Funrural Como Funciona, Calcular, Recolher, Alíquota

Funrural Como Funciona?

Entenda Como Funciona o Funrural e qual é a briga de muitos produtores com o governo referente a essa cobrança. Mais uma retenção ao trabalhador rural, caso deseje ter acesso aos benefícios da Previdência, deverá conhecer o Funrural.

Uma novidade que atingiu e deixou duvidas em muitos trabalhadores rurais logo no inicio de 2017. O Supremo Tribunal de Justiça lançou a informação m março deste ano, que os trabalhadores rurais precisarão pagar uma taxa para ter direito a aposentadoria, esta é conhecida como o Funrural.

funrural-como-funciona-aliquota

Como Recolher o FUNRURAL

O Funrural é o chamado Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural. Este serve para que os trabalhadores rurais possam ter direito aos benefícios da aposentadoria. Como na vida de um trabalhador registrado em regime CLT que tem todos os meses descontados em seu salário o valor destinado à Previdência Social, no trabalhador rural é difícil de fazer este calculo. É para isso que foi criado este sistema, para entender melhor Como Funciona o Funrural, veja este artigo até o final e tire suas dúvidas.

Muitos trabalhadores da cidade devem entender Como Funciona o Funrural, a duvida fica apenas para os pequenos produtores: esta é uma alíquota que será descontada do faturamento do mesmo, já que o trabalhador rural não possui o salario fixo, esse valor é calculado sobre o seu faturamento, onde estará destinando uma pequena parte para a previdência. O Funrural veio para substituir o Prorural, outro sistema antigamente criado para beneficiar os trabalhadores rurais.

Funrural Cálculo

Na vida do trabalhador é descontada uma porcentagem do seu salario para a previdência, no caso do trabalhador rural é descontada também uma alíquota, no entanto esta é bem menor do que a descontada no trabalho em regime CLT. Esta alíquota é de 2,10% sobre o faturamento do trabalhador rural, e servirá como base para poder entender como calcular o Funrural para cada caso do faturamento do campo.

O problema que muitos trabalhadores encontraram é do pagamento de multas caso esta alíquota não seja paga corretamente. Ainda mais quando a mesma foi lançada, mas não tinha sido aprovada e muitos acabaram não fazendo o pagamento, bem como outros pagaram valores além dos devidos ao Funrural.

funrural

Funrural Alíquota

Para a situação dos que ainda não estavam fazendo os pagamentos, é possível que o governo faça o financiamento da dívida e surjam novas possibilidades de como calcular o Funrural. Já para aqueles que pagaram valores excessivos, serão retornados os valores que sobressaíram na alíquota correta.

Caso você seja um trabalhador rural, não deixe de acompanhar as noticias desta alíquota tanto na televisão como na internet, pois a mesma foi implantada apenas este ano ainda está sofrendo divergências em relação ao pagamento da mesma. Principalmente para trabalhadores rurais maiores, que possuem funcionários e que precisam ainda pagar esta alíquota, as divergências encontram-se traçadas em relação à esta situação: trabalhador grande x trabalhador pequeno, no qual os maiores podem sair prejudicados com o pagamento desta alíquota.

Guia Restituição ICMS Vale a Pena? Funciona?

O que é Guia Restituição ICMS Energia Elétrica

Se você estava reclamando do valor exorbitante da conta de luz, tem toda razão. Ainda que alguém tentasse explicar, era bem difícil de compreender o motivo de a conta de luz ser tão alta.

Sabe o motivo disso? Simplesmente porque os Governos Estaduais estavam cobrando o ICMS – Imposto Sobre a Circulação de Serviços na conta de energia elétrica.

guia-restituicao-icms

Confira como Funciona o Guia de Restituição do ICMS

O que é ICMS?

O ICMS quer dizer “Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços” e incide sobre quase todos os produtos que você imaginar, desde serviços de comunicação, até para carros, utilidades do dia-a-dia e outros bens.

A partir do momento que um produto sai do estabelecimento comercial, há a cobrança do ICMS. Muitas vezes esse imposto é repassado do vendedor ao comprador, o que é chamado de “substituição tributária”. E é por isso que os valores de determinados bens chegam bem altos para o consumidor. No entanto, esse tipo de cobrança é amparada por lei.

O ICMS é cobrado da conta de luz e até aí não há nenhum problema. A questão é que a alíquota cobrada sobre o imposto era maior do que de outros produtos e serviços menos essenciais. A energia elétrica é considerada um serviço essencial, afinal de contas ninguém consegue mais viver sem energia, não é mesmo? Quem cobra o ICMS são os Governos dos Estados brasileiros.

guia-restituicao-icms-funciona-vale-a-pena

Restituição ICMS Energia Elétrica

Por conta disso, pouco tempo o Supremo Tribunal Federal entendeu que como a energia elétrica é tão essencial, não seria justo cobrar mais da população por esse serviço do que de outros serviços não tão essenciais assim.

Desse modo, enquanto o imposto ICMS cobrado sobre um eletrodoméstico poderia ser de até 18% sobre o valor desse bem, alguns Estados cobravam bem mais do que esse percentual sobre a energia elétrica, o que é abusivo, conforme o entendimento do STF.

Isso deu azo a diversos pedidos de restituição do ICMS. Só que é apenas o percentual acima desses 18% que será devolvido ao consumidor. Ou seja, caso um Estado cobre 25% de ICMS sobre a energia, apenas os 7% a mais deveriam ser devolvidos.

Por causa disso, alguém pensou no Guia de Restituição do ICMS, voltado para a compreensão de cidadãos que gostariam de pedir a restituição do ICMS por sua própria conta, sem intermediários.

Receba também a sua Restituição do ICMS

Guia de Restituição ICMS Funciona?

Basicamente, o Guia Restituição do ICMS ajuda as pessoas a saberem quais documentos precisarão para dar entrada a eventual pedido de restituição em juízo.

Em regra, nos Juizados Especiais é possível fazer essa solicitação de graça e sem advogado, caso o valor do seu pedido não ultrapasse 40 salários mínimos. Contudo, o Guia Restituição do ICMS vai te ajudar a saber onde você deve ir, o que você deve pedir e para quem a restituição do ICMS de volta.

icms-restituicao-energia-eletrica

Quer um passo-a-passo sobre como fazer a restituição do ICMS energia elétrica? O Guia de Restituição do ICMS poderá te ajudar bastante com isso, especialmente se você não tem formação jurídica.

E você deve estar se perguntando “o Guia Restituição ICMS funciona mesmo?”. Com toda a certeza ele funciona sim. Diversas pessoas têm adquirido esse guia para dar entrada em seus pedidos de restituição do ICMS de energia elétrica e têm se mostrado satisfeitas com o Guia de Restituição de ICMS da Conta de Energia. Assim, o Guia da Restituição de ICMS funciona como uma informação para você.

Há pessoas que conseguiram, dependendo do Estado onde moram, até 5 mil reais de restituição de ICMS da conta de energia elétrica usando o Guia de Restituição ICMS Energia Elétrica.

Comprar o Guia de Restituição do ICMS

Preço Guia de Restituição de ICMS da Conta de Energia

O valor do Guia de Restituição de ICMS da Conta de Energia não passa de R$ 100,00. Logo, caso você consiga mais do que isso de restituição já estará ganhando. Ou seja, o guia de restituição do ICMS vale a pena.

Para você que é aposentado ou pensionista do INSS, conseguimos um belo de um desconto em seu Guia:

comprar-guia-restituicao-icms

Quem paga em média 200 reais por mês de conta de energia, com o pedido de restituição, chega a receber mais de 5 mil reais, é quase garantida a restituição dos últimos 5 anos, basta dar entrada na ação de restituição do ICMS da energia elétrica de forma correta, como você vai aprender no guia passo a passo.

Restituição ICMS Energia Elétrica é direito

A Restituição ICMS Energia Elétrica é seu direito. Não fique de fora desse benefício que o Guia de Restituição ICMS Energia Elétrica pode trazer para você!

Geralmente a compra do guia é feita em sites seguros e você o receberá no formato digital, em seu e-mail cadastrado na hora de fazer a compra. Logo, você terá facilidade, comodidade, preço baixo e muitas informações com o Guia Restituição ICMS que vale a pena.

Chega de desinformação! Corra atrás dos seus direitos e receba a restituição do ICMS da conta de luz o quanto antes com a ajuda desse guia, o qual tirará todas as suas dúvidas a respeito da restituição do ICMS. Não é à toa que todo mundo está procurando o Guia Restituição ICMS e ele é um sucesso de vendas na internet, pois é muito bom e tem tudo que você precisa.

Guia Restituição ICMS Comprar

restituicao-icms

Doenças que Aposentam por Invalidez

Quais doenças aposentam por Invalidez

Saiba quais são as principais doenças que levam as pessoas a aposentar-se. Doenças que causam a aposentadoria por invalidez.

