saber se o meu município participa do cartão reforma?

Na verdade, é bem mais fácil do que parece. Primeiro você terá que acessar esse site http://capacitacao.cartaoreforma.cidades.gov.br/ente-federativo/#/relatorio

Depois, você precisará encontrar o Estado da federação onde você mora: sp, pr, ba, rs etc. Em seguida, busque o seu município para verificar se ele participa do cartão reforma.

Ao lado do nome do município existe um campo onde aparece um valor em reais. Se ao lado do nome do seu município houver o valor zero, quer dizer que você não vai conseguir o cartão reforma, ao menos nesse momento.

Esse valor quer dizer o montante de dinheiro que foi repassado ao governo federal para repasse à população do cartão reforma.

Valor do cartão reforma

E você deve estar ansioso para saber sobre o valor do cartão reforma, não é?Saiba que os valores do cartão reforma são ótimos, especialmente se você é dono de uma casa que quer reformar há bastante tempo, mas nunca teve oportunidade ou recursos para fazê-lo.

Veja os valores do cartão reforma:

  • Ampliações: pouco mais de 8 mil reais
  • Banheiro: pouco mais de 5 mil reais
  • Esgoto: mais de 1500 reais
  • Telhado: mais de 4500 reais
  • Instalações elétricas e assemelhadas: mais de 7 mil reais.

O valor máximo do cartão reforma por cada família participante do programa é de R$ 9.646,07.

Cartão reforma é empréstimo?

Não, o cartão reforma não é empréstimo. O cartão reforma é mais um benefício do governo federal para as famílias que sonham em reformar suas casas. O dinheiro não precisará ser devolvido, afinal de contas você já paga muitos impostos para isso.

Como se inscrever no cartão reforma?

Para se inscrever no cartão reforma tenha em mãos os seus documentos pessoais como RG, CPF, comprovante de residência, NIS, deve ser obrigatoriamente cadastrado no CadÚnico do governo federal, escritura pública que comprove a propriedade do imóvel, bem como os dados e o NIS das demais pessoas que morem na casa que será reformada, sem olvidar da apresentação de comprovante de renda.

cartao-reforma-quem-tem-direito

Como o cartão reforma ainda não tem data para começar, algumas prefeituras estão fazendo o cadastramento de famílias aptas para receber cartão reforma. As inscrições podem ser feitas geralmente no CRAS mais próximo de você.

Verifique mais informações junto ao seu município sobre o cartão reforma.

Como fazer cartão reforma

Assim que o programa começar, as famílias que forem aprovadas no cartão reforma, deverão recebe-lo por meio de seus municípios. Usando o cartão, poderão ser comprados estritamente materiais de construção para arrumar a sua casa, nada mais do que isso.

Além disso, as lojas de materiais de construção do cartão reforma deverão ser credenciadas pelo Ministério das Cidades do Governo Federal e deverão, inclusive, expedir notas fiscais. O governo ainda não divulgou inteiramente o regulamento do cartão reforma, mas assim que houver alguma novidade postaremos aqui para você.

Caso tenha ficado alguma dúvida, antecipe-se e procure o seu município a respeito do cartão reforma. Essa é a grande chance de reformar a sua casa própria.

CNH Popular 2018 – Inscrições

CNH Popular Inscrições 2018

Se você está pensando em tirar a carteira de motorista, mas não tem recursos suficientes, saiba que a sua chance pode ser a CNH Popular. Não sabe o que é CNH Popular? Nós vamos te ajudar a compreender esse programa que pertence aos DETRAN’s dos Estados. Então leia o artigo e saiba tudo sobre como fazer CNH Popular.

cnh-popular

O que é CNH social?

A CNH Social 2018 é um programa desenvolvido por alguns Estados do Brasil a fim de conceder carteiras de motoristas gratuitas para a população de baixa renda.

Atualmente, tirar a carteira de motorista pode ser realmente custoso. Há gastos com autoescola, taxas do DETRAN estadual, sem contar com o tempo despendido para tirar a tão sonhada carteira de motorista. Ou seja, tirar a carteira de motorista é caro e pode passar dos R$ 2 mil reais.