A aposentadoria por invalidez e um benefício concedido aos trabalhadores que possuem algumas doenças relatadas pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), por consideração existem algumas que tem carências de ate 12 meses que dão direito a auxilio doença e posteriormente a aposentadoria, as doenças que dão direito a aposentadoria por invalidez se apresentam em qualquer idade e por isso o cidadão não requer ter os 60 anos como seria na aposentadoria normalmente, isso faz que os critérios a serem avaliados e essencialmente conhecer quais são essas doenças e como elas se apresentam nos estudos feitos por profissionais.

doencas-que-aposentam-por-invalidez

Lista de Doenças que Aposentam por Invalidez

Algumas dessas doenças que são mais severas tratando-se da aposentadoria podemos mencionar; a alienação mental, e caraterizada pela incapacidade de agir segundo as normas da sociedade, tais como demência, distúrbios mentais, e paranoias são umas delas; a cegueira, condição que afeta a visão, e caraterizada por incapacidade de enxergar causada por degeneração muscular, diabetes, glaucomas e cataratas; cardiopatia grave, e considerada uma doença crônica que afeta o coração deixando inapto de trabalhar ao portador, gerando cansaço, palpitações cardíacas; doenças de Parkinson, conhecida normalmente como mal de Parkinson e uma doença degenerativa ataca o sistema nervoso central de forma crônica ou progressiva, caraterizada pelos tremores de mão e pês; espondiloartrose anquilosante, esta lesão e uma das mais graves que acontece na coluna fazendo em que as vértebras se juntam umas com as outras, dores agudos muitos fortes dificultando a movimentação da coluna, uma vez contatada essa doença o portador tem passe direto a aposentadoria.

A esclerose múltipla e conhecida por ser uma doença crônica ocasionada por motivos ambientais ou genéticos onde ataca a bainha de mielina, que implica no sistema nervoso central; hepatopatia grave, doença que ataca o fígado, possuindo dois tipos de evolução a aguda ou crônica, primaria ou secundaria, ocasionando a incapacidade para o trabalho e risco a vida; paralisia irreversível e incapacitante caracteriza-se por obstrução a capacidade voluntaria de mover um músculo, levando a uma lesão destrutiva ou degenerativa da atividade motora, e dividida e subgrupos tais como paralisia isolada, periférica, monoplegia, hemiplegia, paraplegia, triplegia e tetraplegia.

aposentadoria-por-invalidez-doencas

A síndrome da deficiência imunológica adquirida ou AIDES e uma doença transmitida por relações sexuais desprotegidas, transfusão de sangue ou seringas compartilhadas, ate o momento esta doença não presenta nenhuma cura, mas pode ser controlada com uso de retrovirais, pela qual a muitos que não apresentam sintomas em que possa ser observada a simples vista, mas uma vez contatada a pessoa pode pedir o auxilio doença e posteriormente a aposentadoria.

A contaminação por radiação, onde os trabalhadores são expostos em radiação e são comprovadas por medicinas especializadas pode gerar doenças como a leucemia, ou outros canceres, na qual tendo a comprovação medica e garantido a aposentadoria, e também tem uma das doenças muito conhecida que e a tuberculoses, causada pela bactéria mycobacterium atacando diretamente e comprometendo os pulmões, gerando perda de peso e fraqueza, a tuberculose e considerado um câncer muito comum em pessoas fumantes ou que esteve exposto com produtos químicos que atingem o sistema respiratório.

Empréstimo para Aposentado INSS – Simulação

Simular Empréstimo para Aposentado do INSS

Confira os benefícios que os bancos oferecem ao Aposentado do INSS no momento de realizar Empréstimos. Você é aposentado e deseja obter um serviço de Empréstimo financeiro? As condições são as mais favoráveis!

Empréstimo pessoal é uma necessidade de muitas pessoas brasileiras, além de ser uma das principais atividades das instituições bancarias. Cada banco possui a sua peculiaridade de Empréstimo: alguns financiam por um período mais longo em meses, outros cobram taxas de juros mais baratas, algumas possuem condições especiais dependendo da atividade principal do cliente, dentre outras formas de credito.

emprestimo-aposentados-pensionistas-inss-simular

No entanto, existe um grupo de pessoas selecionadas que podem adquirir as melhores condições em qualquer banco, este é o Aposentado INSS. O mesmo possui benefícios no momento de solicitar um Empréstimo em qualquer entidade financeira, muito melhor do que aquelas condições oferecidas para assalariados. Mas a pergunta é a seguinte: por que para eles existem tantos benefícios?

Os bancos entendem que o Aposentado INSS possui todos os meses o seu salario fixo independente do que a pessoa faça, o Empréstimo possui chances muito maiores de ser pago ate o final de suas mensalidades. Ao contrario de assalariados, que amanhã podem perder o emprego e ficarem inadimplentes.

Para o Aposentado INSS, hoje o melhor banco, com as melhores condições de pagamento, menores taxas de juros, que podem ser menores de 5%, é a Caixa Econômica Federal. Caso deseje fazer o seu negócio, veja aqui como fazer a simulação deEmpréstimo neste banco.

Simulação de Empréstimo para Aposentado INSS

Todas as pessoas que desejam fazer um Empréstimo, ou desejam auxiliar a um Aposentado INSS, podem estar acessando o site da Caixa Econômica Federal, e acessar a opção: simulação de Empréstimo. Como muitas pessoas são idosas, e não costumam usufruir dos serviços da internet, podem estar realizando ligações diretas no banco que um agente estará fazendo a simulação o mais rápido possível.

Para iniciar a simulação de Empréstimo, é preciso primeiramente informar alguns dados pessoais, tais como: o CPF, a data de nascimento, a renda mensal, e a sua atividade principal. Esta última é a mais importante, pois o mesmo precisa selecionar a opção “aposentado ou pensionista INSS”, é nesse momento que o sistema irá entender que a pessoa poderá receber todos os benefícios de um financiamento mais facilitado.

emprestimos-aposentados-inss

A simulação de Empréstimo para o Aposentado INSS oferece como resultado informações variadas, tais como: a quantidade de mensalidade que o mesmo precisará pagar, o valor de cada mensalidade, a taxa de juros aplicada ao valor solicitado, dentre outras informações onde as pessoas poderão entender perfeitamente como funcionará a forma de credito colocada pelo banco.

São vários os bancos disponíveis que oferecem benefícios e condições especiais para quem e Aposentado INSS, basta conferir com as entidades quais são as melhores. Neste post colocamos a Caixa Econômica Federal como a principal, mas caso já tenha conta corrente em algum outro banco, confira primeiro as especialidades deste para o seu caso, e depois faça a comparação com a entidade da Caixa. Para simular acesse o site https://emprestimospessoal.net/emprestimos-consignados-do-inss-simulacao.html

FGTS Saldo Inativo Consulta, Valor, Sacar, Extrato

Consultar Saldo FGTS Conta Inativa

O FGTS é a sigla para “Fundo de Garantia por Tempo de Serviço”. O benefício se dá quando o empregador abre uma conta vinculada ao trabalhador à Caixa Econômica Federal.

Ainda no começo de cada um dos meses do ano, as empresas fazem o depósito do importe que corresponde a 8% dos vencimentos de cada empregado, percentual este que será de 2% quando se tratar de jovem aprendiz.

fgts-inativo

Assim funciona o FGTS, por depósitos realizados mensalmente pelo empregador, mas que serão destinados ao empregado, funcionando quase como uma “poupança”, que poderá ser sacada quando houver demissão, doenças graves ou outras hipóteses definidas por lei.

Ou seja, a princípio, não são todas as pessoas que podem sacar o FGTS.

FGTS inativo como funciona

Contudo, há uma exceção para usar FGTS inativo e que foi disponibilizada para diversos trabalhadores pelo Governo Federal.

Em virtude da crise econômica que assola o Brasil, em 22/12/2016, por meio da Medida Provisória n° 763/2016 o Governo Federal decidiu estimular o poder de compra dos brasileiros e autorizou o saque das contas inativas do FGTS relativas às rescisões de contratos de trabalho realizadas até 31/12/2015.

Contas inativas do FGTS são, basicamente, aquelas em que o emprego não teria direito a sacar os valores depositados pelo empregador, como no caso de demissão voluntária (quando o empregado pede demissão) ou de demissão por justa causa (por cometimento de falta pelo empregado, por exemplo).

É bom lembrar que embora a conta do FGTS seja considerada inativa, ela ainda pertence ao trabalhador, cujo dinheiro nela constante será corrigido com juros e correção monetária.

Assim, se você não se encaixa nos requisitos para sacar da conta inativa FGTS, não se desespere! O seu dinheiro ficará em sua conta e poderá ser sacado quando você passar a preencher os requisitos impostos pela legislação que regulamenta a matéria.

consultar-extrato-fgts-inativo

FGTS inativo Valor

O valor do FGTS inativo varia de acordo do trabalhador, ou seja, diante do tempo trabalhado, de não ter realizado saques anteriores, enfim, de diversos fatores.

Ademais, você deve estar se perguntando: “há limite para sacar FGTS inativo?”. Não, não há. Você poderá retirar todo saldo do FGTS inativo que tiver na sua conta, caso preencha os requisitos da Medida Provisória.

Quem tem direito de sacar FGTS inativo

O saque do FGTS inativo também é regulamentado pela Lei Federal n° 13.446/2017.

Logo, conforme a legislação em comento, pode realizar a retirada do FGTS inativo qualquer empregado que more ou não no País e que tenha pedido demissão ou que foi demitido por justa causa até a data de 31/12/2015, como já dito.

Benefício FGTS inativo

O dinheiro do FGTS pode ser de grande ajuda para as famílias brasileiras. Com ele você poderá pagar contas, comprar bens, pagar o aluguel, viajar, comprar imóveis e muitas outras opções.

Documentos para retirar FGTS inativo

Você poderá optar por:

  • Receber o FGTS na sua conta da CEF;
  • Sacar no autoatendimento da Caixa;
  • Sacar no Caixa Aqui (postos da CEF) ou nas Loterias.

Para pedir o pagamento do FGTS inativo você deverá levar consigo:

  • Número do PIS/PASEP
  • Documento oficial de identificação (RG, CPF, CNH, passaporte etc.)
  • Documento que comprove a rescisão do vínculo empregatício (Carteira de Trabalho e outros).
  • Cartão cidadão e a sua respectiva senha.

Calendário pagamento FGTS inativo

O Governo Federal elaborou um calendário para pagamento do FGTS inativo, o que deverá ser observado pelos beneficiários para sacar os valores do FGTS inativo existentes em suas contas:

PARA OS TRABALHADORES NASCIDOS EM: INÍCIO DOS PAGAMENTOS
Janeiro e fevereiro 10/03/2017
Março, abril e maio 10/04/2017
Junho, julho e agosto ​​12/05/2017
Setembro, outubro e novembro 10/06/2017
Dezem​bro 08​/07/2017

Lembre-se de que o prazo máximo para saque do FGTS inativo é até 31 de julho.

fgts-inativo-consulta

Consultar saldo e extrato FGTS inativo

A Caixa Econômica Federal dispõe de vários canais de atendimento, inclusive pela internet, para consultar saldo do FGTS de contas inativas, como:

  • Consultar saldo FGTS inativo pelo Serviço Online da Caixa Econômica Federal, pelo site: https://www.contasinativas.caixa.gov.br/pages/inter/home.html
  • Ver saldo inativo FGTS nas agências da Caixa Econômica: você poderá consultar seu saldo em qualquer agência da CEF. Poderá, inclusive, pedir o depósito do FGTS inativo diretamente na sua conta, caso seja correntista da Caixa.
  • Verificar saldo FGTS inativo pelo Internet Banking: você tem a opção de consultar saldo e pedir extrato do FGTS inativo pelo Internet Banking CEF.
  • Saber saldo FGTS inativo pelo telefone: também é possível saber seu saldo pelo fone 0800 726 2017, digitando o NIS ou o Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Fique atento aos prazos para saque e não perca o saque do FGTS inativo! É uma ajuda financeira que pode vir a calhar para trazer mais conforto a você e sua família em tempos de crise econômica. Use o dinheiro com o que quiser e quando quiser.

Empregador Web – Agendamento, Formulário

Empregador WEB Agendamento

Antigamente, era bem mais complicado pedir Seguro Desemprego e outros benefícios após a demissão, por conta da burocracia e de intermináveis filas nos postos do Ministério do Trabalho e Emprego – TEM.

Contudo, tudo isso foi melhorado com a criação do Sistema Empregador Web.

empregadorweb

O Empregador Web, também chamado de “Sistema SD – Empregador Web”, é um aplicativo pensado pelo Governo Federal, a fim de facilitar a remessa de pedidos de Seguro-Desemprego por parte das empresas.

O sistema foi lançado no ano de 2015 e foi uma “revolução” para os requerimentos, tanto para empregados como para trabalhadores.

O sistema Empregador Web também foi pensado para deixar mais célere a aquisição do Seguro Desemprego pelos trabalhadores que dele precisarem.

Ou seja, o aplicativo Empregador Web é um sistema mais rápido, fácil e acessível para requerer o Seguro Desemprego.

Mas não é só isso. Com o Empregador Web do Governo Federal pretende-se cruzar os dados desse sistema com outros já obtidos pelo Governo, como com o banco de dados da Previdência Social, por exemplo, o que trata mais segurança e menos incidência de fraudes.

Como funciona Empregador Web

O Sistema Empregador Web disponibiliza uma imensa gama de facilidades às empresas, pois preza por disponibilizar um procedimento célere e seguro. É possível fazer pelo sistema:

· Encaminhamento de dados por lotes;

· Eliminação dos formulários de papel;

· Disponibilização imediata de informações;

· Diminuição de custos;

· Veracidade dos dados;

· Possibilidade de que seja nomeada pessoa responsável para o registro das informações no sistema.
Ou seja, é só informar pelo site do Empregador Web os dados do empregado, o que facilitará (e muito) o pedido de Seguro Desemprego nos seguintes locais:
· Atendimento facilitado do SINE
· Delegacias do Trabalho e outros.
Isso porque os dados já estarão em um banco de dados, o que agiliza a concessão do benefício para o trabalhador que dele precisar.

empregador-web

Empregador Web segurança

O Empregador Web é muito seguro, pois atua com o auxílio de certificação digital, assegurando, assim, o sigilo das informações prestadas pelos empregadores, por meio de cadastro de usuário e senha.

Além disso, pode-se dar procurações para que outras pessoas de confiança do empregador tenham acesso ao sistema, como aquelas relacionadas ao setor de Recursos Humanos da empresa e que estejam responsáveis para atualização e cadastramento dos trabalhadores no Empregador Web.

Formulário Requerimento Agendamento

Para realizar cadastro no Sistema Empregador Web acesse o aplicativo, preencha os dados da empresa que forem requeridos, crie uma senha, e pronto, o sistema estará apto para uso dos empregadores.

O site é o seguinte:http://sd.mte.gov.br/sdweb/empregadorweb/index.jsf.

Agendamento Empregador Web Seguro Desemprego

Precisando agendar Seguro Desemprego? Pelo Empregador Web agendar Seguro Desemprego é muito simples.

Se você tem dúvidas, saiba que o seguro desemprego é um benefício assistencial destinados aos funcionários que perderam o emprego recentemente para que possam se manter até conseguirem uma nova atividade remunerada, podendo ser pago de 3 a 5 parcelas, a depender da quantidade de meses trabalhados.

Em suma, não têm direito ao seguro desemprego os trabalhadores que forem demitidos por justa causa ou nos casos de demissão voluntária (ou seja, quando o próprio trabalhador pede a demissão).

Para ciência, atualmente o valor do máximo do Seguro Desemprego é de R$ 1.542,24.

Aliás, segundo as novas normas do Seguro Desemprego, desde 1/04/2015 só serão válidos os pedidos feitos pelo Empregador Web.

Logo, pelo MTE Empregador Web solicitar seguro desemprego é mais uma facilidade para o empregador e torna o recebimento mais rápido para o empregado.

Depois de realizar o agendamento no Empregador Web, o trabalhador deverá ir a um dos postos de atendimento do Ministério do Trabalho levando consigo a Carteira de Trabalho, documento que comprove o fim do vínculo empregatício, bem como informações a respeito do FGTS.

Lembre-se de que o prazo-limite para solicitar o Seguro Desemprego é de até 120 (cento e vinte) dias depois do fim do contrato de trabalho!

empregador-web-seguro-desemprego

Empregador Web suporte

Caso você tenha alguma dúvida, o Ministério do Trabalho e Emprego dispõe de diversas informações a respeito do sistema Empregador Web.

Com isso, os administradores poderão tirar todas as suas dúvidas quanto ao funcionamento do sistema.

No site do Empregador Web você poderá realizar consulta ao Manual do Usuário: http://sd.mte.gov.br/sdweb/empregadorweb/index.jsf.

Mas caso prefira, poderá ligar no número do “Alô Trabalho”. É só discar “158”, seja de telefones de linha fixa ou por meio de telefones celulares. Usando o telefone você poderá realizar diversas operações do Empregador Web, como cadastros, pedidos ou cancelamentos, dentre outros.

O Empregador Web é um sistema moderno e que visou desburocratizar os pedidos de benefícios para o Governo Federal. Se ainda tiver dúvidas, acesse o site e descubra em como agilizar o benefício dos seus empregados usando as facilidades da internet, o que poderá ser feito a qualquer hora, dia e local.