Em tempos de crise, pagar a CNH pode ser impossível para muitas pessoas. Foi justamente por isso que alguns Estados decidiram proporcionar a possibilidade de quem não tem condições de arcar com esses gastos. A isso se deu o nome de CNH Popular (ou CNH social).

A CNH Popular pode ser bem interessante para quem pensa em adentrar ao mercado de trabalho como motorista, por exemplo, já que há possibilidades de emprego informal fazendo UBER, Cabify, táxis e assemelhados. Ainda, ter a carteira de motorista pode te ajudar a conseguir outros empregos registrados, ou seja, com carteira assinada.

É por isso que a CNH Popular é um programa realmente efetivo, que pode dar muitas oportunidades para quem precisa. Tirar a carteira de motorista de graça pode ser muito vantajoso para você, abrindo-lhe novas portas no mercado de trabalho.

Como fazer cadastro: CNH popular 2018

A princípio, não são todos os Estados do País que oferecem a CNH Social.Os Estados que proporcionam a CNH Popular são:

  • Rio Grande do Sul
  • Pernambuco
  • Paraíba
  • São Paulo
  • Minas Gerais
  • Maranhão.

Como cada DETRAN dos Estados tem um pouco de liberdade para optar por implantar ou não algumas políticas públicas, é justamente por isso que a CNH Popular 2018 não é encontrada no restante do Brasil.

Acesse a página do DETRAN do seu Estado para consultar a CNH Popular 2018.

Como funciona CNH Popular?

A CNH Popular funciona da seguinte forma, onde você poderá:

  • Fazer a primeira CNH Popular 2018
  • Mudar de categoria para C, D e E.
  • Acrescentar outra categoria na CNH Popular

Você poderá fazer qualquer uma das mudanças na CNH Social e sem pagar quaisquer taxas por isso. Geralmente o número de vagas é limitado e, por isso, é bom ficar atento aos prazos.

Quem tem direito: CNH Popular 2018

Depois que você tiver convicção de que a CNH Popular 2018 existe no seu Estado, terá que preencher os requisitos específicos para fazer o cadastro na CNH Social. Esses requisitos poderão variar, mas, em regra, serão os seguintes:

  • Ter mais de 18 anos ao pedir a CNH Popular
  • Saber ler e escrever
  • Passar por testes psicotécnicos e de inteligência no DETRAN
  • Morar no Estado a pelo menos 2 anos
  • Ganhar até 2 salários mínimos “por cabeça” se estiver desempregado
  • Receber até 3 salários mínimos, para as demais pessoas.

Alguns DETRAN’s, como o do Rio Grande do Sul, fazem a previsão de cotas para pessoas afrodescendentes, mulheres e pessoas com deficiência, guardando até 50% das vagas para a CNH Popular.

cnh-popular-inscricoes

Quem não tem direito: CNH Popular

Agora que já vimos quem tem direito à CNH Popular, veremos quem não tem direito à CNH Social.

Não terão direito à CNH Popular:

  • Pessoas que já tenham dado entrada na CNH no DETRAN do seu Estado
  • Cometido crimes usando veículos automotores
  • Pessoas que tiveram CNH e carteira de habilitação suspensa.

Isso acontece porque o DETRAN valoriza as pessoas que querem novas oportunidades, bem como nunca tiveram problemas graves ou gravíssimos no trânsito, possibilitando fazer a CNH Popular.

Se você ficou interessado na CNH Social 2018, veja abaixo como fazer o cadastro na CNH Popular 2018.

Cadastro CNH Popular 2018

Se você gostou do programa CNH Popular e não quer ficar de fora dessa, aproveite e faça a sua inscrição na CNH Popular 2018.

Não são todos os anos que os DETRAN’s de alguns lugares do Brasil dão chance para fazer CNH de graça, sem qualquer pagamento de taxa.

Por isso é bom sempre monitorar a abertura das inscrições da CNH Popular para não perder.

Para fazer o cadastro CNH Popular basta entrar no site do DETRAN do seu Estado e localizar o campo “CNH Popular”. Ou acesse o site www.cnhsocial.net.br

Não perca tempo e faça a sua inscrição na CNH Social 2018. Em apenas poucos passos você poderá tirar a sua tão sonhada carteira de motorista de modo fácil, rápido e efetivo. E o melhor: a CNH Popular é totalmente gratuita, não é o máximo?