Cartão Cidadão Consulta, Extrato, Emissão, 2 Via

Consultar Extrato Cartão Cidadão Pela Internet

O Cartão Cidadão é uma das formas disponibilizadas pelo Governo Federal para que você consiga acessar seus benefícios sociais e trabalhistas pagos de forma fácil, rápida, segura e cômoda.

cartao-cidadao-consulta

O Cartão Cidadão será disponível em todos os locais do território nacional.

Quem pode fazer Cartão Cidadão

Podem fazer o Cartão Cidadão Caixa Econômica todas as pessoas que tenham FGTS, PIS, Abono Salarial, recebam Seguro Desemprego e outros benefícios do Governo e da CAIXA.

Com o Cartão Cidadão ficará muito mais rápido sacar os benefícios do Governo Federal.

Emissão Cartão Cidadão CEF

Caso você tenha direito a benefícios concedidos pelo Governo Federal, mas ainda não lhe foi disponibilizado o Cartão Cidadão, você poderá:

  • Emitir cartão cidadão nas agências da Caixa Econômica Federal mais próximas de você.
  • Pedir cartão cidadão gratuitamente fazendo uma ligação no número 0800-726-0207.

Atenção: para que você seja atendido de forma célere, tenha sempre em mãos os seus dados pessoais básicos com RG e CPF, bem como o seu número NIS.

Desbloquear Senha Cartão Cidadão pela Internet

Você precisará criar uma senha do Cartão Cidadão para realizar saques, bem como consultar saldos e retirar extratos.

Através dela, você poderá receber atendimento em um dos postos de Atendimento da Caixa Econômica Federal, nas Lotéricas, postos do Caixa Aqui e outros locais correspondentes da CEF.

O procedimento para cadastrar senha Cartão Cidadão é simples. Primeiramente, compareça à uma agência da Caixa Econômica com todos os documentos já mencionados.

Se preferir cadastrar a senha do Cartão Cidadão em uma Lotérica, por ser mais fácil e cômodo para você, ligue antes para o canal Caixa Cidadão, no número 0800 726 0207.

Não se esqueça de que precisará assinar um Termo de Responsabilidade para uso Cartão Cidadão CEF, o qual é de apresentação obrigatória para cadastro da senha.

cartao-cidadao

No termo, basicamente, irão constar instruções do que você poderá fazer ou jamais poderá fazer com o seu cartão. A CEF não recomenda que você empreste seu cartão cidadão a pessoas estranhas, bem como jamais passe sua senha ou demais dados a outras pessoas.

Essa é uma segurança que você terá para que possa usufruir do seu benefício Cartão Cidadão com tranquilidade, além de evitar fraudes, ou seja, não permitir que alguém use o seu cartão sem o seu consentimento.

Cartão Cidadão Emissão 2 Via

Caso venha a ser furtado, roubado ou simplesmente perder o cartão cidadão CEF, não deixe de fazer um Boletim de Ocorrência e a entrar em contato com o atendimento da CEF imediatamente para pedir um novo cartão ou registrar uma nova senha.

Essa atitude é importante para que ninguém tente usar o seu cartão indevidamente e sem a sua anuência e nem sequer venha usar seus dados para outros fins ilícitos no futuro.

Solicitar 2ª Via Cartão Cidadão Caixa pelo telefone

Se você quiser pedir a segunda via do Cartão Cidadão, ligue no número de telefone já informado, sempre tendo facilmente acesso ao Número do seu PIS/PASEP. Ademais, é possível que para a sua própria segurança outros pedidos de confirmação de seus dados pessoais sejam requeridos pelo atendente.

Lembre-se de que o telefonema para solicitar o Cartão Cidadão CAIXA é gratuito e o atendimento se dará das 10h às 18h.

Você deve estar se perguntando: “e agora, é possível pedir a segunda via do cartão cidadão pela internet?”. Não, infelizmente a Caixa Econômica não permite que a 2ª Via do Cartão Cidadão seja solicitada online pelo site.

Segunda Via Cartão Cidadão agência da Caixa Econômica

Caso você se sinta confortável em fazer a Segunda Via do Cartão Cidadão em alguma agência ou posto de atendimento da CEF precisará estar munido de RG, Carteira de Trabalho e Previdência Social e de CPF.

A emissão do Cartão Cidadão é um pouco demorada. Pode levar até 15 dias para que seu novo cartão cidadão seja enviado pelo correio para a sua casa ou, ainda, seja retirado por você na agência da CEF onde fez o pedido.

Ficará a seu critério a forma de receber o seu Cartão Cidadão CEF.

consulta-cartao-cidadao

Consultar saldo e Extrato Cartão Cidadão

Embora você não possa pedir a segunda via do Cartão Cidadão pela internet, poderá ver o saldo do cartão cidadão online.

Vá até o site dos Benefícios Sociais da Caixa Econômica Federal (lembre-se de que o site só funciona corretamente com o uso do navegador Internet Explorer!): https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS

Lá você deverá fornecer os dados requeridos como número do NIS ou do PIS/PASEP, bem como inserir a sua senha.

Depois disso, poderá facilmente ver o saldo do Cartão Cidadão online. É bem fácil e prático. Não precisa enfrentar filas da CEF e poderá fazer isso em qualquer momento e de onde bem entender!

Viu só como, em regra, é simples solicitar a segunda via do Cartão Cidadão, bem como consultar o seu saldo pela internet acessando o site www.cartaocidadao.com

CNH Social 2018 Inscrições, Quem Tem Direito

CNH Popular Inscrições 2018

Quem está pensando em tirar a Carteira Nacional de Habilitação – CNH (ou famosa “Carteira de Motorista”) tem plena ciência de que fazer isso não é uma das coisas mais baratas.

cnh-social

Custos com diversas taxas, exames médicos, autoescola, deslocamento e muito mais está envolvido na retirada da CNH, que é um sonho para muitas pessoas.

No entanto, esse “sonho” parece estar mais distante para famílias que têm renda mais baixa e que muitas vezes lutam para sobreviver mês a mês, justamente porque pode sair bem caro o custo total para retirada da CNH.

Entretanto, se esse é seu caso, nem tudo está perdido. Você sabia que há um programa chamado CNH Popular? Pois é. Existe sim e pode ser a chance que você esperava para tirar a carteira de motorista gratuitamente.

Entretanto, o programa não é disponibilizado em todos os Estados e seus requisitos podem variar. Isso porque cada DETRAN dos Estados pode, em consonância com a legislação estadual e federal, instituir regras diferentes para os procedimentos realizados, especialmente em relação à retirada da CNH Social.

Ou seja, como não há lei federal obrigando à realização do projeto por todos os entes da federação, caso também não haja lei estadual versando sobre o tema, é bem provável que o projeto ainda não seja uma realidade na sua região.

Entretanto, confira todas as informações abaixo e descubra se a CNH grátis está disponível no seu Estado.

O que é CNH Social 2018

A CNH Popular 2018, também chamada de Habilitação Social, é um programa destinado à população e que tem como objetivo formar, qualificar e habilitar pessoas quem desejem conduzir veículos.

Contudo, a CNH gratuita não é programa obrigatório em todos os Estados do Brasil.

Nos Estados em que é possível, poderão obter a CNH grátis as pessoas que:

  • Sejam beneficiárias do Bolsa Família;
  • Que são inexperientes em relação a empregos ou desempregadas;
  • Que ganhem menos de 3 salários mínimos mensais
  • Que estejam devidamente matriculados nos ensinos fundamental ou médio de Instituições de Ensino Públicas.

O número de pessoas que terão condições de participar do CNH popular vai depender do Estado da Federação em que ela morar.

Em alguns Estados, como em São Paulo, o DETRAN só autoriza a isenção do pagamento de taxas da CNH em caso de catástrofes naturais, por exemplo.

A princípio, o CNH Social 2018 serve tanto à primeira habilitação dos novos motoristas, como para renovações ou alterações na categoria de direção.

cnh-popular

Quem tem direito CNH grátis 2018

Além dos requisitos já mencionados, a fim de garantir a sua participação no CNH grátis 2018, é quase unanimidade entre as unidades da federação do território nacional o preenchimento de outros requisitos como:

  • Idade de 18 a 27 anos;
  • Renda máxima de até 3 salários mínimos;
  • Ser cadastrado no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico).

Os beneficiários, ainda, terão direito se:

  • Estiverem desempregados há mais de um ano;
  • Não tiverem quaisquer registros na sua Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS;
  • Beneficiários do Programa Bolsa Família;
  • Alunos de escolas públicas com boas notas;
  • Pessoas com deficiência física;
  • Ex-detentos do sistema prisional;
  • Agricultores familiares, cuja renda não passar de dois salários mínimos.

Documentos CNH Social 2018

Se o seu Estado fomentar o Programa CNH Social 2018, você deverá acessar o site do DETRAN da sua região e localizar o ícone “CNH Popular” ou “CNH Social”.

Depois disso, siga todas as indicações realizadas para que você possa fazer o seu cadastramento no site do DETRAN do seu Estado.

Certamente você receberá um protocolo e um prazo para análise da sua inscrição. Como se viu, não são todas as pessoas que podem tirar a carteira de motorista gratuitamente, mas só aquelas que realmente têm direito à CNH Popular.

Via de regra, a documentação exigida será, provavelmente, CPF, documento de identificação oficial com foto, comprovante de residência e outros para que possa se cadastrar no CNH Social 2018.

cnh-social-inscricoes-gratuita

Como fazer inscrição CNH Social 2018

Infelizmente ainda não há uma lei federal que obrigue que os Estados façam adesão ao Programa CNH Popular 2018.

Porém, para mais informações sobre como funciona (e se há o programa) no seu Estado, procure a unidade do Departamento de Trânsito mais próxima da sua casa e verifique o funcionamento do procedimento para que você possa tirar a CNH gratuitamente.

Caso você seja agraciado com o Programa CNH Social 2018, leia atentamente as informações que lhes forem repassadas e verifique se você realmente se encaixa no Programa.

Se no seu Estado ainda não há o Programa CNH Popular grátis 2018, fique atento às novas disposições do DETRAN da sua região, pois o programa poderá ser instituído por lei a qualquer momento, bem como você poderá usufruir dele caso preencha os requisitos, que podem variar em conformidade com o local onde você residir. Inscreva-se acessando o site www.cnhsocial.net.br

RAIS 2018 Consulta, Prazo de Entrega

Consulta RAIS 2018

O que é RAIS? A Relação Anual de Informações Sociais – RAIS é, basicamente, um relatório contendo diversas informações sociais requerido pelo Ministério do Trabalho às empresas e empregadores. O RAIS deve ser entregue todos os anos.

rais

A previsão legal do RAIS está no Decreto n° 76.900/1975 e que vigora até hoje. O RAIS é muito importante, pois reflete um verdadeiro “histórico” do cidadão como perfil, tipo de ocupação laboral, remunerações e diversos outros dados importantes.

Objetivos da RAIS 2018

A RAIS 2018 tem como objetivos controlar a atividade trabalhista no Brasil; trazer dados para estatísticas trabalhistas; disponibilizar informações às entidades do Governo; serve para atualização da legislação trabalhista; do controle do FGTS; para os sistemas de arrecadação de benefícios da previdência social; para estudos técnicos e para o pagamento do abono salarial PIS e PASEP aos trabalhadores que preencherem os requisitos legais.

Ou seja, a RAIS é muito mais do que um relatório, considerando a sua plena utilidade para a governabilidade no País.

Quem precisa entregar o RAIS

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito da entrega do RAIS. Entretanto, o Governo já definiu quem deve entregar o documento. Assim sendo, procure a informação se a sua empresa se encaixa nos requisitos para entregar o RAIS.

A princípio, é imprescindível que as pessoas abaixo entreguem o RAIS, como:

  • Empresas urbanas e rurais;
  • Profissionais liberais ou autônomos;
  • Conselhos de Profissões;
  • Sociedades Civis;
  • Condomínios;
  • Representantes de empresas que têm sede no exterior;
  • Órgãos e entidades pertencentes à Administração Direta e Indireta vinculados à União, Estados, Distrito Federal e Municípios;
  • Cartórios;
  • Consórcios.

Benefícios do RAIS

A entrega do RAIS é muito importante pois dá azo ao pagamento de benefícios aos trabalhadores como PIS, PASEP, seguro-desemprego e outros diversos benefícios concedidos pelo Governo. O RAIS é, portanto, uma responsabilidade social da empresa.

Declaração RAIS 2018

O RAIS 2018 deverá ser enviado por meio do sistema denominado GDRAIS. O envio deverá ser feito pela empresa através da internet.

O GDRAIS fornece um formulário, o qual deverá ser devidamente preenchido com o nome do trabalhador e outros dados, endereço e nome da empresa e outras informações.

rais-prazo-de-entrega

RAIS 2018 Prazo de Entrega

O governo sempre determinado um prazo de entrega das RAIS 2018, normalmente é praxe que o prazo para entrega da declaração RAIS seja iniciado em janeiro ano.

E se você for trabalhador, fique atento! Caso a empresa em que você trabalha não envie a RAIS dentro do prazo, poderá não receber o Abono Salarial dentro do Calendário PIS 2018.

Além disso, ao enviar a RAIS atrasada ou deixar de enviá-la, a empresa poderá pagar uma multa, que vai de R$ 425,64 (quatrocentos e vinte e cinco reais e sessenta e quatro centavos), acrescidos de R$ 106,40 (cento e seis reais e quarenta centavos) por bimestre de atraso. Confirme os valores atualizados.

Mesmo assim, após o pagamento de eventual multa por atraso da RAIS,os dados dos trabalhadores ainda deverão ser repassados ao Governo Federal.

É com base na RAIS 2018 que o Governo saberá quantos trabalhadores estão na ativa, qual é a renda média e outras informações para melhorar as políticas públicas do Brasil em relação ao emprego.

O prazo de entrega da RAIS foi até março. Já o prazo para a RAIS 2018 deverá ser informada pelo Governo Federal, mas deverá ser também até março.

RAIS Consulta

Para os trabalhadores, consultar o RAIS trabalhador é um passo muito importante para saber se haverá direito ao pagamento de PIS ou do PASEP, ou seja, do Abono Salarial 2018.

rais-consulta

Para saber se os dados RAIS foram enviados ao Ministério do Trabalho, usando apenas o número do seu PIS/PASEP você poderá acessar o site do RAIS e obter essa informação facilmente:

http://www.rais.gov.br/sitio/consulta_trabalhador_identificacao.jsf

Não há nenhum segredo em relação à consulta e o empregador também não terá como saber que você está monitorando o envio da RAIS 2018.

Essa também é uma forma de fazer com que o trabalhador possa monitorar a empresa no tocante às obrigações trabalhistas quanto aos seus direitos proporcionados pela declaração RAIS.

Desse modo, fica evidente que a RAIS 2018 será muito mais do que um simples relatório, mas um instrumento de monitorização para que os empregadores cumpram seus deveres e obrigações em relação ao Governo e aos seus diversos empregados.

RAIS negativa

Você sabe o que é uma RAIS negativa? A RAIS negativa é uma declaração emitida pelo Governo Federal que comprova que os empregadores entregaram corretamente a RAIS nos anos anteriores.

A declaração pode ser solicitada pela internet, estando disponível no site da RAIS ou no GDRAIS.

Faça valer os direitos e deveres de toda a população brasileira! Não deixe de entregar a RAIS no prazo correto e ajude o Brasil a melhorar! Por meio de condutas simples e da realização de obrigações é possível ajudar o País e a população.

Bolsa Família 2018 – Consulta, Calendário, Valor

Calendário Bolsa Família 2018

O Bolsa Família é um programa do Governo Federal que objetiva repassar valores financeiros às famílias brasileiras que infelizmente ainda vivem em condições de pobreza extrema, a fim de auxiliá-las a saírem dessa situação. Entretanto, você precisará ficar bem atento aos prazos para nova inscrição no Bolsa Família 2018.

bolsa-familia

Como fazer o recadastramento no Bolsa Família 2018

Para fazer um novo cadastro no Bolsa Família 2018 você deverá procurar os serviços de assistência social da Prefeitura do seu Município, especialmente os Centros Assistenciais – CRAS.

Se é a sua primeira vez no Bolsa Família, você poderá se cadastrar no Bolsa Família levando RG, CPF, certidão de nascimento e ir ao CRAS do município. Certamente voce passará por uma pesquisa social para constatação da sua situação financeira.

Caso precise de mais documentos, a prefeitura lhe dará um prazo para leva-los, para que você possa receber o Bolsa Família 2018.

Depois disso, seu nome e o de seus dependentes cadastrados serão inseridos no sistema do Governo Federal (CadÚnico).

A lista Bolsa Família 2018 sairá em uma Consulta Pública Bolsa Família, também chamada de Lista de Aprovados – Bolsa Família.

bolsa-familia-consultar-saldo

Bolsa Família lista de aprovados

Todos os anos o Bolsa Família divulga uma lista das famílias cadastradas e recadastradas, o que não vai ser diferente no Bolsa Família 2018, na televisão, no rádio, em jornais e, claro, na internet, o que facilita muito a vida dos beneficiários.

Isso é necessário para evitar fraudes, já que a lista é pública, ou seja, pode ser acessada por qualquer pessoa do povo que, caso identifique alguma irregularidade no pagamento do Bolsa Família 2018 poderá denunciar.

Cartão Bolsa Família

Depois que o Governo Federal aprovar o seu cadastramento ou recadastramento, um cartão do Bolsa Família 2018 será enviado para a sua casa, pelo correio, para que você possa sacar o benefício Bolsa Família Governo Federal.

Porém, antes de usar, vá a uma agência da Caixa Econômica Federal e solicite o desbloqueio do cartão.

Caso você não receba o seu cartão Bolsa Família pelo correio, ligue para 0800-726-0101 e verifique o andamento do envio. A ligação é grátis, ou seja, você não pagará nada para ligar.

Bolsa Família 2018 Calendário

O Calendário do Bolsa Família 2018 é publicado todos os anos pela Caixa Econômica Federal – CEF, que é o banco do Governo Federal.

Geralmente o novo Calendário Bolsa Família sai no final de ano, com dados, prazos e informações relativas ao próximo ano.

A tabela do Bolsa Família 2018 será disponibilizada pela Caixa Econômica Federal, mas você poderá ter uma base vendo o Calendário Bolsa Família do ano passado.

Veja abaixo o Calendário Bolsa Família:

calendario-bolsa-familia

*Lembrando que esses valores são do ano anterior, normalmente existe pequenas mudanças de um ano para o outro, por isso confirme as datas.

Quando sacar o Bolsa Família

Os pagamentos do Bolsa Família sairão conforme o último número constante no cartão de recebimento do benefício. Ou seja, nem todos os beneficiários do Bolsa Família recebem o pagamento no mesmo dia.

Com a ajuda da Tabela 2018 Bolsa Família você saberá exatamente quando o seu benefício estará disponível para saque.

Aliás, você terá 90 (noventa) dias para sacar o Bolsa Família. Se não o fizer no prazo o seu benefício pode ser suspenso ou até mesmo bloqueado por prazo indeterminado e só voltará à ativa depois que você justificar o motivo de não o ter usado.

Você pode retirar o Bolsa Família nas agências da Caixa Econômica, nos postos do Caixa Aqui e em lotéricas. Leve consigo documento de identificação e o seu cartão para não ter problemas.

Bolsa Família 2018 Valor

O valor Bolsa Família 2018 já foi definido pelo Governo Federal, com reajuste de 12% para todos os benefícios, conforme o índice da inflação IPCA.

Esse reajuste 2018 Bolsa Família é extremamente importe e tem como objetivo recompor a moeda brasileira. Há uma velha frase para se compreender bem isso: “o R$ 1,00 de hoje não valerá mais R$ 1,00 amanhã”.

Isso porque é bem possível que o que você compraria por apenas R$ 1,00 hoje, não poderá ser comprado pelo mesmo valor daqui há algum tempo, justamente porque as coisas ficam mais caras por conta da variação da inflação.

bolsa-familia-pagamento-valor

Com o reajuste do Bolsa Família 2018 o Governo Federal visa que os beneficiários mantenham o seu poder de uso do dinheiro, em conformidade com a realidade social do Brasil.

Bolsa Família 2018 Consulta pela internet

Consultar o Bolsa Família 2018 pela internet é muito mais fácil e cômodo. Por meio do aplicativo do Governo Federal, que pode ser baixado no site do Bolsa Família, você terá acesso ao calendário, ao saldo, às datas de pagamento das parcelas do benefício e os locais de saque do seu Bolsa Família 2018. Existe também o aplicativo que está disponível na loja da Google Play Store.

O Governo Federal usa diversos recursos para que você possa consultar e sacar o Bolsa Família de forma fácil e rápida, bem como fuja das lotadas filas de bancos. Confira o calendário atualizado acessando o site www.bolsafamilia.net

Tabela INSS 2018 – Calendário, Datas

Calendário de Pagamento INSS 2018

O Instituto Nacional de Seguro Social – INSS, é uma autarquia vinculada ao Ministério da Previdência Social, ou seja, à União Federal.

O INSS foi criado em 1988 (no ano da edição da nova Constituição Federal) e tem várias funções, dentre elas o pagamento de benefícios sociais relacionados à Previdência Social, como aposentadorias, por exemplo, dentre vários outros.

tabela-inss

O INSS tem por escopo garantir que todos os trabalhadores passem a contribuir com a previdência social, para que, quando precisarem, recebam seus benefícios.

Benefícios pagos pelo INSS

São pagos pelo INSS os benefícios: aposentadorias por idade, para pessoas com deficiência, por tempo de contribuição, serviço, de professores, invalidez, especiais por tempo de contribuição; auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão, pensão por morte, salário-família, salário-maternidade e outros vários benefícios.

Tabela INSS 2018 Valor de Pagamento

Os valores pagos pelo INSS vão mudar de acordo com o valor das contribuições pagas pelos trabalhadores. São exemplos de contribuintes: o individual, o facultativo, o obrigatório (como empregados), os trabalhadores domésticos e os avulsos.

Tabela INSS 2018 Consulta

É por meio da Tabela INSS que você saberá o valor, o prazo e as alíquotas dos benefícios sociais pagos pelo Instituto Nacional de Seguro Social – INSS todos os anos.

A Tabela é divulgada publicamente pelo Governo Federal e é acessível por todos os cidadãos brasileiros, que podem saber antecipadamente tudo o que precisarem sobre o pagamento dos benefícios INSS 2018.

Quem recebe calendário pagamento INSS 2018

O calendário de pagamento INSS 2018 compreende aposentados, pensionistas, afastados ou outros tipos de segurados da Previdência Social conforme a legislação que rege o tema.

Fique atento aos prazos de saque da tabela INSS. O calendário é atualizado todos os anos.

Como funciona a Tabela INSS 2018

A Tabela do INSS 2018 funciona da seguinte forma:

  • Para até 1 salário mínimo: a Tabela do INSS trata dos benefícios com valor de até 1 salário mínimo, os quais estão disponíveis para consulta através do último número NIT. Lembre-se de que os beneficiários do INSS recebem seus benefícios em meses diferentes.
  • Para valores acima de 1 salário mínimo: Você poderá verificar a lista de pagamento INSS também pelo NIS (também chamado de número do PIS).

Prazo para saque INSS

O INSS permite o saque de benefícios até o final de cada mês, com o uso do cartão próprio do INSS.

Calendário INSS 2018

O calendário oficial de pagamento da tabela INSS 2018 não foi publicada pelo Governo Federal. Contudo, você pode ter uma ideia por meio da tabela INSS do ano anterior.

Veja abaixo as datas de pagamento de benefícios da Tabela INSS:

tabela-inss-calendario

Assim que estiver disponível a tabela INSS 2018 atualizaremos aqui para você, por isso não deixe de conferir sempre o site. Você também pode acompanhar o site do Governo para conferir os valores atualizados.

Tabela INSS alíquota de contribuição 2018

A tabela do INSS 2018 também tem a função de informar os beneficiários a respeito da alíquota do INSS que será cobrada dos trabalhadores (geralmente descontada na folha de pagamento).

Veja a tabela INSS 2018 abaixo:

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO (EM R$) ALÍQUOTA DO INSS
Até 1.659,38 8%
De 1.659,39 até 2.765,66 9%
De 2.765,67 até 5.531,31 11%

*Sempre confirme os valores atualizados

Como consultar saldo INSS 2018?   

Para saber se você já recebeu o seu benefício INSS, ou seja, para consultar o extrato INSS é muito simples, bastando acessar o site da Previdência Social.

O acesso é gratuito e é uma forma prática de verificar seus pagamentos no conforto do seu lar e sem enfrentar filas quilométricas de bancos ou da Previdência Social, que geralmente são bem demoradas.

inss-calendario

Qualquer pessoa pode fazer a consulta por meio de celulares, tablets, ipads e outros dispositivos conectados à internet.

O extrato INSS permite que você saiba se o seu benefício foi pago corretamente, além de comprovar a renda dos segurados do INSS.

Acesse o site da internet https://meu.inss.gov.br/central/index.html e verifique qual é o seu saldo de benefícios. Lá você terá uma lista dos pagamentos realizados, dos saques, depósitos, empréstimos consignados, por exemplo, e outras dezenas de informações do INSS 2018.

Qualquer segurado pode consultar os pagamentos da tabela INSS 2018 usando o extrato, seja auxílio-doença, aposentadoria, auxílio-reclusão, dentre outros.

De qualquer forma, embora ultimamente tenha havido várias polêmicas a respeito de uma possível reforma da previdência social, se você for empregado de empresa privada vale a pena, ainda assim, contribuir com o INSS.

É uma garantia de que você terá, senão uma renda mensal, mas ao menos um complemento de renda quando infelizmente sofrer um acidente, ficar doente ou vier a se aposentar. Não se esqueça dos seus direitos e fique atento aos prazos e datas da Tabela INSS 2018.

Não deixe de sacar os seus benefícios ou de se atentar às novas alíquotas para não ficar desemparado quando eventualmente vier a precisar do INSS. Caso fique alguma dúvida, acesse o site da Previdência Social e saiba mais a respeito.

Abono Salarial 2018 – Calendário, Valor, Quem Tem Direito

Valor Abono Salarial 2018

O benefício Abono Salarial é pago para pessoas que laboram com a carteira assinada e ganham por mês no máximo dois salários mínimos, conforme calendário estabelecido pelo CODEFAT.

O Abono Salarial 2018 é pago pela Caixa Econômica Federal, quando se trata de empregado de empresa privada, pelo Programa de Integração Social (PIS). Já para os funcionários públicos cadastrados no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) o importe do Abono Salarial benefício é pago pelo BB (Banco do Brasil).

abono-salarial

Esse valor pode ajudar muitas pessoas a equilibrarem as suas contas e pode ser aquele “empurrãozinho” que você precisava no final do mês.

Quem tem direito Abono Salarial 2018?

Existem alguns requisitos para que os trabalhadores com carteira assinada tenham direito ao recebimento do Abono Salarial Caixa Econômica Federal 2018, como: cadastramento prévio no PIS e ou no PASEP a pelo menos 5 (cinco) anos; ter trabalhado com a carteira assinada a pelo menos um mês no ano base; ter ganhado salário médio mensal de no máximo 2 salários mínimos, e a empresa deve ter repassado ao Governo Federal os dados corretos do trabalhador na RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.

Valor do Abono Salarial 2018

Com a Lei 13.134/15, o valor a título do benefício Abono Salarial é de 1/¹² de salário mínimo até um salário mínimo inteiro, anualmente. O valor vai depender do trabalho de trabalho com a carteira assinada pelo trabalhador.

Para calcular o valor do Abono Salarial faça o seguinte: multiplique o número de meses trabalhados ao ano-base a que se refere o pagamento pelo valor de um salário mínimo e divida por 12 (referente a 12 meses).

Exemplo: salário mínimo de R$ 937,00 e 6 meses trabalhados no ano-base: 5×937 = 4685 e depois divida por 12, que é igual a R$ 390,41 disponíveis para sacar o Abono Salarial 2018.

O Abono Salarial Caixa Econômica 2018 que pode ser uma excelente ajuda financeira, especialmente diante da crise pela qual o Brasil está passando.

Abono Salarial 2018 Consulta

Não sabe se tem direito ao Abono Salarial PIS Pasep? Você poderá consultar a lista no site do Ministério do Trabalho para saber se tem direito ao Abono Salarial 2018: http://verificasd.mtb.gov.br/abono/

Para acessar, é só informar o CPF ou o número do PIS ou PASEP – que está na Carteira de Trabalho – e a também data de nascimento do titular do benefício para saber a lista do PIS 2018.

Calendário pagamento Abono Salarial 2018

O Abono Salarial 2018 PIS PASEP será pago conforme um calendário pré-definido pela Caixa Econômica Federal.

abono-salarial-calendario

Além disso, o Abono Salarial PIS é pago conforme a data de nascimento do trabalhador que tem direito e o Abono Salarial PASEP conforme a última numeração do Número de Identificação Social (NIT) do beneficiário.

Os pagamentos começam no mês de julho no ano seguinte ao ano-base e ocorrem até o mês anterior do próximo ano.

Mas fique atento! Há um prazo para a data de recebimento do PIS 2018 que caso não seja observada acarretará no bloqueio do valor.

Veja abaixo o calendário completo para pagamento do Abono Salarial PIS ano-base 2018:

TABELA PIS 2017/2018 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – ATUALIZADA.
PAGAMENTO DO PIS 2018 – CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Data do aniversário Data do saque: Data limite para saque (sob pena de perda do benefício):
Julho 27/07/2017 29/06/2018
Agosto 17/08/2017 29/06/2018
Setembro 14/09/2017 29/06/2018
Outubro 19/10/2017 29/06/2018
Novembro 17/11/2017 29/06/2018
Dezembro 14/12/2017 29/06/2018
Janeiro/Fevereiro 18/01/2018 29/06/2018
Março/Abril 22/02/2018 29/06/2018
Maio/Junho 15/03/2018 29/06/2018

Agora veja abaixo o calendário para pagamento do Abono Salarial PASEP ano-base 2018:

CALENDÁRIO PASEP 2018 (ATUALIZADO)
Final do n° do PASEP: Data de Saque: Data-limite para saque:
0 27/07/2017 29/06/2018
1 17/08/2017 29/06/2018
2 14/09/2017 29/06/2018
3 19/10/2017 29/06/2018
4 17/11/2017 29/06/2018
5 18/01/2018 29/06/2018
6 e 7 22/02/2018 29/06/2018
8 e 9 15/03/2018 29/06/2018

*Você deverá confirmar os valores do Abono Salarial 2018

Abono Salarial Pagamento 2018

Há 3 (três) formas de receber o Abono Salarial Caixa:

1°: Você poderá sacar o Abono Salarial PIS 2018 em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, até o limite da data de pagamento constante no Calendário Abono Salarial.

abono-salarial-consulta

É importante que você tenha em mãos os documentos pessoais como RG, CPF (ou outros documentos oficiais, como Carteira de Habilitação, Passaporte etc.) e Carteira de Trabalho, além do Cartão Cidadão da Caixa Econômica Federal.

Se você não tiver o cartão cidadão vá antes a Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal, com todos os documentos acima, para realizar o saque do PIS.

O benefício Abono Salarial também pode ser retirado nas Lotéricas e nos postos de atendimento facilitados do Caixa Aqui.

2° Para possui conta poupança ou corrente na CEF – Caixa Econômica Federal terá o valor do benefício será creditado automaticamente na data que está no Calendário Abono Salarial 2018.

3° Com o cartão cidadão você poderá receber o Abono Salarial retirando-o diretamente dos caixas eletrônicos da Caixa Econômica.

4° Para quem vai receber o Abono Salarial PASEP 2018 no Banco do Brasil, tem as mesmas opções da Caixa Econômica Federal. Quem tem conta corrente ou poupança na Instituição Financeira receberá automaticamente. Quem não tem, poderá sacar nas agências apresentado o número do PASEP e levando um documento de identificação oficial.

Fique de olho e não perca os prazos para sacar o Abono Salarial 2018!

PIS 2018 Consulta, Extrato, Saldo, Calendário

Consulta Calendário PIS 2018

O Programa de Integração Social – PIS proporciona ao empregado da iniciativa privada a aquisição de benefícios que foram definidos pela Lei Complementar n° 7/1970, contribuindo para com o desenvolvimento das empresas.

Compete à Caixa Econômica Federal pagar o PIS aos trabalhadores que laboraram com carteira assinada e que preenchem alguns requisitos impostos pela lei que regulamenta o pagamento do benefício PIS.

pis

​Qual a diferença entre PIS e PASEP?

Muitas pessoas se perguntam sobre a diferença entre PIS e PASEP.

Primeiramente, o PASEP, de outro lado, é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público criado pela Lei Complementar n° 8/1970. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios contribuíam para esse fundo para beneficiar os empregados do setor público.

O PASEP funciona da mesma forma que o PIS 2018, mas é relacionado aos funcionários públicos. Ou seja, o PIS é dos empregados de empresas privadas e o PASEP dos funcionários públicos. O pagamento do PASEP é feito pela Caixa Econômica Federal.

PIS Abono Salarial 2018

O PIS e o PASEP também são conhecidos como Abono Salarial e são pagos todos os anos pelo Ministério do Trabalho. Contudo, o dinheiro é repassado pela Instituição Financeira Caixa Econômica Federal.

O PIS 2018 Caixa Econômica é mais um benefício do Governo Federal visando aumentar a qualidade de vida do trabalhador, especialmente na época de crise.

Quem tem direito PIS 2018

Na forma da legislação, o PIS 2018 será pago às pessoas que preencherem algumas condições indispensáveis, como: ter trabalho ao menos 5 (cinco) anos com carteira assinada; estar trabalhando há pelo menos 30 dias no ano-base do benefício; ter ganhado remuneração de no máximo 2 salários mínimos mensais; ser cadastrado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS.

PIS 2018 Valor

O valor do PIS 2018 pode ser de 1/12 até 1 salário mínimo, dependendo dos dias trabalhados com carteira assinada pelo beneficiário.

Seguem abaixo exemplos de valores do PIS 2018 em relação

QUANTIDADE DE MESES TRABALHADAS NO EXERCÍCIO REFERENTE AO ANO-BASE VALOR DO PIS 2018
1 R$ 79,00
2 R$ 157,00
3 R$ 235,00
4 R$ 313,00
5 R$ 391,00
6 R$ 469,00
7 R$ 547,00
8 R$ 625,00
9 R$ 703,00
10 R$ 781,00
11 R$ 859,00
12 R$ 937,00

 

pis-calendario

 PIS 2018 Calendário

O calendário para pagamento do PIS é divulgado pela internet e em diversos meios de comunicação.

Fique atento! Caso você perca o prazo perderá o valor do PIS 2018, já que o dinheiro é disponibilizado somente em determinado período. Não há como resgatá-lo depois do prazo máximo.

Segue abaixo o Calendário de pagamento PIS 2018 para que você não perca nenhuma data e possa usufruir do seu benefício garantido por lei.

CALENDÁRIO PIS 2018
PAGAMENTO DO PIS 2018 – CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Data do aniversário do beneficiário: Data em que o dinheiro estará disponível: Poderá sacar até o seguinte dia:
Julho 27/07/2017 29/06/2018
Agosto 17/08/2017 29/06/2018
Setembro 14/09/2017 29/06/2018
Outubro 19/10/2017 29/06/2018
Novembro 17/11/2017 29/06/2018
Dezembro 14/12/2017 29/06/2018
Janeiro/Fevereiro 18/01/2018 29/06/2018
Março/Abril 22/02/2018 29/06/2018
Maio/Junho 15/03/2018 29/06/2018

 

Saldo PIS 2018 Consulta

A consulta do saldo PIS 2018 pode ser feita a hora, o dia e no local que você quiser, bem como do conforto do seu lar.
Muitas vezes os bancos têm atendimentos demorados e por isso muitas pessoas deixam de receber ou de consultar seus benefícios por esse motivo.

Fazendo o cadastro que já mencionamos, é perfeitamente possível consultar o saldo PIS pela internet, usando a senha que você cadastrou.

É importante que você sempre monitore os prazos para não perder dinheiro!
Veja abaixo diversas maneiras para que possa ver o saldo PIS 2018 do seu Abono Salarial 2018. Existe opções de consultas desde pela internet, agências ou pelo telefone da Caixa Econômica Federal.

pis-consulta

Consultar PIS 2018

Há várias formas para consultar o PIS 2018.

1°: Consultar PIS na internet: Faça o cadastro no Portal do Benefícios Sociais Caixa (só funciona com o navegador Internet Explorer): https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/. Depois insira o número do NIS (está na Carteira de Trabalho e Previdência Social, na segunda folha, junto com a fotografia), crie uma senha e pronto! Já poderá fazer consulta online do PIS 2018.

2°: Consultar PIS na agência da Caixa Econômica Federal mais próxima: leve seu número NIS e um documento oficial de identificação em bom estado. Se tiver o cartão cidadão é mais rápido e prático ainda. Nos caixas de atendimento você poderá ver o saldo do PIS 2018.

Consultar PIS por telefone: A Caixa Econômica Federal disponibiliza um canal de atendimento para consulta do PIS, no telefone 0800-726-0101.

A ligação é grátis, ou seja, você não pagará absolutamente nada para consultar seu PIS por telefone.

Não deixe de receber seu benefício. O PIS 2018, também chamado de Abono Salarial, é seu direito! Saiba mais e faça a consulta do saldo acessando www.pis.net.br

Salário Mínimo 2018 Valor, Aumento

Valor Salário Mínimo 2018

O salário mínimo é o valor mínimo nacional, a título de remuneração, que deve ser pago mensalmente a todo trabalhador brasileiro que exerça sua profissão com carteira assinada.

Esse direito dos trabalhadores é previsto no artigo 7º, inciso VI, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

salario-minimo

Embora o salário mínimo esteja resguardado pela Constituição Federal, surgiu na década de 30. E, não por coincidência, em 1° de maio de 1938 o ex-Presidente Getúlio Vargas começou a fixar os valores do salário mínimo.

Aliás, os Estados podem fixar os salários mínimos regionais por meio de lei, mas eles nunca poderão ser menores do que o valor do salário mínimo nacional!

Feita essa regressão história, tem-se que o valor do salário mínimo não é fixo e está sujeito a alterações.

A princípio, o valor do salário mínimo corresponde a uma jornada de trabalho de 44 horas semanais, prevista na Constituição Federal.

Dessa forma, uma pessoa que trabalha apenas a metade do mês não pode receber o mesmo que uma pessoa que trabalha as 44 horas mensais, não é?

Logo, o salário mínimo poder ser menor que o mínimo nacional, porém ele obedece a um mínimo diário, que é valor mínimo a ser pago calculado pela divisão entre o valor do salário mínimo atual dividido por trinta.

O aumento do salário mínimo é, na verdade, o reajuste do salário mínimo é realizado anualmente, considerando-se os valores do PIB (Produto Interno Bruto) do ano retrasado e do ano anterior, sendo, em seguida, somado ao valor da inflação (IPCA) correspondente ao ano de recebimento.

Tabela aumento Salário Mínimo 2018

Abaixo, a título de curiosidade, veja uma tabela contendo todos os valores relativos ao pagamento do salário mínimo, suas respectivas datas de vigência, bem como os valores por dia trabalhado.

Note como a variação pode ser expressiva de um ano para o outro e tudo isso por conta da inflação, que pode atingir de forma brusca o aumento do salário mínimo.

INÍCIO DA VIGÊNCIA VALOR ($) VALOR POR DIA TRABALHADO
01 do 01 de 2018* R$  1.029,00* (a confirmar) R$  34,30* (a confirmar)
01 do 01 de 2017 R$  937,00 R$ 31,23
01 do 01 de 2016 R$  880,00 R$  29,33
01 do 01 de 2015 R$  788,00 R$  26,27
01 do 01 de 2014 R$  724,00 R$  24,13
01 do 01 de 2013 R$  678,00 R$  22,60
01 do 01 de 2012 R$  622,00 R$  20,73
01 do 03 de 2011 R$  545,00 R$  18,17
01 do 01 de 2011 R$  540,00 R$  18,00
01 do 01 do 2010 R$  510,00 R$  17,00
01 do 02 do 2009 R$  465,00 R$  15,50
01 do 03 do 2008 R$  415,00 R$  13,83
01 do 04 do 2007 R$  380,00 R$  12,67
01 do 04 do 2006 R$  350,00 R$  11,67
01 do 05 do 2005 R$  300,00 R$  10,00
01 do 05 do 2004 R$  260,00 R$    8,67
01 do 04 do 2003 R$  240,00 R$    8,00
01 do 04 do 2002 R$  200,00 R$    6,67
01 do 04 do 2001 R$  180,00 R$    6,00
03 do 04 do 2000 R$  151,00 R$    5,03

salario-minimo-tabela

Salário Mínimo 2018 Valor

Atualmente, o valor do salário mínimo está fixado em R$ 937,00 para todo o ano de 2017.

Houve um reajuste de 6,47% em relação ao valor anterior, cujo valor do salário mínimo era de R$ 880,00.

salario-minimo-valor

Inicialmente, a previsão do salário mínimo para o ano de 2017 inicialmente era de R$ 945,80, porém este valor foi alterado por intermédio de um decreto assinado pelo Presidente Michel Temer.

Já para o próximo ano, economistas do Governo Federal estimam o aumento do salário mínimo no percentual de 4,5%, sendo o valor do salário mínimo 2018 reajustado para R$ 979,00.

Segundo especialistas, o aumento do salário mínimo 2018 trará impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do Governo.

Considerados que os valores do salário mínimo até 2018 estavam abaixo das expectativas, para os economistas, o salário mínimo só chegará aos R$ 1 mil reais no ano de 2019, chegando a R$ 1.029,00.

Aumento do Salário Mínimo 2018

O Governo Federal realiza o aumento do salário mínimo anualmente, isso porque ele precisa tentar manter o poder de compra dos consumidores e das famílias brasileiras no mesmo patamar do ano anterior.

Ou seja, o aumento do salário mínimo está ligado ao aumento da inflação.

O valor de reajuste do salário mínimo sempre passa a imperar no primeiro dia do mês de janeiro de cada ano, de acordo com a legislação que regulamenta a matéria.

salario-minimo-aumento

Reajuste Salário Mínimo 2018

Mas você sabia que nem todo mundo concorda com o cálculo do valor do salário mínimo?

É o caso do Departamento Intersindical de Estatística e de Estudos Socioeconômicos  – Dieese, que discorda da forma pela qual o reajuste do salário mínimo é realizado.

Segundo cálculos do órgão, o valor do salário mínimo 2018 deveria ser, em média de três a quatro vezes maior do que o que é proposto pelo Governo Federal.

A fórmula de cálculo proposta pelo Dieese segue o valor mensal da cesta básica mais cara do país.

Por conta disso, o aumento do salário mínimo deveria acontecer todos os meses, de acordo com as variações do valor da cesta básica.

Contudo, certamente o reajuste e aumento do salário mínimo mensal continuará a ser calculado pelo valor da inflação anual por muito tempo.